Everjets ‘suspende’ voos regulares para o Funchal a partir de Domingo e fica apenas a fazer charters

09-05-2016 (16h16)

Foto: Paulo Soares / Everjets
Foto: Paulo Soares / Everjets

A companhia Everjets, do grupo Bragaparques, anunciou hoje que a partir de Domingo, dia 15, ‘suspende’ os voos regulares para a Madeira, alegando que é o resultado de uma reorganização e que “vai apostar” em voos charter, que são iniciativa de operadores turísticos e não de companhias aéreas.

“Esta é uma aposta nas necessidades dos madeirenses, na sua economia e na dinamização do turismo”, diz uma declaração do director executivo da empresa, que no final de Janeiro esteve em destaque na imprensa pelas buscas que a PJ fez às suas instalações, relacionadas com os contratos de manutenção dos helicópteros Kamov de combate a incêndios.

José Pereira, ainda segundo o comunicado, afirmou que “o redireccionamento dos voos é uma estratégia para a Everjets, já que os nossos planos nunca foram ficar apenas pela Madeira, não faria sentido. Já fazemos actualmente voos charter, e vamos continuar a diversificar esta oferta”.

A Everjets apresentou-se ao mercado com planos ambiciosos no ano passado, primeiro como operadora de voos regulares e, seguidamente, também como operadora de charters.

"Pretendemos oferecer uma alternativa de valor, com elevada qualidade e conforto, a preços bastante atractivos", dizia José Pereira, citado num comunicado divulgado a 29 de Dezembro a propósito do primeiro charter da empresa para Cabo Verde que era descrito como viagem “organizada em parceria com as agências Solférias e Soltrópico, à semelhança de outras parcerias que a Everjets está a desenvolver para operações charters com alguns dos maiores operadores turísticos dos mercados português e espanhol”.

A apresentação à imprensa da companhia decorreu a 14 e 15 de Novembro no Aeroporto do Porto e incluiu um voo para o Funchal, embora o voo inaugural tivesse sido considerado o que se realizou a 15 de Novembro do Funchal para Lisboa.

A Everjets apresentava-se então como “a única empresa madeirense de aviação com voos regulares e diários a partir do Funchal para Lisboa e para o Porto, com condições de voo e preços muito competitivos, privilegiando a facilidade de reserva e o conforto e segurança da viagem”.

O comunicado divulgado hoje em que anuncia que “os voos regulares para o Funchal serão suspensos a partir de 15 de Maio”, garante que “os clientes com reservas já efectuadas terão os seus direitos protegidos de acordo com o previsto na Lei”.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Everjets

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo açoriano reforça capital social da SATA Air Açores em 27 milhões de euros

16-07-2018 (16h31)

O Governo dos Açores anunciou hoje um reforço em 27 milhões de euros do capital social da SATA Air Açores, companhia aérea que assegura as ligações aéreas entre as nove ilhas açorianas, "por via da subscrição de 5.400.000 novas ações".

Lufthansa “refuta falsas alegações da Ryanair” sobre a LaudaMotion

16-07-2018 (15h28)

O Grupo Lufthansa afirmou que “são completamente infundadas” as alegações da Ryanair de que a LaudaMotion está sobre ameaça do grupo alemão, “que tenta retirar as nove aeronaves que se viu forçada a ceder à Laudamotion pela Comissão Europeia para lhe permitir reiniciar os seus serviços”.

Grupo SATA encerra contas de 2017 com prejuízos de 41 milhões de euros

16-07-2018 (13h32)

O Grupo SATA encerrou as contas de 2017 com prejuízos de 41 milhões de euros, valor que quase triplicou em relação a 2016 (14 milhões), revela o relatório e contas da companhia, a que a Lusa teve acesso.

António Teixeira é o novo presidente do conselho de administração da SATA

16-07-2018 (11h28)

O Governo dos Açores anunciou a escolha do gestor de empresas António Luís Gusmão Teixeira para a presidência do conselho de administração da SATA, substituindo Paulo Menezes, que ocupa o cargo desde o final de 2015.

TACV Cabo Verde Airlines prevê receber hoje mais um avião

16-07-2018 (11h19)

A companhia aérea TACV Cabo Verde Airlines, que no Sábado recebeu o seu primeiro avião Boeing 757, tem previsto receber hoje, segunda-feira, mais uma aeronave e assim “retomar a estabilidade operacional”.