Aprovado projecto de lei que retira limite ao investimento estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras

21-03-2019 (18h07)

Avianca (imagem: staralliance.com)
Avianca (imagem: staralliance.com)

A Câmara de Deputados do Brasil aprovou um projecto de lei que retira o limite de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras, muito semelhante à Medida Provisória 863 editada em Dezembro de 2018 pelo ex-presidente Michel Temer, que foi preso hoje, 21 de Março, por suspeitas de corrupção.

O projecto de lei foi aprovado pela Câmara de Deputados brasileira com 329 votos a favor e 44 contra, adiantou a imprensa brasileira. O projecto vai seguir para avaliação por parte do Senado e depois para aprovação por parte do Presidente do Brasil.

Segundo este projecto de lei, que permite que uma companhia aérea brasileira tenha capital 100% estrangeiro, as companhias aéreas têm de ser constituídas segundo as leis do país, ter CNPJ brasileiro (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), e contar com sede e administração no Brasil. Há ainda a exigência de um mínimo de 30% de tripulação brasileira nos voos internacionais.

Em Dezembro de 2018, o então presidente Michel Temer editou a Medida Provisória 863, noticiada pelo PressTUR (Clique para ver: Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país), que já tinha aumentado o limite de 20% de investimento estrangeiro em companhias aéreas brasileiras para 100%. A MP 863, segundo o site do Congresso Nacional, é válida até 22 de Maio de 2019. (Para consultar a MP863 no site do Congresso Nacional do Brasil clique aqui)

O governo brasileiro pode optar por investir na tramitação do projecto de lei, ou pela conversão da MP 863 para lei.

O ex-presidente Michel Temer assumiu a presidência do Brasil em Agosto de 2016 após a destituição de Dilma Roussef, e terminou o seu mandato no final de 2018. Hoje, 21 de Março, foi detido pela divisão da Polícia Federal brasileira responsável pela Operação Lava Jato.

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Expansão da TAP “espera ansiosamente" pelo aeroporto no Montijo – Miguel Frasquilho

18-10-2019 (13h40)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, afirmou em Macau que a expansão da TAP depende da construção do novo aeroporto no Montijo, que a companhia aérea portuguesa “espera ansiosamente" para poder expandir na Portela, em Lisboa.

Presidente da TAP descarta voos directos para a China “num futuro imediato”

18-10-2019 (13h38)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, descartou a hipótese de a companhia fazer voos directos de Portugal para a China "num futuro imediato", apesar do crescimento de turistas daquele país asiático.

TAP anuncia mais 20% de capacidade para Luanda no próximo ano

17-10-2019 (14h53)

A TAP vai reforçar a sua capacidade para Luanda em mais 20% a partir do próximo ano, anunciou na capital angolana o seu Chief Marketing and Sales Officer, Abílio Martins, que realçou que para a companhia Angola “é um mercado estratégico”.

EgyptAir abre terceira rota para a China

17-10-2019 (13h47)

A companhia de aviação egípcia EgyptAir, parceira da TAP na Star Alliance, anunciou para finais do próximo mês a abertura da sua terceira rota para a China, do seu hub no Cairo para Hangzhou.

Swiss retoma hoje operação normal em A220

17-10-2019 (13h39)

A Swiss, companhia de aviação suíça do grupo Lufthansa, anunciou que hoje retoma o calendário normal de voos em Airbus A220, que decidiu interromper depois de na terça-feira ter tido que desviar para Paris um voo Londres Heathrow - Genebra porque um dos motores parou.

Noticias mais lidas