Fernando Pinto quer acompanhar o futuro da TAP, “nem que seja como accionista”

19-12-2017 (18h51)

Sobre a liderança da TAP “não há nada definido”, garantiu hoje o actual CEO da companhia aérea, Fernando Pinto, mas salienta que, independentemente da decisão, quer acompanhar o futuro da empresa, “nem que seja como accionista”.

“Obviamente que não é uma decisão minha”, são os accionistas que escolhem os principais responsáveis da companhia aérea, começou por dizer Fernando Pinto hoje num almoço com a imprensa.

O executivo chegou à TAP há 17 anos com a missão de privatizar a companhia aérea portuguesa. “Isso foi feito há dois anos” e a partir daí manteve-se na companhia para “dar uma continuidade por algum tempo, para estabilizar justamente o processo de transição”.

“Foram 15 anos de sobrevivência e crescimento, foram dois anos de transição extremamente importantes”, resumiu Fernando Pinto, enfatizando que 2017 foi um ano de “um grande resultado”.

“Olhando para 2018 e vendo que a empresa está no bom caminho, eu estou absolutamente realizado”, salientou.

A sua visão é que “a empresa tem que continuar a crescer, tem que apostar em novos talentos”, mas cortar ligações com a TAP não está nos seus planos.

“O meu mandato termina no final desse ano e tem aí um período de discussão”, sobre o qual Fernando Pinto diz que “o importante é que seja de comum acordo com todos”.

“Não quero me desligar da TAP”, disse, acrescentando que quer acompanhar o futuro da companhia aérea “nem que seja como accionista”.

“Estou aqui para apostar no futuro da TAP e eu acho que ela tem muito futuro”, concluiu.

Em Novembro, num intervalo do Congresso da APAVT em Macau, Diogo Lacerda Machado, administrador não executivo da TAP, afirmou que Fernando Pinto “é uma pessoa que merece toda a nossa admiração e reconhecimento”, admitindo contudo que “Antonoaldo Neves no futuro possa ser uma opção por parte dos privados” (clique para ler: Estado não deverá opor-se a que Antonoaldo Neves seja futuro CEO da TAP).

 

 

Ver também:

TAP prevê receber seis novos A330-900neo até ao final de 2018

CEO da TAP anuncia voos de Lisboa para a capital da Mauritânia

Fernando Pinto confirma planos da TAP para novas rotas do Porto

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pilotos da KLM ameaçam com greve por reivindicações salariais

14-08-2018 (18h28)

Os pilotos da companhia de aviação holandesa KLM, que faz parte do mesmo grupo que a francesa Air France e a low cost Transavia, ameaçaram hoje fazer greve caso não tenham resposta até sexta-feira para as suas reivindicações salariais, segundo o jornal holandês “De Telegraaf”.

Governo dos Açores considera “prematuro” falar da proposta de compra da Azores Airlines

14-08-2018 (18h21)

A secretária regional dos Transportes e Obras Públicas dos Açores afirmou ontem ser “absolutamente prematuro” pronunciar-se sobre o processo de alienação de 49% do capital da Azores Airlines, uma vez que a proposta apresentada se encontra em análise.

SATA tem nova Administração a partir de segunda-feira

10-08-2018 (16h10)

A nova Administração da companhia de aviação açoriana SATA, presidida por António Luís Gusmão Teixeira, toma posse na segunda-feira, informou hoje o Governo Regional dos Açores.

Ryanair prevê transportar 400 mil passageiros hoje apesar da greve de pilotos na Europa

10-08-2018 (12h07)

A low cost Ryanair, segunda maior companhia de aviação em Portugal, garantiu que vai transportar hoje mais de 400 mil passageiros em mais de dois mil voos, apesar de enfrentar uma greve dos pilotos na Irlanda, Suécia, Alemanha e Bélgica.