Air France KLM transporta mais 1,6 milhões de passageiros, mais de metade na companhia holandesa

09-06-2016 (11h37)

Foto: www.airfranceklm.com
Foto: www.airfranceklm.com

O grupo Air France KLM somou 35,959 milhões de passageiros nos primeiros cinco meses deste ano, com um aumento em 4,6% ou 1,59 milhões, 52,4% deles vieram do crescimento da companhia holandesa, 43,4% pelo crescimento da low cost Transavia e apenas 4,1% pelo crescimento da francesa.

Cálculos do PressTUR com base nos dados publicados pelo grupo evidenciaram que a Air France, incluindo a subsidiária HOP!, mantém-se a sua maior companhia, representando 55,9% da capacidade total (em ASK = lugares x quilómetros voados), 55,1% do tráfego em RPK (passageiros x quilómetros voados) e 55,3% do total de passageiros embarcados, com 19,87 milhões.

Porém, enquanto a companhia francesa reduziu a capacidade nos primeiros cinco meses deste ano em 0,5% e teve crescimentos do tráfego em RPK em 0,6% e do número de passageiros embarcados em 0,3% (mais 66 mil), a ‘irmã’ KLM aumentou a capacidade em 3,1%, teve um crescimento do tráfego em RPK em 5,2% e um aumento de passageiros em 7,6% ou 836 mil, para 11,76 milhões, e a ‘irmã’ low cost Transavia subiu a capacidade em 10,9%, teve um crescimento do tráfego em RPK em 9,5% e um aumento do número de passageiros em 19,1% ou 693 mil, para 4,328 milhões.

Assim, o ‘peso’ da KLM no grupo subiu 0,6 pontos para 37,1% da capacidade total, 0,8 pontos para 37,5% do tráfego total em RPK e 0,9 pontos para 32,7% do total de passageiros.

A Transavia, por sua vez, subiu 0,6 pontos para 7,1% da capacidade total, 0,4 pontos para 7,3% do tráfego em RPK e 1,5 pontos para 12% do total de passageiros embarcados.

Por tipos de voos, os dados publicados pelo grupo permitem calcular que colocou em voos de longo curso, operados pela Air France e KLM, 50,4% do aumento de capacidade do período (+1%), os quais, por sua vez, realizaram 55,9% do aumento do tráfego em RPK, com +2,1%, e 15,2% do aumento de passageiros (+2,4% ou mais 243 mil, para 10,196 milhões).

Estes voos tiveram assim um decréscimo da sua preponderância no grupo, que decorre da evolução na Air France, a qual reduziu a capacidade em 0,3%, mas teve ainda crescimentos do tráfego em RPK em 0,7% e do total de passageiros embarcados em 1,3% ou 78 mil, para 6,137 milhões.

A KLM, por sua vez, aumentou a capacidade em voos de longo curso em 2,9% e teve crescimentos de 4,2% do tráfego em RPK e de 4,2% do número de passageiros embarcados, com mais 165 mil, para 4,059 milhões.

A diferença entre as duas companhias foi ainda mais notória nos voos de curto e médio cursos, que deverá estar associada designadamente à afirmação do Aeroporto de Amesterdão Schiphol como alternativa a Bruxelas, afectado pelos atentados de Março, e inclusivamente Paris, pelos atentados do ano passado.

A KLM aumentou a capacidade em voos de médio curso em 3,6% e teve crescimentos de 10,3% em RPK e de 9,5% em número de passageiros (mais 671 mil, para 7,7 milhões), enquanto a Air France, incluindo a HOP!, reduziu a capacidade do médio curso em 1,5%, e teve decréscimos de 0,1% em RPK e em número de passageiros embarcados (menos 11 mil, para 13,735 milhões).

Mas em médio curso a companhia do grupo que mais sobressai e a sua low cost Transavia, na qual aumentou a capacidade em 10,9% e que embora em RPK tenha ficado aquém dessa evolução, com 9,5%, em número de passageiros teve um aumento em 19,1% ou 693 mil, para 4,328 milhões.

Os cálculos do PressTUR evidenciaram que, assim, a Transavia subiu o ‘peso’ no curto e médio cursos do grupo em 2 pontos para 27,7% da capacidade dessa linhas, em 1,2 pontos para 29,8% do seu tráfego em RPK e 1,9 pontos para 16,8% do número de passageiros.

Igualmente com mais ‘peso’ no curto e médio cursos esteve a KLM que subiu 0,2 pontos em capacidade, para 26,1% 1,2 pontos em tráfego em RPK, para 26,4%, e 1,1 pontos em número de passageiros, para 29,9%, enquanto a francesa Air France, incluindo a HOP!, baixou 2,1 pontos em capacidade, para 46,2% 2,4 pontos em tráfego em RPK, para 43,8%, e três pontos em nºumero de passageiros embarcados, para 53,3%.

 

Clique para mais notícias: Air France KLM

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Low cost argentina Flybondi recebe autorização para entrar no Brasil

17-02-2019 (12h16)

A low cost argentina Flybondi foi autorizada a entrar no Brasil pela Agência Nacional de Aviação Civil do país (ANAC), através de uma publicação no Diário Oficial da União, mas ainda necessita de uma autorização operacional para começar voar.

Companhia aérea britânica Flybmi declara falência e cancela todos os voos

17-02-2019 (12h07)

A companhia aérea regional britânica Flybmi cancelou todos os voos por ter entrado em bancarrota por diversas "dificuldades", incluindo a subida dos preços dos combustíveis e as incertezas criadas pelo Brexit, anunciou a empresa no sábado.

Vueling vai ter voos Tenerife - Lisboa

15-02-2019 (16h56)

A Vueling, low cost do IAG, grupo de que fazem parte também a British Airways, a Iberia, a Aer Lingus e a Level, vai ter voos entre Tenerife e Lisboa a partir de Abril.

TAP transporta menos passageiros este Janeiro nas suas rotas espanholas

15-02-2019 (15h47)

A TAP, que em meados do ano passado retirou A Coruña, Astúrias e Vigo da sua rede de destinos em Espanha, começou 2019 com uma quebra de passageiros nas ligações com o país vizinho em 3,4% ou cerca de 4,7 mil, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pela AENA.

Passageiros em voos entre Espanha e Portugal aumentam 10,8% em Janeiro

15-02-2019 (15h33)

Os aeroportos espanhóis somaram este Janeiro 357,6 mil passageiros de voos de/para Portugal, +10,8% ou mais 34,9 mil que no primeiro mês de 2018, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pelo PressTUR.