Air Berlin assume alguns voos da TUIfly mas já não há troca de participações

08-09-2009 (10h39)

Grupos não especificam situação das ligações da TUIfly ao Porto, Faro e Funchal

A Air Berlin e a TUI Travel abandonaram o projecto de uma troca de participações sociais, mas vão avançar já a partir de finais de Outubro com a transferência para o grupo aéreo alemão de 13 aviões e voos “entre cidades” da TUIfly.

Um comunicado divulgado hoje pela Air Berlin diz que, na sequência da aprovação pelas autoridades da concorrência alemãs, a companhia assume, a partir de 25 de Outubro, a “responsabilidade comercial” pelos voos da TUIfly “entre cidades”, citando especificamente as ligações dentro da Alemanha e nomeadamente as ligações com Itália e Áustria.
A TUIfly, acrescenta, manterá as rotas turísticas, citando os casos das Baleares, Canárias e Turquia.
A informação nada refere sobre as rotas de e para Portugal, onde a TUIfly tem ligações de e para Porto (Hamburgo, Colónia-Bona e Estigarda), Faro (Hamburgo, Hanover, Dusseldorf, Colónia-Bona, Frankfurt, Estugarda e Munique) e Funchal (Colónia-Bona, Frankfurt, Hanover, Estugarda e Munique)
A informação diz que a Air Berlin vai ficar com 13 aviões da avião, em regime de wetlease (aluguer que inclui tripulações), chegando a 14 no próximo Verão, e que a TUIfly manterá em operação 23 aviões.
Uma informação publicada ontem pela TUI Travel, empresa baseada no Reino Unido que resultou da fusão da área de operação turística da TUI AG com a First Choice, indica que o projecto inicial, que previa que troca de participações entre a Air Berlin e a TUIfly, foi abandonado na sequência de conversações com a autoridade alemã da concorrência.
A informação da TUI Travel diz que nos novos termos ou comprará 9,9% da Air Berlin em dinheiro, no montante de 33,5 milhões de euros, que venderá posteriormente num prazo não especificado, ou pagará 15 milhões de euros ao grupo aéreo alemão.
A Air Berlin acrescenta que a solução a ser adoptada depende das negociações com a autoridade alemã da concorrência e a TUIfly especifica que já não haverá aquisição de uma participação na TUIfly pela Air Berlin e que a TUI Travel já não terá direito a nomear um director executivo para o Board da Air Berlin.
A informação da TUI Travel diz ainda que no próximo Verão a TUIfly irá operar 23 aviões, tendo em conta que além dos 13 aparelhos que passarão a ser operados pela Air Berlin irá alugar um avião a outra empresa que não identifica e irá tirar de operação mais um, a partir de Maio.
O comunicado da Air Berlin destaca ainda que com este negócio com a TUIfly irá reforçar a actividade nos aeroportos de Colónia e Estugarda, bem como no mercado italiano, e que o seu CEO, Joachim Hunold, destacou que este alargamento da rede europeia é “extremamente importante em especial para os clientes business".
Volker Böttcher, director geral da TUI Travel para a Europa Central, citado no mesmo comunicado, comentou que a passagem para a Air Berlin das rotas de cidade irá permitir à TUIfly concentrar-se nas ligações turísticas, bem como propiciará estabilidade económica com base numa “melhor posição competitiva”.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar voos com Alemanha

16-01-2019 (17h45)

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, disse hoje que o Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar ligações aéreas com a Alemanha, origem/destino que para este Inverno tem programados 177 voos regulares por semana de/para Lisboa, operados pelas transportadoras TAP, easyJet, Eurowings, Lufthansa e Ryanair.

Newtour adopta conexões NDC para aceder aos voos do Grupo Lufthansa

16-01-2019 (13h40)

A Newtour, que integra o operador turístico Soltrópico e as agências de viagens Bestravel, assinou um acordo para poder reservar voos das companhias do Grupo Lufthansa através de conexões NDC.

Iberia lança novo website corporativo

16-01-2019 (12h34)

A companhia de aviação espanhola Iberia lançou um novo website corporativo, que diz ter um design mais moderno e intuitivo, fornecendo informações completas sobre a empresa.

Presidente da TAP sinaliza que resultados de 2018 interrompem trajectória “positiva e crescente”

15-01-2019 (18h01)

O ano de 2018 será um “intervalo de curtíssimo prazo” na trajectória dos resultados da TAP, que a médio e longo prazo é “positiva e crescente”, afirmou hoje o presidente do Conselho de Administração do Grupo TAP, Miguel Frasquilho.

TAP prevê ter “em breve” voos em code-share Lisboa – Pequim, via Xi’an, diz Miguel Frasquilho

15-01-2019 (17h17)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, disse hoje que a companhia prevê ter “em breve”, previsivelmente “em Fevereiro ou Março”, um acordo de code-share com a Beijing Capital Airlines para vender os seus voos entre Lisboa e Pequim, via Xi’An.