Alemanha proíbe voos da Fly Egypt e Air Cairo

06-12-2018 (15h42)

A autoridade alemã para a aviação civil proibiu as companhias aéreas egípcias Fly Egypt e Air Cairo de voarem para o país por alegado incumprimento de um regulamento sobre catering, deixando assim alguns operadores turísticos à procura de alternativas.

As autoridades alemãs permitem que as companhias aéreas que voam do Egipto abasteçam os aviões com alimentos e bebidas no Aeroporto do Cairo, mas não em outros aeroportos, como, por exemplo, Hurghada ou Sharm el-Sheikh, avança hoje o portal do "FVW", jornal especializado em turismo.

Este regulamento sobre o catering foi introduzido após a explosão de um voo de uma companhia aérea charter russa sobre a península do Sinai, em Outubro de 2015, que matou 224 passageiros e tripulantes, num ataque atribuído a terroristas. As autoridades suspeitam que uma bomba possa ter sido levada para bordo entre os alimentos antes da partida do aeroporto de Sharm el-Sheikh.

Além do incumprimento do regulamento sobre o catering, a autoridade alemã para a aviação civil não indica outras preocupações de segurança sobre as duas companhias aéreas, pelo que, desta forma, poderão recuperar a aprovação para voar para a Alemanha depois de adaptarem as suas opções de abastecimento de alimentos e bebidas.

A Fly Egypt e a Air Cairo voam com aviões B737 e A320 de Hurghada e Sharm el-Sheikh de/para 11 aeroportos na Alemanha, além de operarem voos também de e para a Áustria e Suíça.

A proibição, de acordo com o "FVW", forçou operadores turísticos como a TUI, Thomas Cook, DER Touristik, FTI, Alltours e ETI a reencaminharem passageiros para voos de outras companhias aéreas.

A maioria dos operadores, porém, tinha poucos clientes em voos destas duas companhias, acrescenta a notícia, indicando que, além disso, normalmente no Inverno há capacidade suficiente em voos entre os dois países.

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Europa

Clique para ver mais: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Angolana BestFly contrata dois ATR 72-600 para charters de negócios

18-06-2019 (13h58)

A companhia de aviação angolana BetFly anunciou no salão aeronáutico de Paris a contratação em leasing de dois ATR 72-600 para voos charter de negócios em Angola, de acordo com o seu CEO, Nuno Pereira, citado pela imprensa internacional.

Qatar Airways eleita melhor companhia de aviação do mundo nos prémios Skytrax

18-06-2019 (15h27)

A Qatar Airways, que na próxima semana começa a voar para Lisboa, foi eleita, pela quinta vez, “companhia de aviação do ano” dos prémios Skytrax, nos quais a TAP ficou no 76º lugar, quatro abaixo da votação de 2018, em que fora 72ª.

IAG anuncia “carta de intenções” de mega encomenda à Boeing

18-06-2019 (19h09)

O IAG, grupo de companhias de aviação de que fazem parte nomeadamente a British Airways, a Vueling e a Level, anunciou hoje ter apresentado uma “carta de intenções” de aquisição de 200 aviões Boeing B737-8 e B737-10.

IAG anuncia Iberia e Aer Lingus como companhias de lançamento do novo Airbus A321XLR

18-06-2019 (19h38)

O IAG, grupo de companhias aéreas iniciado com a fusão entre a British Airways e a Iberia, anunciou hoje estar a comprar 14 Airbus A321XLR para a Iberia e a Aer Lingus, que diz “estarão entre as companhias de lançamento” do novo avião narrowbody de maior alcance.

American Airlines introduz 6º voo diário Miami - Havana

18-06-2019 (16h34)

Apesar das mais recentes medidas do presidente dos Estados Unidos contra as viagens turísticas a Cuba, a American Airlines, maior companhia de aviação do mundo, vai aumentar para seis voos diários a sua oferta de ligações entre Miami, Florida, e a capital cubana, Havana.

Noticias mais lidas