Futuro avião de longo curso da TAP já fez primeiro voo de teste

20-10-2017 (14h17)

A Airbus, fabricante europeu de aviões, realizou ontem o primeiro voo de teste do seu novo A330neo, que no futuro será o avião de longo curso da TAP, a qual, por sua vez, será a companhia estreante do novo aparelho, no Verão do próximo ano, como confirmado na cerimónia pelo COO da Airbus.

Tratou-se de um voo de quatro horas e 13 minutos sobre o Sudoeste de França à partida do aeroporto de Toulouse-Blagnac, a que à descolagem assistiram vários convidados.

O aparelho testado foi um A330-900 que a Airbus prevê entre em operação comercial em meados de 2018 e tenha, então, o mais baixo custo médio por lugar voado uma milha na gama dos aviões wide-body de 300 passageiros.

A companhia tem previsto ter dois modelos, o A330-800, que apresenta como o sucessor do A330-200, que é o avião base da actual frota de longo curso da TAP, com capacidade para 257 passageiros, e que a Airbus prevê tenha a sua certificação completa em 2019.

Tal como o A330-900, de 287 passageiros, ontem testado, o A330-800 também é equipado com motores Rolls-Royce Trent 7000.

O COO e presidente de Aviões Comerciais da Airbus, Fabrice Brégier, em declarações ontem à imprensa que a empresa decidiu aumentar o peso máximo à descolagem (MTOW, do inglês para maximum takeoff weight) de 242 para 251 toneladas nas versões que deverão chegar ao mercado em 2020 devido a “modificações menores e controláveis”.

O avião terá então um alcance de mais 700 milhas náuticas, que “provavelmente” lhe permitirá voar entre Kuala Lumpur e Londres.

As certificações europeia e americana do novo A330 implica 1-500 horas de voos de teste, incluindo 1.100 para o A330-900 e 300 para o A330-800, que deverão ser cumpridas com três aviões de teste.

 

Clique para mais notícias: Airbus

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: TAP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Comentários
  • Mário Vieira

    Caríssimos ; Só para acrescentar à vossa informação o facto de que nos testes de certificação em que estarão envolvidos três aviões, que um dos 'participantes' será o Msn 1819, o primeiro avião de produção que é precisamente a primeira aeronave prevista a entrar ao serviço na TAP (que até já tem registo reservado na ANAC, será o futuro CS-TUA). Este será utilizado nos testes de certificação da nova cabine 'Airspace'. Eis um link com mais informação sobre este assunto ; https://leehamnews.com/2017/10/20/bjorns-corner-airbus-a330neo-flight-test-starts/ Melhores cumprimentos ; MV

    21-10-2017 (13h31)


Escrever comentário

Outras Notícias

Presidente da República promulga novo modelo de gestão de slots nos aeroportos

19-11-2018 (15h56)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou hoje o diploma do Governo que altera o modelo de prestação dos serviços de atribuição das faixas horárias (slots) nos aeroportos portugueses, lamentando que tenha demorado um ano.

TAP vai voar Porto – Lisboa só com aviões A320 a partir de Janeiro

19-11-2018 (13h07)

A TAP anunciou hoje que a partir de Janeiro vai passar a operar a ponte aérea Porto – Lisboa só com aviões A320, o que permitirá aumentar a oferta de lugares em 50%, para um total de 220 mil por ano, embora com menos voos por dia.

Governo ‘queixa-se’ das “muitas vantagens” da ANA nas negociações sobre o Montijo

16-11-2018 (18h15)

O secretário de Estado das Infra-estruturas, Guilherme d'Oliveira Martins, lamentou-se hoje das "muitas vantagens" atribuídas pelo anterior Governo à ANA e que classificou como "instrumentos fortes" que têm atrasado as negociações sobre o aeroporto complementar do Montijo.

Algarve precisa de voos de longo curso para compensar quebra do Reino Unido – Chitra Stern, Martinhal Hotels

16-11-2018 (18h01)

Chitra Stern, proprietária e fundadora da Martinhal Hotels & Resorts, defendeu hoje no Congresso da AHP a diversificação de mercados de origem para compensar a quebra do mercado britânico no Algarve, designadamente através da criação de rotas de longo curso de/para Faro.

Lisboa teve até Setembro o 7º maior aumento de passageiros dos aeroportos europeus

16-11-2018 (17h26)

O Aeroporto de Lisboa, sobre o qual praticamente só se comenta que está esgotado, ao ponto de alguns dirigentes do turismo argumentarem ser essa a causa da queda de dormidas na hotelaria da capital, alcançou, no entanto, o 7º maior aumento de passageiros entre os 237 maiores aeroportos da Europa, nos primeiros nove meses deste ano, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council International (ACI).

Ultimas Noticias