easyJet teve aviões mais vazios, mesmo com ‘bónus’ das greves na British Airways e Ryanair

08-10-2019 (16h54)

Foto: easyJet
Foto: easyJet

A low cost easyJet, que em Portugal tem voos para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, revelou hoje que no exercício terminado a 30 de Setembro teve uma queda da taxa de ocupação dos voos em 1,4 pontos, para 91,5%, ainda que realce ter registado procura acrescida pelas greves nas concorrentes British Airways e Ryanair.

A informação faz parte da actualização dos seus dados pré-fecho do ano fiscal pelo que apenas revela alguns indicadores, ainda assim os suficientes para evidenciar uma quebra de rentabilidade, por decréscimo da taxa de ocupação e também descida da receita média por lugar, que informou ter baixado 2,7% a câmbios constantes, ainda que no segundo semestre tenha subido 0,8%.

Os dados publicados pela low cost mostram que embora tenha colocado no mercado mais 9,8 milhões de lugares de avião que no exercício anterior, com um aumento em 10,3%, para 105 milhões, teve ‘apenas’ mais 7,5 milhões de passageiros (+8,5%, para 96 milhões), o que significa que o número de lugares vazios nos seus voo aumentou em 2,3 milhões.

Os parcos dados divulgados hoje pela easyJet não incluem uma estimativa da receita no ano fiscal 2018/2019, terminado a 30 de Setembro, mas a informação avançada aponta para que tenha registado um aumento de custos operacionais superior, uma vez que indica que esse aumento foi em 12%, acima portanto do aumento de passageiros (+8,5%) e, sobretudo, do aumento de receitas de tráfego, já que informou uma queda da receita por lugar em 2,7%.

Eventualmente esta é a explicação para a queda das suas acções nos mercados de capitais (-7,89% à abertura do mercado), embora tenha anunciado um lucro antes de impostos (headline pretax profit) entre 420 milhões e 430 milhões de libras (467 milhões a 478,2 milhões de euros), destacando situar-se “na metade superior da sua previsão anterior”.

Porém, no exercício anterior, terminado a 30 de Setembro de 2018, a easyJet declarou um Headline profit before tax de 578 milhões de libras e um Reported profit before tax de 445 milhões.

 

Clique para mais notícias: easyJet

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Deslocação da base aérea de Sintra para Beja avança na Primavera para libertar espaço aéreo

21-11-2019 (18h55)

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, anunciou que a deslocação da base aérea nº1 de Sintra para Beja vai avançar na Primavera, para “libertar muitos constrangimentos na gestão do espaço aéreo na proximidade do aeroporto de Lisboa”.

Governo reforça programa de captação de rotas aéreas com 10 milhões

21-11-2019 (13h16)

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, escolheu a abertura hoje do 31º Congresso da AHP para anunciar o reforço do programa VIP.pt de captação de rotas aéreas em dez milhões de euros.

Aeroporto de Lisboa encerra pista à noite de Janeiro a Junho

19-11-2019 (18h32)

O Aeroporto de Lisboa terá uma das suas pistas encerradas durante a noite entre Janeiro e Junho para uma intervenção “com vista à melhoria da eficiência da operação”, anunciou hoje a ANA Aeroportos.

Eurowings vai voar entre Colónia e Porto Santo a partir de Maio

19-11-2019 (16h19)

A companhia de aviação Eurowings, do grupo Lufthansa, abriu reservas para uma nova rota que vai inaugurar este Verão, entre Colónia, na Alemanha, e Porto Santo.

Air Europa programa voos para Marrocos de Málaga e Palma de Maiorca

19-11-2019 (16h11)

A companhia de aviação espanhola Air Europa, alvo de um proposta de compra do IAG da British Airways e Iberia, tem programado voar este Verão de Málaga e Palma de Maiorca para Casablanca, Marraquexe e Nador, em Marrocos.

Noticias mais lidas