Finnair perspectiva alargar utilização do Agent Pay da Amadeus

24-04-2018 (18h01)

Foto: Amadeus
Foto: Amadeus

“Esse sistema facilitador dos pagamentos permitiu-nos resolver um número muito maior de solicitações de clientes com apenas uma única interacção, o que melhora o atendimento ao cliente e deixa mais tempo livre para os operadores”, é o balanço que a responsável pelo Serviço e Atendimento ao cliente digital da Finnair faz da utilização do Agent Pay da Amadeus.

“Depois de confirmar o resultado positivo que se obtinha na experiência do cliente e no tempo de resolução de chamadas, decidimos disponibilizar o Agent Pay aos nossos agentes para auxiliar o atendimento ao cliente via chat”, diz uma declaração de Satu Karaksela citada no comunicado do Amadeus sobre o lançamento do Agent Pay, de que a Finnair foi a companhia pioneira.

Celia Pereiro, Chefe de Pagamentos da Amadeus em Portugal, também citada no comunicado, afirmou que o Agent Pay “permite que os viajantes façam pagamentos com maior facilidade, segurança e conforto e obtenham o máximo das suas conversas com os operadores dos centros de atendimento”.

O comunicado explica que “os operadores que utilizam esta solução inovadora enviam aos seus clientes um link via SMS ou e-mail que os redirecciona para uma página web segura onde poderão efectuar o pagamento através de seu smartphone, tablet ou computador”.

E acrescenta que “o bilhete é reservado e emitido automaticamente quando o processo de pagamento estiver concluído”,o que  “permite que os clientes façam o pagamento como e quando querem e melhoram a segurança dos centros de atendimento, que não precisam mais de gerir os dados do cartão de crédito”.

“Ao excluir o pagamento dos call centers, os agentes das companhias aéreas podem focar-se totalmente no atendimento ao cliente, conduzindo a uma melhoria na eficiência”, diz o comunicado, que refere também que “a Finnair é a primeira companhia aérea a implementar essa solução no seu call center na Finlândia, onde a adopção do Agent Pay contribuiu para reduzir as incidências no processamento manual de pagamentos e melhorar o tempo para resolver as consultas”.

 


Clique para mais notícias: Amadeus

Clique para mais notícias: Finnair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pilotos alemães da Ryanair pronunciam-se sobre greve a partir de Agosto

22-06-2018 (16h26)

O sindicato de pilotos alemães Vereiningung Cockpit (VC) vai promover uma votação entre os seus cerca de 400 associados que trabalham na low cost Ryanair sobre desencadear uma greve a partir de Agosto.

CEO da TAP defende direito a sonhar com liderar tráfego entre a Europa e a América do Norte

20-06-2018 (17h57)

Embora tenha pela frente concorrentes como a British Airways, que ainda em 4 de Maio começou a voar de Londres-Heathrow para Nashville, sua 26ª cidade nos Estados Unidos, o CEO da TAP reivindicou hoje no Porto o direito a da companhia a “sonhar grande em relação a ser a principal companhia aérea que liga a Europa à América do Norte”.

CEO da TAP garante aposta no Porto e ironiza: “a concorrência que se cuide”

20-06-2018 (17h51)

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro "é historicamente um dos alicerces da TAP", que tem um "compromisso total e absoluto" com o Porto, garantiu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, que rematou com um: "Queremos ter uma posição dominante no Porto, e a concorrência que se cuide".

Antonoaldo Neves reconhece pontualidade como “problema gravíssimo” da TAP

20-06-2018 (17h48)

"Temos um problema gravíssimo de pontualidade na ponte aérea e na TAP em geral", reconheceu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, na sessão de balanço da operação da companhia aérea no Porto admitiu, que assegurou tratar-se de um "desafio" a superar nos próximos tempos.

Exportações portuguesas de transporte aéreo de passageiros voltam a crescer acima de 20% em Abril

20-06-2018 (16h28)

As empresas portuguesas de transporte aéreo de passageiros, as maiores das quais a TAP, a Azores Airlines, a euroAtlantic e a Hi Fly, aumentaram em Abril as vendas ao estrangeiro em 23,2%, alcançando assim um aumento médio em 15,3% no quadrimestre.