Contas da SATA representam “desvio” do “objetivo declarado" — Governo dos Açores

09-10-2019 (14h12)

Foto: SATA Azores Airlines
Foto: SATA Azores Airlines

A secretária Regional dos Transportes do Governo dos Açores, Ana Cunha, comentou que as contas do primeiro semestre da transportadora aérea SATA representam um “desvio” face ao “objetivo declarado” pela Administração da empresa.

As duas companhias do grupo da SATA registaram no primeiro semestre de 2019 um prejuízo de 33,5 milhões de euros, cabendo à Azores Airlines — que voa de/para fora dos Açores — a maior fatia das perdas, de 26,9 milhões.

Em conferência de imprensa recentemente em Ponta Delgada, o presidente do Conselho de Administração da SATA, António Teixeira, indicou que o prejuízo da SATA Air Açores, que faz as ligações entre as nove ilhas do arquipélago, foi de 6,64 milhões de euros.

Em 2018, a SATA registou um prejuízo de 53,3 milhões de euros, um agravamento de 12,3 milhões face ao ano de 2017.

Na apresentação das contas, o presidente da empresa manifestou a intenção de baixar os prejuízos este ano para cerca de metade do registado em 2018, o que foi já assumido como um “compromisso comprometido”.

A Cunha, que tutela no executivo regional os Transportes, comentou agora que é preciso continuar a implementar o plano de reestruturação da empresa, havendo “algumas medidas já conhecidas” e apresentadas pela Administração da empresa precisamente na conferência de imprensa em que divulgou os resultados do semestre.

A conclusão do processo de phase out (fim de vida) do Airbus A310, a otimização de escalonamentos de tripulações e a melhoria da regularidade e pontualidade dos voos, com impacto positivo nas compensações financeiras a passageiros, são algumas das medidas destacadas pela Administração.

Nos voos domésticos, haverá progressivamente a adopção de uma classe económica única e uma alteração do sistema de catering e está em negociação o outsourcing do call center da empresa, que só avançará “caso haja benefício directo para o grupo SATA”, é referido.

Ana Cunha foi ouvida ontem a propósito de uma petição que pede que a Assembleia Legislativa dos Açores delibere no sentido de dar instruções ao Governo Regional para nomear, com caráter de urgência, uma Comissão de Gestão da SATA.

Para a governante, esta figura jurídica “não tem enquadramento normativo” e as “competências” que a petição prevê para a comissão “são as de um Conselho de Administração, tal como resulta da lei”.

Para o primeiro peticionário, André Silveira, também ouvido pelos parlamentares da Comissão de Economia, há uma “enorme preocupação da sociedade em geral sobre o estado financeiro e operacional” da transportadora açoriana, pedindo o responsável um “acordo alargado entre as forças políticas” para, no “médio a longo prazo”, haver uma “solução estável com profissionais” do setor que administrem a empresa.

André Silveira reconheceu que a ideia da Comissão de Gestão seria substituir-se “ao papel do Governo Regional” na gestão da empresa.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: SATA

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pilotos de aviões B767-300 da euroAtlantic certificados para voar para Madeira

15-11-2019 (11h35)

A companhia de aviação euroAtlantic anunciou que os pilotos dos seus aviões B767-300ER já estão certificados para voar para a Madeira.

ANAC compreende frustração no aeroporto da Madeira, mas “os ventos mudaram”

15-11-2019 (10h31)

O presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) disse hoje à Lusa compreender a frustração com as dificuldades de operação no aeroporto da Madeira, mas adverte que “os ventos mudaram”.

“Não creio que tenhamos chegado já a um entendimento” com a TAP, presidente da APAVT

14-11-2019 (20h25)

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, considera que as agências de viagens e a TAP ainda não chegaram a um entendimento e precisam de procurar soluções “que respeitem” os dois lados em matérias como o novo modelo de distribuição da companhia aérea.

Recuperar a SATA “parece uma tarefa inacessível”, Pedro Costa Ferreira

14-11-2019 (19h35)

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, afirmou que recuperar a confiança na operação da SATA, “de cujo percurso, dir-se-ia, pior seria impossível”, parece ser “uma tarefa inacessível a simples humanos”.

TAP baptiza novo A321 LR com nome de Jorge de Sena

13-11-2019 (13h08)

A TAP baptizou um dos seus novos aviões A321 Long Range com o nome Jorge de Sena, em homenagem ao “poeta português que se naturalizou brasileiro e estreitou as relações culturais e literárias entre Portugal e o Brasil”.

Noticias mais lidas