David Neeleman dá por concluída a questão dos prémios na TAP

11-06-2019 (10h46)

“Estas coisas acontecem e virámos uma página no fim de semana. Foi um mal-entendido”, disse David Neeleman, accionista da TAP, ao comentar o modelo de atribuição de prémios da companhia, que o primeiro-ministro, António Costa, classificou como “incompatível com os padrões de sobriedade” que devem existir em empresas participadas pelo Estado.

O empresário falava em São Francisco, no Consulado de Portugal, no dia em que a TAP inaugurou uma rota para aquela cidade.

David Neeleman fez eco do comunicado enviado pela TAP este Sábado, dia 8 de Junho, a dar conta deste “mal-entendido” e a sugerir a criação de um comité de recursos humanos para ajudar a gerir estas questões.

Na mesma ocasião, Miguel Frasquilho, presidente do Conselho de Administração, não quis comentar directamente este assunto, mas deixou uma “palavra de apreço a todos os trabalhadores da TAP”.

No comunicado enviado este Sábado, dia 8 de Junho, a TAP “reconhece que se verificou um mal entendido relativamente à deliberação que resultou da discussão no âmbito da reunião do Conselho de Administração de Março de 2019 na qual foi discutido o modelo de avaliação de desempenho e avaliação dos colaboradores e em que foi deliberado não distribuir prémios com base na componente «resultados da empresa», conforme recomendação dos administradores indicados pela Parpública”.

Na sequência dessa deliberação, a Comissão Executiva “aprovou uma distribuição de prémios por um conjunto de colaboradores, não aplicando a componente «resultados da empresa» conforme a referida recomendação mas não tendo informado o Conselho de Administração relativamente ao universo e montantes que vieram efectivamente a ser aprovados pela Comissão Executiva e pagos”.

O comunicado salienta que “a Comissão Executiva não recebeu qualquer prémio ou remuneração variável, matéria aliás da exclusiva competência da comissão de vencimentos”.

Assim, “o Conselho de Administração entende que é necessário melhorar a articulação relativamente a esta matéria, pelo que, na sequência de sugestão formulada pela Comissão Executiva, para reforço do modelo de governo da TAP, SGPS, SA promoverá a criação no seio do Conselho de Administração de um Comité de Recursos Humanos que será presidido pelo Presidente da Comissão Executiva e com atribuições e competências similares às Comissões de Estratégia e de Auditoria e Matérias Financeiras já existentes”.

“Sem prejuízo do propósito inscrito no ponto anterior, a Comissão Executiva assume o compromisso de apresentar de forma destacada na proposta de orçamento anual o montante total máximo dos prémios a serem distribuídos em cada ano”, acrescenta o comunicado da transportadora.

“O Comité de Recursos Humanos promoverá a elaboração de um  plano de possível participação nos lucros para cada grupo de trabalhadores da TAP tendo em consideração a realidade atual de cada grupo”, conclui a nota.

A Lusa noticiou no final da semana passada que a TAP pagou prémios de 1,171 milhões de euros a 180 trabalhadores, incluindo dois de 110 mil euros atribuídos a dois quadros superiores, num ano em que a companhia teve prejuízos de 118 milhões de euros.

O Governo, que detém 50% da TAP, mostrou-se muito crítico desta decisão, tendo o ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, falado em “quebra de confiança”, enquanto o primeiro-ministro, António Costa, considerou o modelo de atribuição de prémios “incompatível com os padrões de sobriedade” que devem existir em empresas participadas pelo Estado (clique para ler: Modelo de prémios da TAP é “incompatível” com padrões de uma empresa participada pelo Estado, primeiro-ministro).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: TAP

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroporto de Lisboa vai ter uma nova área de chegadas com mais cinco postos de controlo

21-08-2019 (16h30)

O aeroporto de Lisboa vai ter a partir de final de Setembro/início de Outubro mais cinco postos de controlo do Serviço de Estangeiros e Fronteiras (SEF) numa nova área de chegadas, disse Isabel Oneto, secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna.

Lisboa foi Top5 de crescimento de passageiros na Europa no primeiro semestre

21-08-2019 (15h37)

O ACI Europa, associação que reúne mais de 500 aeroportos europeus, cotou o Aeroporto de Lisboa como um dos grandes aeroportos do continente com mais forte crescimento do número de passageiros no primeiro semestre.

Tráfego aéreo de/para Portugal cresce acima da média da UE no 1º semestre

21-08-2019 (15h29)

Portugal foi um dos países cujos aeroportos tiveram aumentos de passageiros no primeiro semestre “bem acima da média da União Europeia”, informou o ACI Europe, associação que conta com mais de 500 aeroportos em 45 países europeus, que em 2018 somaram mais de 2,3 mil milhões de passageiros.

Ryanair diz que no primeiro dia de greve do SNPVAC teve “mais funcionários” do que necessitava

21-08-2019 (12h29)

A Ryanair assegura, em informação publicada no seu website, que hoje de manhã, primeiro dia de greve de tripulantes de cabina em Portugal convocada pelo SNPVAC, teve “mais funcionários” do que precisava para realizar todos os voos programados de/para aeroportos portugueses.

Portugal é a origem de passageiros para Espanha com aumento mais forte de lugares de avião

20-08-2019 (16h15)

Espanha tem este Agosto +15,5% de lugares de avião em voos de Portugal, que é assim a origem de passageiros com mais forte aumento de lugares no mês, de acordo com uma informação da Turespaña, organismo do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo de Espanha.

Noticias mais lidas