Alemanha proíbe voos da Fly Egypt e Air Cairo

06-12-2018 (15h42)

A autoridade alemã para a aviação civil proibiu as companhias aéreas egípcias Fly Egypt e Air Cairo de voarem para o país por alegado incumprimento de um regulamento sobre catering, deixando assim alguns operadores turísticos à procura de alternativas.

As autoridades alemãs permitem que as companhias aéreas que voam do Egipto abasteçam os aviões com alimentos e bebidas no Aeroporto do Cairo, mas não em outros aeroportos, como, por exemplo, Hurghada ou Sharm el-Sheikh, avança hoje o portal do "FVW", jornal especializado em turismo.

Este regulamento sobre o catering foi introduzido após a explosão de um voo de uma companhia aérea charter russa sobre a península do Sinai, em Outubro de 2015, que matou 224 passageiros e tripulantes, num ataque atribuído a terroristas. As autoridades suspeitam que uma bomba possa ter sido levada para bordo entre os alimentos antes da partida do aeroporto de Sharm el-Sheikh.

Além do incumprimento do regulamento sobre o catering, a autoridade alemã para a aviação civil não indica outras preocupações de segurança sobre as duas companhias aéreas, pelo que, desta forma, poderão recuperar a aprovação para voar para a Alemanha depois de adaptarem as suas opções de abastecimento de alimentos e bebidas.

A Fly Egypt e a Air Cairo voam com aviões B737 e A320 de Hurghada e Sharm el-Sheikh de/para 11 aeroportos na Alemanha, além de operarem voos também de e para a Áustria e Suíça.

A proibição, de acordo com o "FVW", forçou operadores turísticos como a TUI, Thomas Cook, DER Touristik, FTI, Alltours e ETI a reencaminharem passageiros para voos de outras companhias aéreas.

A maioria dos operadores, porém, tinha poucos clientes em voos destas duas companhias, acrescenta a notícia, indicando que, além disso, normalmente no Inverno há capacidade suficiente em voos entre os dois países.

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Europa

Clique para ver mais: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair lança-se na venda de bilhetes para eventos desportivos

14-12-2018 (17h12)

A Ryanair anunciou que começou a comercializar bilhetes para eventos desportivos, designadamente para jogos de futebol das primeiras divisões espanhola e francesa.

Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país

14-12-2018 (16h59)

O Presidente do Brasil, Michel Temer, assinou uma medida provisória que abre espaço para que estrangeiros assumam 100% do controlo do capital das companhias aéreas do país.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

Ultimas Noticias