Air Malta vai manter voos para Lisboa no Inverno e quer duplicar frequências em 2019

15-05-2018 (14h26)

Paul Sies, CCO da Air Malta, Gavin Gulia, chairman do Turismo de Malta
Paul Sies, CCO da Air Malta, Gavin Gulia, chairman do Turismo de Malta

A Air Malta, que começou a voar entre Lisboa e Malta em finais de Março, com dois voos por semana, vai manter a rota durante o Inverno e quer duplicar a frequência no Verão de 2019, para quatro voos por semana.

Paul Sies, Chief Commercial Officer da Air Malta, disse ao PressTUR hoje em Lisboa que as reservas para a rota que liga Portugal a Malta estão "a correr muito bem" e que, com a continuação do voo no Inverno, as expectativas iniciais já foram ultrapassadas por grande margem (clique para ler: Air Malta prevê transportar dez mil passageiros no primeiro ano da rota de Lisboa).

A previsão de Paul Sies para o primeiro ano de operação da rota, de Março de 2018 a Março de 2019, é alcançar uma taxa de ocupação de 85%, sendo que os voos são operados em aviões A320 de 180 lugares.

O executivo da Air Malta, que é representada em Portugal pela ATR, especificou que 80% das reservas são feitas à partida de Lisboa e 20% à saída de Malta.

A companhia aérea, segundo Paul Sies, queria acrescentar mais uma frequência semanal ainda este Verão, "mas estamos a ter alguns problemas com slots no aeroporto de Lisboa, pelo que este Verão será difícil", disse.

O principal destino dos passageiros do voo da Air Malta à partida de Lisboa é Malta, mas há alguns clientes que continuam a viagem até à Sicília e até Sardenha.

A companhia aérea deixou de operar voos regulares para Lisboa em 2006, embora entretanto tenha realizado alguns voos charter entre Portugal e Malta.

Durante o período em que deixou de voar para Portugal, a Air Malta atravessou uma fase de redução das operações e esteve em negociações para ser comprada pela Etihad.

A compra da Air Malta pela Etihad acabou por não se realizar e, nessa altura, o Governo de Malta, que detém a companhia a 100%, "teve que olhara para um novo futuro", explicou Paul Sies.

A estratégia adoptada, que a transportadora está a implementar há cerca de um ano e meio, foi "deixar de ser a companhia aérea das ilhas de Malta para passar a ser a companhia aérea das ilhas do Mediterrâneo", com ligações às principais cidades europeias e do Norte de África.

O resultado da mudança é um aumento de 17 rotas na sua rede de voos de e para Malta, para um total de 32 rotas este Verão.

A companhia aérea cresceu 40% em capacidade, através de novas rotas e de reorganização da rede, passando de uma média de seis horas de voo por dia no Inverno e 11 horas de voo por dia no Verão, para voar ao longo de todo o ano 14 horas por dia, chegando a 15 ou 16 horas por dia em alguns momentos no Verão.

Para o reforço da oferta, a transportadora também tem previsto receber dois novos aviões este ano, o primeiro dos quais um A320neo que integra a frota em Julho.

A Air Malta transportou 1,7 milhões de passageiros no ano passado e perspectiva fechar este ano fiscal, até Março de 2019, com 2,6 milhões de passageiros, mais cerca de 53% que no ano anterior.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Air Malta

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Novo sistema de gestão do espaço aéreo “em princípio, estará completamente operacional em 2021” - NAV

25-05-2018 (17h04)

O presidente da NAV Portugal, Jorge Ponce de Leão, afirmou que o novo sistema de gestão do espaço aéreo deverá estar “completamente operacional em 2021”, antes da entrada em operação do aeroporto do Montijo.

Governo aprova proposta para registo de identificação dos passageiros aéreos

25-05-2018 (16h59)

A proposta de lei que vai permitir às companhias aéreas transmitir dados dos viajantes para um registo de identificação dos passageiros (PNR, na sigla em inglês) como forma de prevenir terrorismo e criminalidade grave foi aprovada pelo Governo.

TAP transporta +19% de passageiros entre Portugal e Espanha e alcança quota de 42,2%

25-05-2018 (16h38)

A TAP reforçou a liderança do transporte aéreo de passageiros entre Portugal e Espanha com um crescimento 16% ou 2,6 pontos mais forte que o mercado no primeiro quadrimestre, o que lhe deu um reforço da quota de mercado em 0,9 pontos, para 42,2%, ainda que tenha baixado no Aeroporto de Madrid, onde a líder é a Iberia que este ano começou a ter também voos de/para o Porto.

Sevilha é a principal rota espanhola da TAP depois de Madrid e Barcelona

25-05-2018 (16h36)

A TAP transportou até Abril 40 mil passageiros em voos de/para Sevilha, o que faz da capital andaluza a primeira origem/destino em Espanha depois das duas grandes metrópoles, Madrid e Barcelona, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, consultados pelo PressTUR.

Laudamotion começa a voar Viena - Faro a 28 de Outubro

25-05-2018 (11h06)

A Laudamotion, criada a partir da venda falência do grupo Air Berlin e onde a Ryanair aguarda autorização para ser accionista maioritária, tem programado abrir a sua base em Viena em finais de Outubro, com 20 rotas, uma das quais Faro, com dois voos por semana.