British Airways e Lufthansa suspendem “abruptamente” voos para o Cairo por “razões de segurança”

21-07-2019 (16h39)

Foto: Nick Morris/British Airways
Foto: Nick Morris/British Airways

British Airways e Lufthansa surpreenderam ontem os passageiros com a suspensão dos seus voos para o Cairo, por uma semana no caso da britânica e apenas por um dia no caso da alemã, que a imprensa internacional relaciona com o aviso emitido pelo Governo britânico de aumento de risco de ataques terroristas contra aviões no Egipto.

O “The New York Times” noticiou que a suspensão dos voos foi anunciada ontem “abruptamente”, acrescentando que foi “um dia depois” de o Governo britânico actualizar o aviso sobre viagens ao Egipto, recomendando que não se façam viagens não essenciais para grande parte da Península do Sinai, regiões a Oeste do Vale do Nilo e Cairo.

O aviso diz que há um risco acrescido de terrorismo contra a aviação, indica a imprensa internacional, que refere que igualmente o Departamento de Estado (Ministério dos Negócios Estrangeiros) dos Estados Unidos alertou para “riscos para a aviação civil dentro ou nas proximidades do Egipto”.

O diário norte-americano cita o cientista político Youssef Chouhoud, da Christopher Newport University, na Virgínia, que no Twitter perguntou o que é que a British Airways saberia que mais ninguém sabia para ter cancelado os voos para o Cairo.

A imprensa também assinalava o facto de actualmente o Reino Unido viver uma situação tensa com o Irão, pelo apresamento de um petroleiro britânico.

A informação da Lufthansa sobre o cancelamento de voos para o Cairo especificava que vigorava ontem, dia 20, “por precaução, anunciava a retoma dos voos hoje e previa “fazer todos os voos programados”.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Médio Oriente

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Balanço do LATAM evidencia recuperação ‘explosiva’ da aviação no Brasil

16-08-2019 (16h15)

O LATAM, maior grupo de aviação comercial da América Latina, cuja subsidiária brasileira, a LATAM Brasil (antiga TAM), é líder brasileira em voos internacionais, indicou que no segundo trimestre teve um aumento da receita unitária (por lugar voado um quilómetro) de 18,7%, atingindo 29,5% em reais.

Levantadas restrições ao abastecimento no aeroporto de Lisboa, ANA Aeroportos

16-08-2019 (12h35)

As restrições ao abastecimento de aviões no aeroporto de Lisboa, em vigor desde segunda-feira, foram hoje levantadas, disse à Lusa fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal.

Grupo SATA transportou mais 8% de passageiros no primeiro semestre

16-08-2019 (11h59)

As companhias aéreas SATA Air Açores e Azores Airlines transportaram 705,7 mil passageiros no primeiro semestre, mais 8% ou mais 52,5 mil que no período homólogo do ano passado, anunciou o Grupo SATA.

Lauak vai produzir em Grândola peças para aviões A320

16-08-2019 (11h39)

A Lauak vai implementar uma unidade de produção de preças para aviões A320 em Grândola, com um investimento de 33 milhões de euros com apoio de fundos comunitários.

Trabalhadores da Grounforce realizam concentração para exigir estacionamento

16-08-2019 (11h24)

Os trabalhadores da Groundforce, reunidos na quinta-feira em plenário, aprovaram a realização de uma concentração no Ministério das Infraestruturas, com data a definir, para entrega de um abaixo-assinado a exigir estacionamento nas zonas limítrofes aos aeroportos e devolução das multas.

Noticias mais lidas