Barcelona lidera aumentos de passageiros nos Aeroportos espanhóis

13-09-2017 (14h22)

Com mais 242,6 mil passageiros em Agosto e mais 2,35 milhões nos primeiros oito meses do ano, o Aeroporto de Barcelona El Prat é o líder em crescimento dos aeroportos espanhóis, que tiveram aumentos de 1,6 milhões (+6,2%) em Agosto e de quase 13 milhões entre Janeiro e Agosto, inclusive.

Dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pelo PresssTUR mostram que ainda assim o Adolfo Suárez Madrid Barajas mantém-se o maior aeroporto espanhol, com 4,95 milhões de passageiros em Agosto e 35,42 milhões no conjunto dos primeiros oito meses, com aumentos em 3,3% ou 158,4 mil e em 6,3% ou 2,11 milhões, respectivamente, nesses dois períodos.

Barcelona El Prat, por sua vez, é o segundo maior, com 4,94 milhões de passageiros em Agosto e 32,08 milhões de Janeiro a Agosto, inclusive.

Os dados da AENA mostram que Agosto três aeroportos contabilizaram mais de quatro milhões de passageiros, pois além de Madrid e Barcelona também Palma de Maiorca ultrapassou essa marca, atingindo 4,17 milhões, em resultado de um aumento em 4,9% ou 194,4 mil.

A esse trio seguiram-se Málaga, com 2,17 milhões, Alicante, com 1,61 milhões, Ibiza, com 1,41 milhões, e Gran Canária, com 1,09 milhões.

Neste grupo evidenciaram-se Málaga e Alicante com crescimentos a dois dígitos, em 11,3% e 11,7%, respectivamente, seguidos por Gran Canária, com +7,6%, e Ibiza, com +1,6%.

Em valor absoluto, Málaga foi mesmo o aeroporto espanhol que teve o maior aumento de passageiros do mês de Agosto, com mais 220,5 mil, à frente de Palma de Maiorca, com mais 194,4 mil, Alicante, com mais 168,8 mil, e Madrid, com mais 158,4 mil.

Nos oito meses de Janeiro a Agosto, em que Barcelona é também o nº 1 em aumento de passageiros em valor absoluto, ainda com aumentos acima de um milhão estiveram Madrid, com mais 2,11 milhões (+6,3%), Málaga, com mais 1,45 milhões (+12,8%), Palma de Maiorca, com mais 1,16 milhões, e Alicante com mais 1,1 milhões.

Além de Madrid, com 35,42 milhões, e Barcelona, com 32,08 milhões, mais dois aeroportos espanhóis ultrapassaram os dez milhões de passageiros nos primeiros oito meses deste ano, Palma de Maiorca, com 19,7 milhões (+6,3% que há um ano), e Málaga, com 12,75 milhões (+12,8%).

Seguiram-se, com mais de cinco milhões, Alicante, com 9,44 milhões (+13,2%), Gran Canária, com 8,44 milhões (+6,8%), Tenerife Sul, com 7,42 milhões (+8,5%), e Ibiza, com 5,68 milhões (+6,6%).

 

Clique para mais notícias: Aeroportos espanhóis

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Sindicato belga alerta para mais greves se “a Ryanair não mudar”

19-10-2018 (17h22)

O sindicato belga CNE, que representa tripulantes de cabina da Ryanair, ameaçou organizar vários dias de greve antes do final do ano se a companhia “não mudar radicalmente de posição e atitude”.

Ryanair chega a acordo com sindicato dos pilotos portugueses

19-10-2018 (10h30)

A Ryanair chegou a acordo com o sindicato português dos pilotos SPAC, o que “servirá de base para acordos relativos a antiguidade e transferência de base”.

Grupo Air France KLM anuncia 44 novas rotas este Inverno IATA 2017/2018

18-10-2018 (18h11)

O grupo Air France KLM, nº 1 da aviação europeia em tráfego medido em RPK (passageiros x quilómetros voados), anunciou hoje que este Inverno IATA, que vai de dia 28 de Outubro a 30 de Março, terá 44 novas rotas e uma frota mais moderna e com cabinas novas.

Governo ainda está em negociações relativamente ao aeroporto do Montijo – Pedro Marques

18-10-2018 (17h43)

O Governo ainda está em negociações relativamente ao novo aeroporto do Montijo e não sabe quando será assinado o acordo com a ANA -Aeroportos de Portugal, disse ontem o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

Compras de passagens aéreas ao estrangeiro caem 10,5% em Agosto

18-10-2018 (17h06)

As compras de passagens aéreas a companhias estrangeiras, contabilizadas pelo Banco de Portugal como importações, caíram 10,5% em Agosto, o que ‘acomodou’ um abrandamento das vendas ao estrangeiro (exportações) para 3,3%.