Apesar de ‘esgotado’, Aeroporto de Lisboa concentra mais de 85% dos novos voos de/para Portugal

18-06-2018 (15h41)

O Aeroporto de Lisboa, que gestores e governantes afirmam estar com a capacidade esgotada, é ainda assim o que atrai mais de 85% dos novos de/para Portugal, com mais cerca de 8,4 mil num aumento total em cerca de 9,7 mil.

Dados da ANA Aeroportos de Portugal, subsidiária do grupo francês Vinci, indicam que os aeroportos sob sua gestão em Portugal (todos no país, menos o da Terceira) somaram 157,3 mil voos ou movimentos nos primeiros cinco meses deste ano, com um aumento médio em 6,6%.

Em Lisboa, que é dado como esgotado e que os responsáveis da ANA dizem ter ultrapassado no ano passado a capacidade máxima estimada, o total de voos nos primeiros cinco meses foi de 83,1 mil, com um aumento médio em 11,2%.

O restante do aumento total ficou quase na totalidade com o Aeroporto do Porto, que teve um aumento em 7,7%, para 35,3 mil.

Já os outros dois maiores aeroportos portugueses, Faro e Funchal, que são aqueles em que é maior o ‘peso’ do tráfego turístico, registaram quebras do número de voos, respectivamente em 1,7%, para 18,1 mil, e em 6,7%, para 9,5 mil.

Igualmente em queda estiveram os aeroportos açorianos de Ponta Delgada e Horta, com reduções do número de voos em 2,8%, para 6,8 mil, e em 4,5%, para 1,6 mil, respectivamente.

Os dados a que o PressTUR teve acesso mostram que além dos dois maiores aeroportos, Porto e Lisboa, só tiveram aumentos do número de movimentos os ‘pequenos’ aeroportos de Porto Santo, na Região Autónoma da Madeira, e Santa Maria e Flores, nos Açores, e Beja, no Continente, que em conjunto tiveram 1,8% do total de voos de/para o país entre Janeiro a Maior deste ano.

Porto Santo teve um aumento em +2,8%, para 1,2 mil, Santa Maria teve +4,5%, para cerca de mil, Flores teve +10,1%, para cerca de 570, e Beja teve +42,9%, para 20.

Assim, Lisboa concentrou nos primeiros cinco meses deste ano 52,8% do total de voos de/para Portugal, mais cerca de 2,2 pontos que no período homólogo de 2017, o Porto teve 22,5%, +0,2 pontos, enquanto Faro perdeu um ponto, baixando para 11,5%, o Funchal baixou 0,9 pontos, para 6,1%, Ponta Delgada baixou 0,4 pontos, para 4,3%, e Horta baixou 0,1 pontos, para 1%.

O Aeroporto de Porto Santo manteve os 0,8% do total de movimentos de há um ano, Santa Maria manteve os mesmos 0,7%, Flores manteve os mesmos 0,4% e Beja manteve os mesmos 0,01%.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aegean confirma aumento de frequências para Lisboa e Porto

22-02-2019 (18h11)

A companhia de aviação grega Aegean confirmou hoje que tem programado um aumento de frequências para Lisboa e Porto, num comunicado em que anuncia um reforço da sua oferta global este ano em 700 mil lugares.

Ryanair e Wizz Air multadas em Itália por “prática comercial incorrecta” na cobrança da bagagem de mão

22-02-2019 (13h18)

A autoridade da concorrência italiana aplicou uma multa de três milhões de euros à Ryanair e de um milhão de euros à Wizz Air por “prática comercial incorrecta, na medida em que engana o consumidor no preço efectivo do bilhete, ao não incluir na tarifa base um elemento essencial do transporte aéreo que é uma bagagem de mão de maior volume”.

TAP reforça oferta de voos entre Porto e São Paulo a partir de Junho

21-02-2019 (11h58)

A TAP vai reforçar as ligações entre Porto e São Paulo dos actuais dois voos por semana para três voos semanais a partir de Junho, que serão às terças, quintas e Sábados.

easyJet lança nova rota de Verão Porto – Málaga

21-02-2019 (09h56)

A companhia de aviação easyJet anunciou que vai voar entre Porto e Málaga de 2 de Abril a 26 de Outubro, quatro vezes por semana, em A320.

TAP recebe segundo Airbus A320neo

20-02-2019 (18h22)

A TAP comunicou hoje que já recebeu o segundo novo Airbus A320neo, com a matrícula CS-TSB, da encomenda de 71 aviões ao fabricante europeu que conta receber até 2025.