Crise no Médio Oriente bloqueia ligações aéreas com o Qatar

06-06-2017 (12h22)

Foto: Qatar Airways
Foto: Qatar Airways

A companhia aérea Qatar Airways suspendeu todos os seus voos para Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egipto e Bahrain, na sequência do corte de relações diplomáticas de uma série de países com o Qatar esta segunda-feira.

Os voos estão suspensos “até novo aviso” e os passageiros com reservas para os voos afectados terão opções alternativas, incluindo reembolso total ou alteração da reserva para outro voo Qatar Airways, informou a companhia aérea em comunicado.

A suspensão dos voos da Qatar Airways para estes quatro países ocorre um dia após o corte de relações diplomáticas de uma série de países com o Qatar e após a suspensão dos voos de e para Doha de várias companhias aéreas.

Os Emirados Árabes Unidos (EAU), Arábia Saudita, Egipto, Bahrain, Líbia, Iémen e Maldivas cortaram relações diplomáticas com o Qatar, acusando-o de apoiar grupos terroristas, uma acusação que o Qatar diz ser desprovida de justificação legítima.

A Arábia Saudita fechou as suas fronteiras com o Qatar e suspendeu contacto aéreo, terrestre e marítimo com o país.

A imprensa internacional classifica a situação como a maior crise diplomática no Golfo Pérsico desde 1991, com a guerra contra o Iraque liderada pelos Estados Unidos.

Informações de companhias aéreas aos GDS, que são os sistemas de reservas de voos utilizados pelas agências de viagens, indicam que estão suspensos todos os voos para Doha das transportadoras Air Arabia, Air Cairo, Egypt Air, Emirates, Etihad Airways, Flydubai, Gulf Air e Saudia.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Médio Oriente

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CEO da TAP defende direito a sonhar com liderar tráfego entre a Europa e a América do Norte

20-06-2018 (17h57)

Embora tenha pela frente concorrentes como a British Airways, que ainda em 4 de Maio começou a voar de Londres-Heathrow para Nashville, sua 26ª cidade nos Estados Unidos, o CEO da TAP reivindicou hoje no Porto o direito a da companhia a “sonhar grande em relação a ser a principal companhia aérea que liga a Europa à América do Norte”.

CEO da TAP garante aposta no Porto e ironiza: “a concorrência que se cuide”

20-06-2018 (17h51)

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro "é historicamente um dos alicerces da TAP", que tem um "compromisso total e absoluto" com o Porto, garantiu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, que rematou com um: "Queremos ter uma posição dominante no Porto, e a concorrência que se cuide".

Antonoaldo Neves reconhece pontualidade como “problema gravíssimo” da TAP

20-06-2018 (17h48)

"Temos um problema gravíssimo de pontualidade na ponte aérea e na TAP em geral", reconheceu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, na sessão de balanço da operação da companhia aérea no Porto admitiu, que assegurou tratar-se de um "desafio" a superar nos próximos tempos.

Exportações portuguesas de transporte aéreo de passageiros voltam a crescer acima de 20% em Abril

20-06-2018 (16h28)

As empresas portuguesas de transporte aéreo de passageiros, as maiores das quais a TAP, a Azores Airlines, a euroAtlantic e a Hi Fly, aumentaram em Abril as vendas ao estrangeiro em 23,2%, alcançando assim um aumento médio em 15,3% no quadrimestre.

CEO da TAP diz que auditoria do TdC é "assunto de accionista" mas afirma-se "confiante" no futuro

20-06-2018 (14h56)

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, escusou-se hoje a comentar a auditoria do Tribunal de Contas (TdC) que aponta uma acrescida "exposição" do Estado português a "contingências adversas" da companhia, mas dizendo estar "confiante" num bom desempenho financeiro da empresa.