Emirates reduz Dubai - Luanda de sete para cinco voos/semana

14-07-2016 (16h00)

Imagem: Dubai Airports
Imagem: Dubai Airports

A Emirates está a reduzir o número de voos em várias rotas, incluindo Dubai - Luanda, que passa de sete para cinco voos por semana, segundo uma informação aos sistemas globais de reservas a que o PressTUR teve acesso.

Outras reduções permanentes são nas rotas Dubai - Banguecoque de sete para seis diários, a partir de 1 de Agosto, Dubai - Roma, de três para dois diários, a partir de 1 de Outubro (porém, a companhia tem programado aumentar a capacidade nessa rota a partir de 1 de Setembro utilizando numa das ligações o A380 em lugar do B777-300ER), e Dubai - Istambul Sabiha Gokcen, com menos quatro ligações por semana a partir de 3 de Agosto.

Outras reduções indicadas na informação da Emirates, mas como sazonais, incluem o Dubai - Luanda, de sete para cinco voos por semana a partir de 30 de Novembro, apesar de a companhia dos Emirados ‘ter’ a gestão da angolana TAAG (para ler mais clique: TAAG e Emirates anunciam “parceria estratégica” e Emirates diz que acordo de gestão da TAAG é uma das suas linhas de expansão em África).

Também são reduzidas as frequência de voos para Jacarta, de três para dois diários, a partir de 30 de Novembro, Oslo, de sete para cinco por semana, a partir de 29 de Outubro, e São Petersburgo, de sete para cinco por semana, a partir de 31 de Dezembro.

A companhia sinalizou ainda alterações de capacidade em outras rotas por alterações do avião, como seja o Dubai - Rio de Janeiro - Buenos Aires que a partir de 1 de Setembro será efectuado em B777-200LR em lugar do B777-300ER.

Em sentido inverso evolui a oferta na rota Dubai Orlando, que a partir de 1 de Setembro é feita com aviões B777-300ER em lugar do B777-200LR

Outra mudança indicada pela Emirates na actualização dos seus horários é a aceleração da cessação de voos em Airbus A340-300, que vai começar já no próximo mês e não apenas a partir de Novembro.

 

Ver também:

Emirates cresce 35,2% em Lisboa no primeiro semestre, mas não ‘aguenta’ segundo voo diário

 

Clique para mais notícias: Emirates

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Aeroporto de Lisboa

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Sindicatos de pilotos da Ryanair pedem mudança da gestão da companhia

19-09-2018 (18h19)

Os pilotos da Ryanair perderam “toda a confiança na actual liderança e gestão” da companhia, afirma uma declaração dos seus sindicatos, na qual apelam para os accionistas substituírem a liderança da empresa na assembleia geral anual que se vai realizar na quinta-feira, porque consideram que o actual modelo de emprego e gestão fracassou.

Comissárias europeias questionam Ryanair sobre diferendo com tripulantes de cabina

19-09-2018 (16h54)

“O nosso mercado interno é organizado, não é uma selva”, realçou hoje a comissária europeia responsável pelo Emprego, Assuntos Sociais e Mobilidade Laboral, Marianne Thyssen, ao comentar a posição da Ryanair no diferendo com as tripulações de cabina, depois de realçar que “implementar uma lei em vigor não é matéria negocial”, há simplesmente que cumprir a lei.

Governo da Madeira vai adiantar subsídio à compra de voos de/para o continente por estudantes da região

19-09-2018 (16h24)

O Governo Regional da Madeira anunciou hoje que os estudantes universitários da região poderão comprar de facto voos de/para o continente pelos 65 euros previstos no subsídio de mobilidade, porque pagará o remanescente até um tecto de 400 euros.

easyJet atinge novo recorde de passageiros transportados num dia

19-09-2018 (08h58)

A low cost easyJet, terceira maior companhia de aviação em Portugal, anunciou que atingiu um novo recorde de passageiros transportados num só dia, com 330 mil em 1.941 voos a 14 de Setembro.

Travagem de Lisboa ‘arrasta’ aeroportos portugueses para crescimento ‘insípido’

18-09-2018 (17h30)

O crescimento de passageiros nos aeroportos portugueses, que era sistematicamente dos mais fortes na Europa, foi inferior em Julho à média europeia, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council International (ACI) Europa, que mostram uma forte correlação com o abrandamento do Aeroporto de Lisboa.