Air France KLM transporta mais 1,6 milhões de passageiros, mais de metade na companhia holandesa

09-06-2016 (11h37)

Foto: www.airfranceklm.com
Foto: www.airfranceklm.com

O grupo Air France KLM somou 35,959 milhões de passageiros nos primeiros cinco meses deste ano, com um aumento em 4,6% ou 1,59 milhões, 52,4% deles vieram do crescimento da companhia holandesa, 43,4% pelo crescimento da low cost Transavia e apenas 4,1% pelo crescimento da francesa.

Cálculos do PressTUR com base nos dados publicados pelo grupo evidenciaram que a Air France, incluindo a subsidiária HOP!, mantém-se a sua maior companhia, representando 55,9% da capacidade total (em ASK = lugares x quilómetros voados), 55,1% do tráfego em RPK (passageiros x quilómetros voados) e 55,3% do total de passageiros embarcados, com 19,87 milhões.

Porém, enquanto a companhia francesa reduziu a capacidade nos primeiros cinco meses deste ano em 0,5% e teve crescimentos do tráfego em RPK em 0,6% e do número de passageiros embarcados em 0,3% (mais 66 mil), a ‘irmã’ KLM aumentou a capacidade em 3,1%, teve um crescimento do tráfego em RPK em 5,2% e um aumento de passageiros em 7,6% ou 836 mil, para 11,76 milhões, e a ‘irmã’ low cost Transavia subiu a capacidade em 10,9%, teve um crescimento do tráfego em RPK em 9,5% e um aumento do número de passageiros em 19,1% ou 693 mil, para 4,328 milhões.

Assim, o ‘peso’ da KLM no grupo subiu 0,6 pontos para 37,1% da capacidade total, 0,8 pontos para 37,5% do tráfego total em RPK e 0,9 pontos para 32,7% do total de passageiros.

A Transavia, por sua vez, subiu 0,6 pontos para 7,1% da capacidade total, 0,4 pontos para 7,3% do tráfego em RPK e 1,5 pontos para 12% do total de passageiros embarcados.

Por tipos de voos, os dados publicados pelo grupo permitem calcular que colocou em voos de longo curso, operados pela Air France e KLM, 50,4% do aumento de capacidade do período (+1%), os quais, por sua vez, realizaram 55,9% do aumento do tráfego em RPK, com +2,1%, e 15,2% do aumento de passageiros (+2,4% ou mais 243 mil, para 10,196 milhões).

Estes voos tiveram assim um decréscimo da sua preponderância no grupo, que decorre da evolução na Air France, a qual reduziu a capacidade em 0,3%, mas teve ainda crescimentos do tráfego em RPK em 0,7% e do total de passageiros embarcados em 1,3% ou 78 mil, para 6,137 milhões.

A KLM, por sua vez, aumentou a capacidade em voos de longo curso em 2,9% e teve crescimentos de 4,2% do tráfego em RPK e de 4,2% do número de passageiros embarcados, com mais 165 mil, para 4,059 milhões.

A diferença entre as duas companhias foi ainda mais notória nos voos de curto e médio cursos, que deverá estar associada designadamente à afirmação do Aeroporto de Amesterdão Schiphol como alternativa a Bruxelas, afectado pelos atentados de Março, e inclusivamente Paris, pelos atentados do ano passado.

A KLM aumentou a capacidade em voos de médio curso em 3,6% e teve crescimentos de 10,3% em RPK e de 9,5% em número de passageiros (mais 671 mil, para 7,7 milhões), enquanto a Air France, incluindo a HOP!, reduziu a capacidade do médio curso em 1,5%, e teve decréscimos de 0,1% em RPK e em número de passageiros embarcados (menos 11 mil, para 13,735 milhões).

Mas em médio curso a companhia do grupo que mais sobressai e a sua low cost Transavia, na qual aumentou a capacidade em 10,9% e que embora em RPK tenha ficado aquém dessa evolução, com 9,5%, em número de passageiros teve um aumento em 19,1% ou 693 mil, para 4,328 milhões.

Os cálculos do PressTUR evidenciaram que, assim, a Transavia subiu o ‘peso’ no curto e médio cursos do grupo em 2 pontos para 27,7% da capacidade dessa linhas, em 1,2 pontos para 29,8% do seu tráfego em RPK e 1,9 pontos para 16,8% do número de passageiros.

Igualmente com mais ‘peso’ no curto e médio cursos esteve a KLM que subiu 0,2 pontos em capacidade, para 26,1% 1,2 pontos em tráfego em RPK, para 26,4%, e 1,1 pontos em número de passageiros, para 29,9%, enquanto a francesa Air France, incluindo a HOP!, baixou 2,1 pontos em capacidade, para 46,2% 2,4 pontos em tráfego em RPK, para 43,8%, e três pontos em nºumero de passageiros embarcados, para 53,3%.

 

Clique para mais notícias: Air France KLM

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Travagem de Lisboa ‘arrasta’ aeroportos portugueses para crescimento ‘insípido’

18-09-2018 (17h30)

O crescimento de passageiros nos aeroportos portugueses, que era sistematicamente dos mais fortes na Europa, foi inferior em Julho à média europeia, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council International (ACI) Europa, que mostram uma forte correlação com o abrandamento do Aeroporto de Lisboa.

Faro teve a 8ª maior queda de passageiros dos aeroportos europeus em Julho

18-09-2018 (16h34)

O Aeroporto de Faro, principal ‘porta de entrada’ de turistas estrangeiros no Algarve, maior região turística portuguesa, teve em Julho a 8ª maior queda de passageiros de todos os aeroportos europeus, de acordo com os dados divulgados hoje pelo Airports Council International (ACI) Europa.

TAP põe mais um avião a fazer a ponte aérea Lisboa – Porto

17-09-2018 (13h25)

A TAP acaba de anunciar que vai ter nove aviões a fazer a ponte aérea entre Lisboa e Porto, reforçando a oferta para 18 voos por dia a partir de 28 de Outubro.

United Airlines promete reduzir emissões em 50% até 2050

14-09-2018 (18h41)

A companhia aérea norte-americana United Airlines anunciou o objectivo de, até 2050, reduzir para metade as emissões de gases que contribuem para o efeito estufa, usando como base as emissões registadas em 2005.

TAP vai manter limites de vento que definiu para aterrar na Madeira – Antonoaldo Neves

14-09-2018 (11h54)

“Mesmo que os limites sejam alterados, a TAP vai manter” os limites de vento que definiu para aterragens na Madeira, porque estudou o assunto e tem o “seu padrão de operação e de segurança”, afirmou o CEO da transportadora, Antonoaldo Neves.