Azul já recebeu 100 mil passageiros TAP, maioritariamente em Recife e Belo Horizonte

24-10-2017 (11h16)

A Azul, companhia aérea brasileira fundada por David Neeleman, já encaminhou nos seus voos domésticos cem mil passageiros da TAP, companhia portuguesa de que David Neeleman é o accionista preponderante na gestão, segundo um comunicado divulgado no Brasil, que diz que essa marca foi atingida ontem, dia 23.

TAP e Azul estão a trabalhar no sentido de obterem a imunidade anti-trust para criarem uma joint-venture que lhes permita vender indistintamente os voos uma da outra (para ler mais clique: TAP espera aprovação da joint-venture com a Azul “nos próximos meses”).

O comunicado citado pela imprensa brasileira acrescenta que os dois hubs da Azul onde a companhia brasileira recebeu mais passageiros de voos TAP procedentes de Portugal foram Recife e Belo Horizonte, que somaram quase metade dos cem mil contabilizados desde o início de 2016.

“Essa marca nos deixa muito animados e é resultado de uma parceria que oferece o serviço mais conveniente para quem chega ao Brasil e para quem vai à Europa. Vamos continuar investindo na ampliação de nossa malha de voos, assim como manteremos o foco em oferecer a melhor experiência de viagem para nossos clientes”, diz uma declaração de David Neeleman citada nessa comunicado, o qual também cita Miguel Frasquilho, chairman da TAP.

A informação diz que Miguel Frasquilho, em visita ao Brasil e às unidades da Azul em São Paulo e Campinas, comentou que “o Brasil é um mercado de extrema relevância para a TAP” e que as operações da companhia portuguesa “se complementam muito bem com as da Azul e consolidam a vasta rede de destinos no Brasil”.

Há menos de duas semanas, no dia 11, em comunicado sobre o número de passageiros que transportou em Setembro, a TAP deu também realce aos contributos das suas parcerias no Brasil e nos Estados Unidos, dizendo em relação ao primeiro que “o code-share com a Azul trouxe já aos aviões da TAP, entre Janeiro e Julho, mais de 65 mil passageiros, enquanto o code-share com a GOL, por seu turno, contribuiu com 47 mil passageiros para os voos da Companhia portuguesa”.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo TAP prepara-se para entrar em bolsa a partir de 2020

22-03-2019 (18h21)

A TAP SGPS está a trabalhar para, a partir de 2020, estar pronta a avançar com uma IPO (Oferta Pública Inicial), com uma percentagem entre 15% e 30%, anunciou hoje o presidente da Comissão Executiva do grupo.

Grupo TAP tem prejuízo de 118 milhões de euros em “ano necessário”

22-03-2019 (18h06)

O Grupo TAP passou de um lucro de 21,2 milhões de euros em 2017 para um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, um ano de transformação necessária para preparar o futuro, segundo descreveram hoje Miguel Frasquilho, Antonoaldo Neves e David Neeleman.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Companhia aérea indonésia cancela encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX

22-03-2019 (14h30)

A companhia aérea indonésia Garuda anunciou hoje o cancelamento de uma encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX, aparelho ligado a dois acidentes, o mais recente dos quais a 10 de Março, na Etiópia.