América Latina destaca-se como ‘motor’ de crescimento do IAG

11-09-2019 (18h57)

Foto: Iberia
Foto: Iberia

O IAG, segundo maior grupo europeus de aviação, deveu quase 50% do seu crescimento de tráfego este Agosto às ligações com países da América Latina, com aumentos em 25,5% do número de passageiros embarcados e em 21,3% do tráfego medido em RPK (passageiros x quilómetros voados).

A informação publicada pelo grupo indica a América Latina atingiu, assim, uma ‘fatia’ de 17,2% do seu tráfego total (medido em RPK), quando em Agosto de 2018 representava 15,1%.

O sector com mais ‘peso’ é o das ligações com a América do Norte, onde a British Airways é líder, e que representou 29,1% do total de RPK em Agosto, aquém dos 30% de há um ano, seguido pelos voos internacionais intra-europeus, que também representava 30% em Agosto de 2018, mas este ano baixou para 28,8%.

O grupo indicou que em Agosto teve um crescimento do tráfego em RPK de 6,6%, impulsionado pelos aumentos em 21,3% no sector América Latina, 10,5% em voos domésticos (no Reino Unido, em Espanha e em Itália) e 8,4% nas ligações com a região Ásia e Pacífico.

Crescimentos inferiores ao aumento médio ocorreram nos sectores dos voos internacionais intra-europeus, que é o que tem mais ‘peso’ em número de passageiros embarcados, com +2%, das ligações com a América do Norte, com +3,3%, e das ligações com África, Médio Oriente e Ásia do Sul, com +3,8%.

Em número de passageiros embarcados, os dados do IAG indicam um aumento no mês de Agosto acima de meio milhão (+4,4% ou mais 504 mil), totalizando 11,92 milhões.

Em valor absoluto, o maior aumento foi nos voos domésticos, com mais 159 mil, seguindo-se os voos internacionais intra-europeus, com mais 128 mil, os voos da América Latina, com mais 119 mil, América do Norte, com mais 50 mil, Ásia e Pacífico, com mais 27 mil, e África, Médio Oriente e Ásia do Sul, com mais 21 mil.

O aumento de passageiros nos voos da América Latina foi de 25,5%, para 586 mil, nas linhas da Ásia e Pacífico foi de 13,5%, para 227 mil, em voos domésticos foi de 6,4%, para 2,65 milhões, nos voos da América do Norte foi de 4,2%, para 1,25 milhões, nos voos de África, Médio Oriente e Ásia do Sul foi de 3,8%, para 572 mil, e em voos internacionais intra-europeus foi de 2%, para 6,63 milhões.

Com estes resultados em Agosto, no conjunto dos primeiros oito meses deste ano, as companhias do IAG (British Airways, Iberia, Vueling, Era Lingus e Vueling) têm um aumento de 4,1 milhões de passageiros em relação ao período homólogo de 2018, com um crescimento médio de 5,5% com o qual atingem um total de 79,8 milhões.

O crescimento mais forte foi nas linhas da América Latina, com uma subida em 20,9%, seguido por Ásia e Pacífico, com +10,9%, e voos domésticos, com +6,5%.

O crescimento mais fraco, por sua vez, foi nos voos de África, Médio Oriente e Asia do Sul, em 3,4%, seguido Europa, com +3,8%, e América do Norte, em 4,8%.

Em valor absoluto, o aumento de 4,14 milhões de passageiros deveu-se em 38,1% aos voos internacionais intra-europeus, com um aumento de 1,57 milhões, para 42,55 milhões, em 27,8% aos voos domésticos, nos quais teve um aumento de 1,15 milhões, para 18,82 milhões, e em 17,5% aos voos da América Latina, nos quais o aumento foi de 723 mil, para 4,19 milhões.

O contributo dos voos da América do Norte foi de 9,4% do aumento total, com mais 389 mil, para 8,44 milhões, e seguiram-se os contributos das rotas da Ásia e Pacífico, com 4%, representando um aumento de 165 mil, para 1,67 milhões, e de África, Médio Oriente e Ásia do Sul, em 3,3%, com aumento de 136 mil, para 4,11 milhões.

 

Clique para mais notícias: IAG

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pilotos de aviões B767-300 da euroAtlantic certificados para voar para Madeira

15-11-2019 (11h35)

A companhia de aviação euroAtlantic anunciou que os pilotos dos seus aviões B767-300ER já estão certificados para voar para a Madeira.

ANAC compreende frustração no aeroporto da Madeira, mas “os ventos mudaram”

15-11-2019 (10h31)

O presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) disse hoje à Lusa compreender a frustração com as dificuldades de operação no aeroporto da Madeira, mas adverte que “os ventos mudaram”.

“Não creio que tenhamos chegado já a um entendimento” com a TAP, presidente da APAVT

14-11-2019 (20h25)

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, considera que as agências de viagens e a TAP ainda não chegaram a um entendimento e precisam de procurar soluções “que respeitem” os dois lados em matérias como o novo modelo de distribuição da companhia aérea.

Recuperar a SATA “parece uma tarefa inacessível”, Pedro Costa Ferreira

14-11-2019 (19h35)

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, afirmou que recuperar a confiança na operação da SATA, “de cujo percurso, dir-se-ia, pior seria impossível”, parece ser “uma tarefa inacessível a simples humanos”.

TAP baptiza novo A321 LR com nome de Jorge de Sena

13-11-2019 (13h08)

A TAP baptizou um dos seus novos aviões A321 Long Range com o nome Jorge de Sena, em homenagem ao “poeta português que se naturalizou brasileiro e estreitou as relações culturais e literárias entre Portugal e o Brasil”.

Noticias mais lidas