Avião da TAP ‘aterra’ no parque temático Kidzania

01-06-2017 (17h37)

Crianças do Porto, Algarve, Açores e Madeira participaram hoje em Lisboa na inauguração de uma nova atracção do parque temático Kidzania, um avião da TAP “onde os pequenos visitantes puderam experimentar ser pilotos por um dia”.

A iniciativa fez parte da celebração do Dia da Criança, a propósito do qual a TAP proporcionou o “baptismo de voo” a mais de 40 crianças.

“No âmbito do projecto “Abraçar Portugal” e tendo a cidade de Lisboa como ponto de encontro, a TAP ofereceu a viagem a estas crianças oriundas de escolas, institutos de solidariedade social e unidades hospitalares de várias localidades do país”, informou a companhia em comunicado.

A informação acrescenta que a companhia “proporcionou aos seus pequenos passageiros um dia único na KidZania, aproveitando a ocasião para inaugurar o seu avião naquele espaço”, com a presença do CEO Fernando Pinto.

“Durante a visita ao parque temático, as crianças puderam simular o check-in no voo, vestir fardas de assistente ou comissário de bordo e também entrar no cockpit para pilotar a aeronave”, prossegue a informação da TAP, que diz ainda que “coube ao comandante da TAP Ricardo Silva explicar o funcionamento do painel de controlo, ensinar algumas regras de segurança e dar dicas de pilotagem aos jovens tripulantes, que puderam levantar voo através do simulador disponibilizado para o efeito”.

O comunicado da TAP acrescenta que “para assinalar o novo acordo entre a TAP e a KidZania, bem como o Dia da Criança”, foram lançadas duas campanhas dirigidas aos Clientes Victoria.

Os passageiros Victoria Miles e Silver têm direito durante um ano a desconto de 10% no valor das entradas no KidZania, subindo para 20% no caso dos clientes Victoria Gold, os quais também “terão de oferta cinco kidZos extra, a moeda local da KidZania”.

“Adicionalmente, os Clientes Victoria terão um desconto de 50% em bilhetes-prémio para Portugal Continental, Madeira, Açores e Europa, adquiridos até ao final do dia de amanhã, 2 de Junho, para viajar entre 1 de Novembro e 10 de Dezembro deste ano”.

O acordo prevê ainda que os passageiros a usufruírem a opção de Stopove da TAP, têm um desconto de 15% no preço dos ingressos no parque.

 

Clique para mais notícias: TAP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CEO da TAP defende direito a sonhar com liderar tráfego entre a Europa e a América do Norte

20-06-2018 (17h57)

Embora tenha pela frente concorrentes como a British Airways, que ainda em 4 de Maio começou a voar de Londres-Heathrow para Nashville, sua 26ª cidade nos Estados Unidos, o CEO da TAP reivindicou hoje no Porto o direito a da companhia a “sonhar grande em relação a ser a principal companhia aérea que liga a Europa à América do Norte”.

CEO da TAP garante aposta no Porto e ironiza: “a concorrência que se cuide”

20-06-2018 (17h51)

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro "é historicamente um dos alicerces da TAP", que tem um "compromisso total e absoluto" com o Porto, garantiu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, que rematou com um: "Queremos ter uma posição dominante no Porto, e a concorrência que se cuide".

Antonoaldo Neves reconhece pontualidade como “problema gravíssimo” da TAP

20-06-2018 (17h48)

"Temos um problema gravíssimo de pontualidade na ponte aérea e na TAP em geral", reconheceu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, na sessão de balanço da operação da companhia aérea no Porto admitiu, que assegurou tratar-se de um "desafio" a superar nos próximos tempos.

Exportações portuguesas de transporte aéreo de passageiros voltam a crescer acima de 20% em Abril

20-06-2018 (16h28)

As empresas portuguesas de transporte aéreo de passageiros, as maiores das quais a TAP, a Azores Airlines, a euroAtlantic e a Hi Fly, aumentaram em Abril as vendas ao estrangeiro em 23,2%, alcançando assim um aumento médio em 15,3% no quadrimestre.

CEO da TAP diz que auditoria do TdC é "assunto de accionista" mas afirma-se "confiante" no futuro

20-06-2018 (14h56)

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, escusou-se hoje a comentar a auditoria do Tribunal de Contas (TdC) que aponta uma acrescida "exposição" do Estado português a "contingências adversas" da companhia, mas dizendo estar "confiante" num bom desempenho financeiro da empresa.