“Entre 65% e 75%” das vendas dos voos TAP para São Francisco, Chicago e Washington são feitas nos EUA

11-06-2019 (10h16)

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, afirmou que “entre 65% e 75%” das vendas para as três novas rotas da companhia aérea para São Francisco, Chicago e Washington são feitas nos Estados Unidos.

“Ou seja, a demanda vem do mercado americano”, disse Antonoaldo Neves, que falava aos jornalistas na segunda-feira, antes da partida do voo inaugural da TAP para São Francisco.

O CEO da TAP salientou que “havia 28 frequências semanais para os EUA e neste ano se chegou a 56”.

“Estamos a dobrar o número de voos, sendo que dantes menos de 60% das vendas eram feitas nos EUA e agora mais de 75% são nos EUA”, acrescentou Antonoaldo Neves.

O executivo voltou a avançar ainda a previsão de transportar mais entre 800 mil e um milhão de passageiros este ano, como já tinha avançado em finais de Maio (clique para ler: TAP prevê transportar mais 800 mil a um milhão de passageiros este ano).

A TAP transportou 15,8 milhões de passageiros em 2018, mais 1,5 milhões de passageiros ou mais 10,4% que no ano anterior.

Nos primeiros cinco meses deste ano, a TAP estava com um aumento de 200 mil passageiros face ao período homólo do ano passado, disse Antonoaldo Neves.

Quanto aos resultados para este ano, depois de prejuízos de 118 milhões de euros em 2018, Antonoaldo Neves explicou que “a definição de sucesso é a TAP fazer as coisas de forma sustentável”.

Questionado sobre se 2019 é um ano de regresso aos lucros, o presidente executivo da TAP disse que “não há nenhuma razão para que os resultados não sejam muitos melhores”, mas preferiu “não especular” sobre o desempenho da TAP nesta área.

Antonoaldo Neves referiu ainda que a companhia aérea vê com bons olhos a descida do preço do petróleo e que já está “a preparar a protecção” dos preços para 2020.

Aliás, para o ano, a empresa já tem 20% do combustível protegido “a um preço extremamente competitivo”.

Antonoaldo Neves foi ainda questionado sobre o diferendo entre a Comissão Executiva da companhia aérea e o Estado, devido ao pagamento de 1,171 milhões de euros em prémios a 180 quadros da empresa.

“Esse assunto está resolvido”, disse apenas, recusando fazer mais comentários.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: TAP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroporto de Lisboa vai ter uma nova área de chegadas com mais cinco postos de controlo

21-08-2019 (16h30)

O aeroporto de Lisboa vai ter a partir de final de Setembro/início de Outubro mais cinco postos de controlo do Serviço de Estangeiros e Fronteiras (SEF) numa nova área de chegadas, disse Isabel Oneto, secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna.

Lisboa foi Top5 de crescimento de passageiros na Europa no primeiro semestre

21-08-2019 (15h37)

O ACI Europa, associação que reúne mais de 500 aeroportos europeus, cotou o Aeroporto de Lisboa como um dos grandes aeroportos do continente com mais forte crescimento do número de passageiros no primeiro semestre.

Tráfego aéreo de/para Portugal cresce acima da média da UE no 1º semestre

21-08-2019 (15h29)

Portugal foi um dos países cujos aeroportos tiveram aumentos de passageiros no primeiro semestre “bem acima da média da União Europeia”, informou o ACI Europe, associação que conta com mais de 500 aeroportos em 45 países europeus, que em 2018 somaram mais de 2,3 mil milhões de passageiros.

Ryanair diz que no primeiro dia de greve do SNPVAC teve “mais funcionários” do que necessitava

21-08-2019 (12h29)

A Ryanair assegura, em informação publicada no seu website, que hoje de manhã, primeiro dia de greve de tripulantes de cabina em Portugal convocada pelo SNPVAC, teve “mais funcionários” do que precisava para realizar todos os voos programados de/para aeroportos portugueses.

Portugal é a origem de passageiros para Espanha com aumento mais forte de lugares de avião

20-08-2019 (16h15)

Espanha tem este Agosto +15,5% de lugares de avião em voos de Portugal, que é assim a origem de passageiros com mais forte aumento de lugares no mês, de acordo com uma informação da Turespaña, organismo do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo de Espanha.

Noticias mais lidas