ANA já entregou informação adicional ao Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do Aeroporto do Montijo

13-07-2019 (16h13)

A ANA - Aeroportos de Portugal, subsidiária portuguesa do grupo francês Vinci, já remeteu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) a informação adicional pedida no âmbito do Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do Aeroporto do Montijo, avançou a Agência Lusa citando fonte da gestora aeroportuária.

Em 7 de Junho, a ANA indicou à Lusa que a APA lhe tinha feito chegar “um pedido de esclarecimentos adicionais”, no âmbito do “procedimento habitual de tomada de decisão para a declaração de conformidade do Estudo de Impacte Ambiental (EIA)”.

Na altura, a gestora dos aeroportos portugueses afirmou que as questões seriam “respondidas dentro de um mês” e, hoje, em resposta à Lusa, fonte oficial disse que a informação já foi enviada à APA.

“A ANA - Aeroportos de Portugal informa que já entregou à APA a informação adicional solicitada, no âmbito do procedimento para a declaração de conformidade do EIA”, afirmou a fonte, sem acrescentar mais pormenores, designadamente a informação pedida.

Em 12 de Abril, a ANA disse à Lusa que o EIA do aeroporto do Montijo estava concluído.

A ANA e o Estado assinaram, em 8 de Janeiro, o acordo para a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, com um investimento de 1,15 mil milhões de euros até 2028 para aumentar o actual Aeroporto de Lisboa (Aeroporto Humberto Delgado) e transformar a base aérea do Montijo em aeroporto civil complementar.

Em 4 de Janeiro, o então ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, assegurou que vão ser integralmente cumpridas eventuais medidas de mitigação definidas no Estudo de Impacto Ambiental.

O primeiro-ministro, António Costa, já disse que apenas aguarda o EIA para a escolha da localização do novo aeroporto ser “irreversível” e admitiu que “não há plano B” para a construção de um novo aeroporto complementar de Lisboa caso o EIA chumbe a localização no Montijo.

António Costa garantiu também que “não haverá aeroporto no Montijo” se o EIA não o permitir.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aeroporto de Lisboa

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Balanço do LATAM evidencia recuperação ‘explosiva’ da aviação no Brasil

16-08-2019 (16h15)

O LATAM, maior grupo de aviação comercial da América Latina, cuja subsidiária brasileira, a LATAM Brasil (antiga TAM), é líder brasileira em voos internacionais, indicou que no segundo trimestre teve um aumento da receita unitária (por lugar voado um quilómetro) de 18,7%, atingindo 29,5% em reais.

Levantadas restrições ao abastecimento no aeroporto de Lisboa, ANA Aeroportos

16-08-2019 (12h35)

As restrições ao abastecimento de aviões no aeroporto de Lisboa, em vigor desde segunda-feira, foram hoje levantadas, disse à Lusa fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal.

Grupo SATA transportou mais 8% de passageiros no primeiro semestre

16-08-2019 (11h59)

As companhias aéreas SATA Air Açores e Azores Airlines transportaram 705,7 mil passageiros no primeiro semestre, mais 8% ou mais 52,5 mil que no período homólogo do ano passado, anunciou o Grupo SATA.

Lauak vai produzir em Grândola peças para aviões A320

16-08-2019 (11h39)

A Lauak vai implementar uma unidade de produção de preças para aviões A320 em Grândola, com um investimento de 33 milhões de euros com apoio de fundos comunitários.

Trabalhadores da Grounforce realizam concentração para exigir estacionamento

16-08-2019 (11h24)

Os trabalhadores da Groundforce, reunidos na quinta-feira em plenário, aprovaram a realização de uma concentração no Ministério das Infraestruturas, com data a definir, para entrega de um abaixo-assinado a exigir estacionamento nas zonas limítrofes aos aeroportos e devolução das multas.

Noticias mais lidas