Everjets ‘suspende’ voos regulares para o Funchal a partir de Domingo e fica apenas a fazer charters

09-05-2016 (16h16)

Foto: Paulo Soares / Everjets
Foto: Paulo Soares / Everjets

A companhia Everjets, do grupo Bragaparques, anunciou hoje que a partir de Domingo, dia 15, ‘suspende’ os voos regulares para a Madeira, alegando que é o resultado de uma reorganização e que “vai apostar” em voos charter, que são iniciativa de operadores turísticos e não de companhias aéreas.

“Esta é uma aposta nas necessidades dos madeirenses, na sua economia e na dinamização do turismo”, diz uma declaração do director executivo da empresa, que no final de Janeiro esteve em destaque na imprensa pelas buscas que a PJ fez às suas instalações, relacionadas com os contratos de manutenção dos helicópteros Kamov de combate a incêndios.

José Pereira, ainda segundo o comunicado, afirmou que “o redireccionamento dos voos é uma estratégia para a Everjets, já que os nossos planos nunca foram ficar apenas pela Madeira, não faria sentido. Já fazemos actualmente voos charter, e vamos continuar a diversificar esta oferta”.

A Everjets apresentou-se ao mercado com planos ambiciosos no ano passado, primeiro como operadora de voos regulares e, seguidamente, também como operadora de charters.

"Pretendemos oferecer uma alternativa de valor, com elevada qualidade e conforto, a preços bastante atractivos", dizia José Pereira, citado num comunicado divulgado a 29 de Dezembro a propósito do primeiro charter da empresa para Cabo Verde que era descrito como viagem “organizada em parceria com as agências Solférias e Soltrópico, à semelhança de outras parcerias que a Everjets está a desenvolver para operações charters com alguns dos maiores operadores turísticos dos mercados português e espanhol”.

A apresentação à imprensa da companhia decorreu a 14 e 15 de Novembro no Aeroporto do Porto e incluiu um voo para o Funchal, embora o voo inaugural tivesse sido considerado o que se realizou a 15 de Novembro do Funchal para Lisboa.

A Everjets apresentava-se então como “a única empresa madeirense de aviação com voos regulares e diários a partir do Funchal para Lisboa e para o Porto, com condições de voo e preços muito competitivos, privilegiando a facilidade de reserva e o conforto e segurança da viagem”.

O comunicado divulgado hoje em que anuncia que “os voos regulares para o Funchal serão suspensos a partir de 15 de Maio”, garante que “os clientes com reservas já efectuadas terão os seus direitos protegidos de acordo com o previsto na Lei”.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Everjets

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

British Airways e Lufthansa suspendem “abruptamente” voos para o Cairo por “razões de segurança”

21-07-2019 (16h39)

British Airways e Lufthansa surpreenderam ontem os passageiros com a suspensão dos seus voos para o Cairo, por uma semana no caso da britânica e apenas por um dia no caso da alemã, que a imprensa internacional relaciona com o aviso emitido pelo Governo britânico de aumento de risco de ataques terroristas contra aviões no Egipto.

euroAtlantic Airways candidata-se a apoiar LAM na retoma de voos para a Europa

21-07-2019 (15h58)

“Temos disponibilidade e interesse de cooperar com a LAM neste projecto”, disse à Lusa o CEO da companhia portuguesa euroAtlantic Airways, Eugénio Fernandes, de visita a Maputo para reuniões com a companhia de aviação e com o Governo moçambicanos.

TAP convida agentes de viagens para apresentar novos destinos e NewGen ISS da IATA

19-07-2019 (17h24)

A TAP agendou para a próxima semana três apresentações para agentes de viagens, em Lisboa, Leiria e Porto, nas quais tem programado apresentar os seus novos destinos e esclarecer dúvidas sobre o NewGen ISS da IATA.

easyJet contrata director de operações da Ryanair

19-07-2019 (13h25)

A easyJet contratou o director de operações da Ryanair, Peter Bellew, que vai desempenhar as mesmas funções e integrar o Conselho de Administração, reportando ao presidente executivo, Johan Lundgren.

Plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (12h25)

O plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, disse o presidente executivo da companhia, Antonoaldo Neves, remetendo para os accionistas a análise da satisfação com os seus resultados.

Noticias mais lidas