Air Europa amplia ligações entre Espanha e o nordeste brasileiro com voos para Fortaleza

23-08-2019 (15h38)

Foto: Air Europa
Foto: Air Europa

A Air Europa, única companhia espanhola com voos directos entre Espanha e o nordeste brasileiro, disputando esse mercado com a TAP, marcou para Dezembro a introdução do seu terceiro destino nessa região do Brasil, Fortaleza, depois de Salvador e Recife, que lhe valeram 80 mil passageiros nos primeiros sete meses deste ano, com um aumento homólogo em 8,3%.

A informação da companhia indica que começará a rota Madrid - Fortaleza com dois voos por semana e aumentará para três a partir de Junho de 2020 (para ler mais clique: Air Europa vai voar Madrid – Fortaleza a partir de 20 de Dezembro).

Dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, a que o PressTUR teve acesso indicam que nos primeiros sete meses deste ano os aeroportos espanhóis tiveram 685,1 mil passageiros de voos de/para o Brasil, significando um aumento em 11,5% ou 70,4 mil em relação ao período homólogo de 2018.

A esmagadora maioria desses passageiros, num total de 523,9 mil, voaram entre de/para o principal aeroporto brasileiro, São Paulo Guarulhos, onde o crescimento foi em 10% ou 47,4 mil.

Esse total de passageiros que voaram entre Espanha e São Paulo Guarulhos, por sua vez, compreende cerca de 406,3 mil na rota Madrid - São Paulo, na qual operam as espanhola Iberia e Air Europa, bem como a brasileira LATAM Brasil (antiga TAM), e cerca de 117,5 mil na rota Barcelona - São Paulo, na qual opera apenas a LATAM Brasil.

Os dados consultados pelo PressTUR indicam que a rota Madrid - Rio de Janeiro, em que opera apenas a Iberia, foi  que teve o crescimento de passageiros mais forte dos primeiros sete meses deste ano, em 27,4%, atingindo um total de 80,98 mil.

A única que teve menos passageiros que há um ano foi Madrid - Salvador, a primeira da Air Europa no Nordeste brasileiro, que teve um decréscimo de 2,2%, para 45,19 mil.

A rota Madrid - Recife, a mais recente da Air Europa entre Espanha e o Brasil, teve um aumento de passageiros em 25,9% e somou 34,78 mil.

Além do reforço das operações no Nordeste brasileiro com a introdução de voos entre Madrid e Fortaleza, a Air Europa já este ano avançou com a constituição de uma empresa para voar rotas domésticas no Brasil, numa acção saudada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (para ler mais clique: Air Europa avança para criação de companhia de aviação no Brasil).

 

Clique para ver mais: Air Europa

Clique para ver mais: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair espera voar com Boeing 737 Max em Fevereiro/Março

20-09-2019 (15h50)

O CEO do Grupo Ryanair, Michael O’Leary, afirmou que Fevereiro ou início de Março é a previsão mais real para começar a voar com aviões Boeing 737 Max, modelo proibido de voar desde Março, após dois acidentes fatais.

Beijing Capital muda voos de/para Lisboa para o novo aeroporto da capital chinesa

20-09-2019 (13h42)

A Beijing Capital, única companhia de aviação chinesa a voar de/para Portugal, vai alterar o aeroporto de partida/chegada a Pequim para o novo aeroporto da capital chinesa, o Beijing Daxing (PKX).

Aeroporto do Porto vai renovar o sistema ILS para melhorar aterragens quando há nevoeiro

19-09-2019 (17h38)

O Aeroporto do Porto vai ter um “renovado sistema ILS (Landing Sistem, ou sistema de aterragem, em tradução livre) para garantir melhores condições” à infraestrutura, nomeadamente quando há nevoeiro, revelou hoje à Lusa a NAV – Navegação Aérea de Portugal.

Magnet junta companhias aéreas e agentes de viagens em Lisboa, Porto e Coimbra

19-09-2019 (16h53)

A Magnet vai organizar em Outubro, em Lisboa, Porto e Coimbra, um evento para juntar agentes de viagens e as principais companhias de aviação que operam em Portugal.

Governo publica lei que aprova Programa Nacional de Segurança da Aviação Civil

19-09-2019 (15h34)

O Governo publicou hoje, em Diário da República, o decreto-lei que aprova o Programa Nacional de Segurança da Aviação Civil, com medidas que revêm a legislação anterior e a adaptam “à mais recente regulamentação europeia”.

Noticias mais lidas