easyJet ganha menos em 2019 com queda da receita por lugar voado

19-11-2019 (16h01)

Foto: easyJet
Foto: easyJet

A easyJet informou hoje que no exercício de 2019, terminado a 30 de Setembro, teve uma queda do lucro líquido em 2,5%, nomeadamente pela queda da receita unitária (por lugar voado um quilómetro), que baixou 2,2%.

Essa queda, conforme o balanço publicado pela companhia, decorre de uma descida do preço médio por lugar vendido em 1,8%, com a receita por passageiro a baixar 0,3%, e, principalmente, uma queda da taxa de ocupação, já que para um aumento de 9,8 milhões de lugares disponíveis, a companhia teve ‘apenas’ mais 7,6 milhões de passageiros, o que a levou a baixar de 92,9% de lugares vendidos em 2018 para 91,5% no ano passado.

Dessa forma, enquanto a receita por lugar voado um quilómetro baixou 2,2%, o custo apenas baixou 1,4%.

O balanço da easyJet indica que em 2019 teve no mercado 105 milhões de lugares de avião e vendeu 96,1 milhões.

Com 331 aviões em propriedade ou leasing, a easyJet teve uma média de 297 a operarem durante o ano em média 10,9 horas por dia (-1,8% que em 2018) em 1.051 rotas (+7,4% que no ano anterior) para 159 aeroportos (+1,9%).

Para ler mais clique:

easyJet Holidays arranca antes do Natal no Reino Unido

easyJet atribui crescimento das vendas corporate ao foco B2B

easyJet e Travelport assinam novo acordo

 

Clique para mais notícias: easyJet

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

América Latina proporciona 47,4% do crescimento de tráfego do IAG até Novembro

09-12-2019 (17h45)

As rotas da América Latina estão a ser de forma cada vez mais clara o ‘motor’ de crescimento do IAG, grupo que integra a British Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, tendo valido até Novembro 47,4% do crescimento de tráfego na totalidade das operações.

Companhias do IAG transportaram até Novembro mais 4,88 milhões de passageiros

09-12-2019 (17h29)

As companhias do IAG, grupo que integra a Brisith Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level transportaram até 30 de Novembro 109,5 milhões de passageiros, com aumento em 4,7% ou 4,88 milhões relativamente ao período homólogo de 2018.

Scott Kirby substitui Oscar Muñoz como CEO da United

09-12-2019 (12h59)

A companhia de aviação norte-americana United Airlines anunciou que o seu CEO, Oscar Muñoz, vai passar a ser chairman executivo do Conselho de Administração, enquanto Scott Kirby, presidente, foi nomeado CEO.

TAP já ultrapassou o total de passageiros do ano de 2018

06-12-2019 (15h53)

A TAP transportou 15,8 milhões de passageiros entre Janeiro e final de Novembro deste ano, igualando assim o total de 2018, ano em que crescera 10,4% ou 1,5 milhões de passageiros.

TAP cresce 15,7% em Novembro e melhora ocupação dos voos em 2,1 pontos

06-12-2019 (15h50)

A TAP informou hoje que em Novembro, um dos meses mais fracos para as companhias de aviação do hemisfério Norte, teve um crescimento do tráfego medido em passageiros x quilómetros voados (RPK, na sigla do inglês) em 15,7%, conseguindo assim uma melhoria da taxa de ocupação dos voos em 2,1 pontos, mesmo tendo feito um aumento de capacidade em 12,5%.

Noticias mais lidas