British Airways e Iberia anunciam acordos de utilização do seu NDC

09-10-2017 (09h15)

As duas maiores companhias do IAG, a British Airways e a Iberia, anunciaram que mais uma TMC e duas redes de agências de lazer aderiram à sua distribuição via NDC, evitando pagar a taxa de 9,50 euros que passarão a aplicar a partir de 1 de Novembro às reservas via GDS.

A informação identifica a TMC como sendo o Hogg Robinson Group (HRG), com o qual tem um acordo que exclui os mercados do Reino Unido, Itália e Suíça, mas o seu CEO Bill Brindle assegurou que a empresa está a trabalhar no sentido de ter idêntico acordo para o mercado brutânico.

A edição electrónica do “Travel Weekly” noticia, no entanto, que não é certo que o HRG utilize desde já conexões NDC como exigem as companhias do IAG, escrevendo que lhe bastou mostrar vontade de “estabelecer as conexões técnicas requeridas pelo NDC”.

Relativamente às redes de agências de viagens de lazer, a informação da British Airways e Iberia indica tratar-se do Lotus Group, que opera as marcas DialFlight e Supertravel, e do grupo Travel Up, ambos baseados no Reino Unido.

Em Espanha, entretanto, as duas companhias do IAG anunciaram um acordo com a associação que reúne os principais fornecedores de software de gestão para agências de viagens, a ATICAV, para “facilitar o desenvolvimento da integração no sistema NDC”.

O acordo evidencia os custos em que as agências de viagens têm que incorrer para adoptarem as conexões NDC ao assinalar que um dos objectivos é facilitar o acesso exigido por British Airways e Iberia pelas agências que não tenham possibilidade de desenvolver por si próprias as conexões necessárias.

Em Maio passado, British Airways e Iberia anunciaram que a partir de 1 de Novembro cobrarão 9,50 euros por reserva que as agências de viagens façam através dos GDS, mas que essa taxa poderá ser evitada se as reservas forem efectuadas em conexões baseadas em NDC ( do inglês para New Distribution Capability), um conjunto de standards que têm estado a ser impulsionados pela IATA.

As duas maiores companhias do IAG juntaram-se assim à Lufthansa, que desde 1 de Janeiro de 2015 aplica uma Distribution Cost Charge (DCC) de 16 euros por reserva em GDS, para obrigar as agências de viagens a utilizarem o seu sistema de reservas directas.

 

Para ler mais clique:

British Airways e Iberia vão cobrar taxa nas reservas em GDS a partir de Novembro

Lufthansa confirma taxa GDS desde hoje e anuncia aposta novos canais directos

 

Clique para mais notícias: IAG

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Sindicato dos pilotos da British Airways marca três dias de greve em Setembro

24-08-2019 (17h26)

O BALPA, sindicato dos pilotos da British Airways (BA), maior companhia de aviação do IAG, segundo maior grupo aéreo europeu, com 67,88 milhões e passageiros transportados nos primeiros sete meses deste ano, marcou greves dos seus associados para os dias 9, 10 e 27 de Setembro para exigir melhorias salariais.

Governo de São Tomé escolhe Ceiba/White para substituir euroAtlantic na STP Airways

24-08-2019 (17h05)

A Ceiba, companhia de aviação da Guiné Equatorial, cujos voos para a Europa são operados pela portuguesa White, é a próxima parceira operacional da STP Airways, em lugar da portuguesa euroAtlantic, que é accionista e operadora dos voos da companhia são-tomense desde a sua fundação, em 2008.

Air Europa amplia ligações entre Espanha e o nordeste brasileiro com voos para Fortaleza

23-08-2019 (15h38)

A Air Europa, única companhia espanhola com voos directos entre Espanha e o nordeste brasileiro, disputando esse mercado com a TAP, marcou para Dezembro a introdução do seu terceiro destino nessa região do Brasil, Fortaleza, depois de Salvador e Recife, que lhe valeram 80 mil passageiros nos primeiros sete meses deste ano, com um aumento homólogo em 8,3%.

Air Europa vai voar Madrid – Fortaleza a partir de 20 de Dezembro

23-08-2019 (13h58)

A Air Europa, companhia do grupo Globalia, de que fazem parte o operador turístico Travelplan e os hotéis Be Live, vai voar Madrid – Fortaleza a partir de 20 de Dezembro, inicialmente com dois voos por semana e, a partir de Junho, com três voos por semana.

Programa nacional de segurança da aviação civil prevê auditorias aos aeroportos

23-08-2019 (13h43)

O Governo aprovou ontem em Conselho de Ministros o diploma que define as responsabilidades dos intervenientes no sector da aviação na implementação das normas da aviação civil e que prevê a realização de auditorias aos aeroportos.

Noticias mais lidas