Azul volta a crescer a dois dígitos em Novembro

06-12-2018 (13h34)

Foto: Azul
Foto: Azul

A companhia de aviação brasileira Azul, fundada e presidida por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, informou hoje que em Novembro teve crescimento do tráfego em 14,4%, com +12,9% em voos domésticos e +19,8% em internacionais.

A Azul, que ao contrário da sua ‘irmã’ portuguesa publica mensalmente os dados de tráfego em RPK e ASK, medidas que levam em conta as distâncias voadas, indica que dessa forma melhorou a taxa de ocupação média em 1,5 pontos, para 83,6%, com +1,6 pontos em voos domésticos, para 82,5%, e +0,8 pontos em voos internacionais, nos quais alcançou 87,7%.

No conjunto dos 11 meses desde o início deste ano, porém, a Azul mantém queda da taxa de ocupação dos voos internacionais, com uma descida de 3,1 pontos, para 86,8%.

Esta queda, de acordo com os dados divulgados hoje, não impede, porém, que a taxa de ocupação média da companhia esteja em alta de 0,3%, para 82,2%, pelo aumento de 0,6 pontos nos voos domésticos, para 80,7%.

Isto acontece porque apesar de a Azul ter um crescimento médio do tráfego em voos internacionais de 49,4% face a +8,3% em voos domésticos, que significa que estes contribuíram apenas para 40% do crescimento, o seu ‘peso’ na actividade global situa-se em 74%.

Os voos internacionais ganharam assim 5,7 pontos, para 26% do tráfego total, que no conjunto dos primeiros onze meses foi de 16,7%.

“A maior parte do nosso crescimento está vindo dos 18 A320neos na nossa frota atual, que estão substituindo aeronaves menores nos mercados em que já operamos”, diz uma declaração do CEO da Azul, John Rodgerson, citada no comunicado em que são divulgados os resultados de tráfego em Novembro e nos primeiros onze meses deste ano.

O executivo começa por realçar que “mais uma vez aumentamos em dois dígitos a nossa capacidade e crescemos nossa taxa de ocupação doméstica e internacional ante um sólido ambiente de demanda no Brasil”.

 

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair lança-se na venda de bilhetes para eventos desportivos

14-12-2018 (17h12)

A Ryanair anunciou que começou a comercializar bilhetes para eventos desportivos, designadamente para jogos de futebol das primeiras divisões espanhola e francesa.

Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país

14-12-2018 (16h59)

O Presidente do Brasil, Michel Temer, assinou uma medida provisória que abre espaço para que estrangeiros assumam 100% do controlo do capital das companhias aéreas do país.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

Ultimas Noticias