Governo de São Tomé anuncia que STP Airways vai deixar de ter voos para Lisboa com a sua accionista euroAtlantic

11-06-2019 (16h06)

Imagem: euroAtlantic
Imagem: euroAtlantic

A companhia aérea portuguesa euroAtlantic Airways vai deixar de fazer os voos da STP Airways entre Lisboa e São Tomé a partir de Outubro, após a recusa das autoridades são-tomenses de estender o acordo em vigor, anunciou o Governo são-tomense, adiantando que "outros parceiros" assumirão a rota.

“Neste momento a euroAtlantic está a voar, ela é parte accionista da STP Airways, esta situação vai continuar, pelo menos até o mês de Outubro”, disse aos jornalistas o ministro das Obras Públicas, Infra-estruturas e Recursos Naturais são-tomense, Osvaldo Abreu.

Em declarações aos jornalistas no Sábado, dia 8, o governante sublinhou que o acordo entre a euroAtlantic e o Estado são-tomense vai até Outubro, altura em que a rota será assumida por “outros parceiros”, que não especificou.

“Nós estamos a conversar para podermos viabilizar outras formas, outras normas, outras rotas e parcerias para dar mais asas à STP Airways e modernizar um pouco tudo o que é equipamentos, handling e outros serviços aéreos que nós achamos que, pela pujança que o nosso país ganhou, precisamos de acompanhar e não sermos sempre surpreendidos e estarmos atrás dos acontecimentos”, acrescentou.

O ministro garantiu que “não há incumprimento do acordo assinado”, mas que o Governo são-tomense recusou a sua extensão pedida pela companhia portuguesa como sendo o motivo essencial para a ruptura da parceria.

“Não existem incumprimentos, existem simplesmente mal-entendidos. Nós temos acordos, os acordos têm prazos”, disse o governante.

“Houve um pedido para a extensão de um determinado serviço pela euroAtlantic e o Governo de São Tomé e Príncipe achou que neste momento não havia condições para fazer a extensão deste serviço no âmbito do acordo e a empresa achou que sem a anuência desta solicitação ela não teria as condições para continuar a operar com a STP Airways”, explicou Osvaldo Abreu.

O Governo são-tomense disse que já tem alternativa à euroAtlantic Airways (EAA). “Nós tínhamos que ter alternativa, somos Governo, somos responsáveis e nós não podemos de maneira alguma deixar os nossos clientes, o nosso país, sem possibilidades de voar com as nossas cores, com o nosso nome, com a nossa bandeira. A STP Airways vai continuar a voar”, garantiu.

A EAA é a maior accionista da STP Airways, detendo a gestão da companhia aérea de bandeira de São Tomé e Príncipe.

A STP Airways foi constituída por escritura pública no dia 23 de Junho de 2008, entre a euroAtlantic airways (37%), Estado de São Tomé e Príncipe (35%), Banco Equador (14%) e Golfo Internacional Air Sevice (14%).

A Lusa e o PressTUR tentaram obter comentários da operadora portuguesa, mas sem sucesso até ao momento.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: euroAtlantic

Clique para ver mais: STP Airways

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LAM inicia voos directos da Beira para quatro províncias

11-12-2019 (19h15)

A companhia de aviação estatal moçambicana Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) anunciou hoje que a partir de Domingo terá voos directos da cidade da Beira para quatro destinos domésticos: Pemba, Nampula, Tete e Lichinga.


GOL anuncia saída da Delta do seu capital

11-12-2019 (19h09)

A companhia de aviação norte-americana Delta Air Lines já concretizou a saída do capital da brasileira GOL, ‘inevitável’ depois que subitamente apostou 1,9 mil milhões de dólares na rival LATAM.

Air Transat programa 16 voos por semana para Portugal na época alta 2020

11-12-2019 (19h05)

A companhia de aviação Air Transat indicou que tem programado fazer 16 voos directos por semana para Portugal, de Montreal e Toronto, incluindo “um novo voo para Faro”.

Grupo Air France KLM cresce 3,5% até Novembro

10-12-2019 (16h59)

O grupo Air France KLM, que já foi o líder europeu em tráfego medido em RPK (do inglês para passageiros x quilómetros voados), registou um crescimento médio em 3,5% nos primeiros onze meses deste ano, que lhe permitiu um ganho de taxa de ocupação em 0,5 pontos, atingindo uma média de 88,5%.

Cabo Verde Airlines vai ter mais voos Sal - Paris

10-12-2019 (16h58)

A Cabo Verde Airlines, ‘sucessora’ da TACV, vai aumentar a oferta de voos entre o Sal e Paris Charles de Gaulle ainda este mês, passando a disponibilizar quatro voos por semana.

Noticias mais lidas