easyJet queixa-se que teve 1.263 voos cancelados em Junho

05-07-2018 (12h15)

Foto: easyJet
Foto: easyJet

A companhia de aviação easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, informou hoje que em Junho teve 1.263 voos cancelados, cerca de 900 dos quais por acções grevistas em França e Itália.

A low cost acrescenta que outros 150 foram devidos a restrições de controlo de tráfego aéreo e condições climatéricas adversas.

A informação da easyJet especifica que os 1.263 cancelamentos equivalem a 2,7% da operação que tinha programada e comparam com 213 em Junho de 2017.

A easyJet é uma das companhias que está a realçar os impactos adversos na sua operação principalmente devido a problemas com controlo de tráfego aéreo.

Já na informação relativa à sua operação em Maio a easyJet salientara que teve que cancelar 8,3 vezes mais voos que no mês homólogo de 2017, por greves de controlo de tráfego aéreo e condições climatéricas adversas (para ler mais clique: easyJet ‘desacelera’ em Maio com cancelamentos em forte alta).

Já esta semana, ao divulgar a evolução da sua operação em Junho, a low cost Ryanair chamou a atenção para um forte aumento dos cancelamentos, indicando, que passaram de 41 em Junho de 2017 para 1.100 em Junho deste ano, afectando mais de 210 mil passageiros (para ler mais clique: Ryanair transporta mais quatro milhões no primeiro semestre).

 

Clique para mais notícias: easyJet

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo TAP prepara-se para entrar em bolsa a partir de 2020

22-03-2019 (18h21)

A TAP SGPS está a trabalhar para, a partir de 2020, estar pronta a avançar com uma IPO (Oferta Pública Inicial), com uma percentagem entre 15% e 30%, anunciou hoje o presidente da Comissão Executiva do grupo.

Grupo TAP tem prejuízo de 118 milhões de euros em “ano necessário”

22-03-2019 (18h06)

O Grupo TAP passou de um lucro de 21,2 milhões de euros em 2017 para um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, um ano de transformação necessária para preparar o futuro, segundo descreveram hoje Miguel Frasquilho, Antonoaldo Neves e David Neeleman.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Companhia aérea indonésia cancela encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX

22-03-2019 (14h30)

A companhia aérea indonésia Garuda anunciou hoje o cancelamento de uma encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX, aparelho ligado a dois acidentes, o mais recente dos quais a 10 de Março, na Etiópia.