Crescimento da TAP em Lisboa dá mais um milhão de passageiros até ao fim de Maio

09-06-2017 (16h23)

A TAP transportou de/para Lisboa este ano mais um milhão de passageiros que nos primeiros cinco meses de 2016, mostram os dados a que o PressTUR teve acesso, pelos quais se conclui que o seu crescimento fica próximo de representar a totalidade do tráfego nesse período da Ryanair, segunda maior companhia no Aeroporto Humberto Delgado.

Os dados a que o PressTUR teve acesso indicam que a Ryanair somou 1,176 milhões de passageiros nos primeiros cinco meses deste ano, com um aumento em 15,3% ou 156,1 mil face ao período homólogo de 2016, enquanto a TAP, com um aumento em 28,6%, somou mais 1,072 milhões que há um ano e totalizou 4,825 milhões.

TAP e Ryanair são as companhias com os maiores aumentos de passageiros em Lisboa nos primeiros cinco meses deste ano, seguindo-se a Transavia.com, com mais 71,5 mil (+33,3%, para 286,5 mil), a Monarch, com mais 64,5 mil (+905,1%, para 71,7 mil, o que reflecte o facto de no ano passado estar a iniciar as operações em Lisboa), a Vueling, com mais 43 mil (+22,3%, para 236,2 mil), e a TAAG, com mais 31,3 mil (+37,7%, para 114,5 mil), a que há que somar o impacto do início das operações em Lisboa também da brasileira Azul, que há um ano ainda não voava de/para a capital portuguesa, e nos primeiros cinco meses deste ano soma 50,6 mil passageiros.

Além dessas companhias, com aumentos acima de 20 mil passageiros, estão ainda a Wizz Air, com mais 29,9 mil (+88,4%, para 63,7 mil), a Azores Airlines (antiga SATA Internacional), com mais 24,9 mil (+16,3%, para 177,9 mil), a Brussels, com mais 23,4 mil (+52%, para 68,3 mil), e a Swiss, com mais 20,2 mil (+25,5%, para 99,6 mil).

Entre as 40 companhias com mais passageiros no Aeroporto de Lisboa no mês de Maio, apenas nove estão com menos passageiros nos primeiros cinco meses que há um ano, e a Emirates, que reduziu a frequência de voos entre o Dubai e Lisboa de dois para um por dia, é a que tem a maior quebra, de 25,8 mil passageiros (-19,9%, para 104,1 mil).

Seguem-se a Aigle Azur, com menos 18,5 mil (-22,7%, para 62,8 mil), e a Iberia, com menos 18,3 mil (-10,1%, para 162,8 mil.

A Iberia mantém-se ainda assim no Top10 das companhias em número de passageiros em Lisboa nos primeiros cinco meses deste ano, depois da TAP (4,825 milhões), Ryanair (1,176 milhões), easyJet (960,3 mil), Transavia.com (286,5 mil), Vueling (236,2 mil), Lufthansa (225,1 mil), Azores Airlines (177,9 mil) e Air France (172,9 mil).

A queda da Iberia é tanto mais expressiva quanto ocorre apesar de o número de passageiros em voos de para Madrid estar a subir 14,5%.

 

Para ler mais sobre o Aeroporto de Lisboa nos primeiros cinco meses clique:

Aeroporto de Lisboa já passou os 9,7 milhões de passageiros, com internacional a crescer 22,9%

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aeroporto de Lisboa

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Lisboa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

IATA declara perspectivar 2019 com “optimismo cauteloso”, mas lucros a subirem 9,9%

12-12-2018 (17h33)

A IATA avançou hoje previsões para 2019, dizendo que encara o ano que vem com “optimismo cauteloso”, mas avançando que antecipa um aumento do lucro líquido do sector em 9,9%, para 35,5 mil milhões de dólares.

Vueling vai voar Lisboa – Valência no próximo Verão

12-12-2018 (17h00)

A Vueling, companhia de aviação do grupo IAG, de que fazem parte também a Iberia e a British Airways, vai voar três vezes por semana entre Lisboa e Valência no próximo Verão.

Ryanair ‘folga’ no dia de Natal

12-12-2018 (16h04)

A low cost Ryanair indicou hoje que não terá voos entre as 17h55 da véspera de Natal, hora a que prevê a última aterragem, e o dia 26, salientando que o 25 de Dezembro é “o único dia do ano em que a Ryanair não opera”.

Aeroporto de Faro sai de série de quebras para aumento de passageiros em quase 16% em Novembro

12-12-2018 (15h03)

O Aeroporto de Faro, que esteve a registar quedas de passageiros em vários meses deste ano, em Novembro quase recuperou da totalidade dessas quedas com um aumento de passageiros em 15,8%, com +20,3% nos voos de/para o Reino Unido, sua principal origem/destino de passageiros.

Avianca Brasil recorre à protecção de credores para resistir aos donos dos seus aviões

12-12-2018 (14h57)

A Avianca Brasil, uma das companhias de aviação do grupo Synergy dos irmãos Efromovich, recorreu à figura da protecção de credores, devido, segundo afirmou, “à resistência de arrendadores de suas aeronaves a um acordo amigável”.