Delta Air Lines declara subida do lucro em 21,5% no 3º trimestre

10-10-2019 (16h43)

Foto: Delta Air Lines
Foto: Delta Air Lines

A norte-americana Delta Air Lines, segunda maior companhia de aviação do mundo, com voos para Lisboa e Açores, comunicou hoje ter alcançado um aumento de lucros no terceiro trimestre em 21,5% com subida da receita operacional em 6,5% e aumento do custo operacional em 3,4%.

A companhia, que indicou ter registado um aumento da margem operacional em 2,5 pontos ou 18,2%, para 16,3%, informou que os proveitos elevaram-se a 12.554 milhões de dólares (11,4 mil milhões de euros ao câmbio de hoje) e o lucro líquido ascendeu a 1.506 milhões (1,37 mil milhões de euros).

A informação sobre os proveitos especifica que o crescimento foi alcançado com uma subida das receitas de passagens em 6% ou 614 milhões de dólares, para 11.410 milhões, quebra das receitas e carga em 17% ou 37 milhões, para 189 milhões e aumento de ‘outras’ receitas em 3% ou 30 milhões, para 961 milhões.

Relativamente aos custos operacionais, a informação mostra que salários e outros encargos com pessoal se mantém a sua maior rubrica de custos, com 2.884 milhões de dólares, +5% ou mais 131 milhões que no período homólogo de 2018, tanto mais quantos os gastos com combustível baixaram 10% ou 259 milhões, para 2.239 milhões.

A informação indica ainda entre outros gastos de 900 milhões com transportadoras regionais excluindo fuel (+2% ou mais 15 milhões que no 3º trimestre de 2018), 685 milhões com contratação de serviços (+22% ou mais 123 milhões), 631 milhões em amortizações e provisões (+10% ou mais 58 milhões) e 539 milhões em comissões de vendas de passagens e outros encargos com vendas (+1% ou mais quatro milhões).

A companhia teve assim 2.071 milhões de dólares de resultado operacional, com um aumento em 26% ou 426 milhões e nos nove meses desde o início do ano regista um aumento em 25% ou 1.046 milhões, para 5.219 milhões, com os proveitos a subirem 6% ou 1.872 milhões, para 35.568 milhões, enquanto os encargos sobem 3% ou 826 milhões, para 30.349 milhões.

A companhia indicou que no conjunto dos primeiros nove meses deste ano teve um crescimento do tráfego de passageiros em RPM (passageiros x milhas voadas) em 5,6% e com uma subida em 0,7% do yield (receita por passageiro voado uma milha), levando a um aumento em 1,8% da receita por lugar voado uma milha, uma vez que além da subida do yield teve uma melhoria da taxa de ocupação em 0,9 pontos, para 86,5%.

 

Clique para mais notícias: Delta Air Lines

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP já ultrapassou o total de passageiros do ano de 2018

06-12-2019 (15h53)

A TAP transportou 15,8 milhões de passageiros entre Janeiro e final de Novembro deste ano, igualando assim o total de 2018, ano em que crescera 10,4% ou 1,5 milhões de passageiros.

TAP cresce 15,7% em Novembro e melhora ocupação dos voos em 2,1 pontos

06-12-2019 (15h50)

A TAP informou hoje que em Novembro, um dos meses mais fracos para as companhias de aviação do hemisfério Norte, teve um crescimento do tráfego medido em passageiros x quilómetros voados (RPK, na sigla do inglês) em 15,7%, conseguindo assim uma melhoria da taxa de ocupação dos voos em 2,1 pontos, mesmo tendo feito um aumento de capacidade em 12,5%.

TAP faz dois voos extra para transportar passageiros retidos na Madeira

06-12-2019 (13h44)

A TAP vai fazer hoje dois voos extra para transportar os passageiros retidos na Madeira devido aos ventos fortes que ontem impediram todas as partidas e chegadas previstas para o aeroporto do Funchal.

TAAG junta operadores e parceiros para jantar de Natal em Lisboa

06-12-2019 (11h44)

A companhia de aviação angolana TAAG juntou operadores turísticos e outros parceiros esta quinta-feira em Lisboa, para um jantar de Natal que encerrou com uma actuação do novo embaixador da companhia, o cantor Matias Damásio.

Mais de 20 voos cancelados na Madeira devido ao mau tempo

05-12-2019 (17h01)

Os ventos fortes que se fazem sentir no arquipélago da Madeira obrigaram ao cancelamento de mais de 20 voos programados para hoje, de acordo com a informação da ANA - Aeroportos de Portugal consultada pelo PressTUR.

Noticias mais lidas