GOL agrava redução de capacidade no mês de Março e queda de tráfego acentua-se para 19,3%

05-05-2016 (09h17)

Foto: GOL
Foto: GOL

A GOL, maior companhia aérea em passageiros transportados em voos internos no Brasil, reduziu em 16,7% o número de lugares disponíveis neste mercado no mês de Março e teve uma queda de passageiros em 19,3% ou cerca de 563 mil.

A informação divulgada hoje pela companhia evidencia que, com o fim do ‘pico’ da época alta no Brasil, aprofundou a estratégia de ‘secar’ capacidade, especialmente no mercado doméstico.

Em ASK, medida de capacidade mais utilizada na aviação, indicando o total de lugares x quilómetros voados, a companhia reduziu a sua capacidade em 9,4% no mês de Março, quando nos primeiros dois meses baixara 0,8%, o que leva a que a redução do trimestre tenha sido em 1,4%.

Ainda assim, a companhia teve quedas de taxa de ocupação tanto em Março (-1,7 pontos, para 72,5%) quanto no trimestre (-0,7 pontos, para 77,6%) porque em ambos os períodos as duas reduções de capacidade foram insuficientes para anular as quedas de tráfego (medido em RPK = passageiros x quilómetros voados), que foram de 11,5% em Março e 2,3% no trimestre, tendo em conta neste caso que nos primeiros dois meses o decréscimo tinha sido em 1,5%.

Em voos internacionais, o quadro foi melhor com subidas de taxa de ocupação em 8,3 pontos em Março, para 77,8%, e em 1,5 pontos no trimestre, para 72,9%, mas em Março a companhia apenas teve 11,9% da capacidade em voos internacionais e a média no trimestre foi de 12,2%.

Acresce que as subidas de taxa de ocupação em voos internacionais não se ficaram a dever a aumentos de tráfego (em RPK), que baixou 9,5% em Março e 4,6% no trimestre, mas a reduções de capacidade, em 19,1% no mês e em 6,7% no trimestre.

Assim, de acordo com o balanço de tráfego divulgado pela GOL, a companhia efectuou 309.287 voos no trimestre, nos quais teve disponíveis 51,422 milhões de lugares e transportou 37,79 milhões de passageiros, o que significa que ficou 13,632 milhões de lugares vazios (26,5% do total).

Relativamente ao primeiro trimestre de 2015, a empresa fez menos quase dez mil voos (-3,9% ou menos 9.988), teve menos cerca de dois milhões de lugares nos voos (-3,7%) e transportou menos 2,25 milhões de passageiros.

No mês de Março, a companhia fez 22.131 voos, -16,6% ou menos cerca de 4,4 mil que há um ano.

A sua capacidade total em número de lugares foi de 3,69 milhões, -16,5% ou menos 730 mil que há um ano, com -16,7% ou menos 695 mil em voos domésticos e -13,7% ou menos 34 mil em voos internacionais.

Em finais de Março, ao divulgar os prejuízos do ano de 2015, a GOL anunciou que vai acentuar este ano a redução da sua capacidade no mercado (clique para ler: GOL corta lugares disponíveis em 15% a 18% este ano).

 

Clique para mais notícias: GOL

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícia: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Novo A321 Long Range da TAP está pronto para chegar a Telavive e Nova Iorque

24-05-2019 (17h43)

A TAP anunciou que o seu novo avião A321 Long Range, que já está a voar para destinos europeus, também já está registado para operar as rotas da companhia para Telavive, em Israel, e Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Azores Airlines vai manter voos directos entre a ilha Terceira e Toronto no Inverno

23-05-2019 (16h54)

Os voos directos entre a ilha Terceira e Toronto (Canadá), operados pela companhia aérea açoriana Azores Airlines, do grupo SATA, vão estender-se ao Inverno 2019/2020, anunciou hoje o Governo Regional dos Açores.

Delta acredita estar “no bom caminho e com sucesso” em Portugal, director regional de Vendas

23-05-2019 (15h28)

“Não olhamos para o desempenho da concorrência. Estamos no bom caminho e com sucesso”, disse o director regional de Vendas para o Sul da Europa da Delta Airlines, Frederic Schenk, a propósito da concorrência com a TAP nas ligações entre Portugal e a América do Norte.

Senado brasileiro aprova medida que retira limite ao investimento estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras

23-05-2019 (09h07)

O Senado brasileiro aprovou na quarta-feira uma medida provisória que autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas instaladas no país, noticiou a imprensa local.

TAP cresce menos que o mercado Espanha - Portugal e em Madrid até tem quebra

22-05-2019 (16h54)

A TAP, que no primeiro quadrimestre de 2018 foi a companhia de aviação de 42,2% dos passageiros que voaram entre Espanha e Portugal nesse período, este ano baixou para 37,5%, reflectindo a cessação de três rotas e uma quebra de 1,7% no Aeroporto de Madrid.

Noticias mais lidas