Aigle Azur inaugura voos para Beirute

05-07-2017 (14h23)

Imagem: Aigle Azur
Imagem: Aigle Azur

A companhia aérea Aigle Azur, que opera voos entre Portugal e França,  inaugurou esta semana uma nova rota entre Paris e Beirute, a sua primeira ligação para o Líbano.

A Aigle Azur, segundo avança a imprensa francesa, programou operar a ligação quatro vezes por semana, às segundas, quartas, sextas e Domingos, alternadamente com dois modelos de aviões da Airbus, o A319, com 12 lugares em executiva e a 125 em económica, e o A320, com 36 lugares em executiva e 138 em económica.

Às segundas-feiras os voos só estarão disponíveis até 11 de Setembro, com saídas de Paris às 21h30 para chegar a Beirute às 2h50 do dia seguinte.

Às quartas e sextas os voos partem de Paris às 20h05 e chegam a Beirute pela 1h25 do dia seguinte, e aos Domingos saem da capital francesa às 21h55 e chegam à capital do Líbano pelas 3h15 do dia seguinte.

Os voos à saída do Líbano estão programados para partir às segundas-feiras às 5h15 para chegar a França às 9h, às terças às 3h50 para chegar às 7h45 e às quartas e Domingos para sair às 3h15 e chegar às 7h.

A rota Paris Orly – Beirute Rafiq Hariri foi inaugurada esta segunda-feira, dia 3 de Julho.

Dados do Aeroporto de Lisboa a que o PressTUR teve acesso mostram que a Aigle Azur transportou 16,9 mil passageiros de e para a capital portuguesa em Maio, menos 20,5% que em Maio de 2016.

Nos cinco meses de Janeiro a Maio, a companhia aérea francesa transportou de e para Lisboa 62,9 mil passageiros, menos 22,7% que no período homólogo do ano passado.

Paris Orly, hub da Aigle Azur, é o 2º maior destino/origem em número de passageiros em voos regulares no Aeroporto de Lisboa, com 514,2 mil entre Janeiro e Maio, mais 8,5% que no período homólogo de 2016.

No Aeroporto do Porto, segundo dados a que o PressTUR teve acesso, a Aigle Azur teve uma quebra de passageiros em 33,3% no mês de Maio, ficando em 11,9 mil.

Nos cinco meses até Maio, a companhia aérea francesa transportou 50 mil passageiros de/para o Porto, menos 18,9% que no ano passado.

O Aeroporto de Paris Orly também é o 2º maior destino/origem em número de passageiros em voos regulares de/para o Porto, com 357,4 mil passageiros entre Janeiro e Maio, mais 14,2% que um ano antes.

 

Clique para mais notícias: Aigle Azur

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Europa

Clique para mais notícias: Médio Oriente

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar voos com Alemanha

16-01-2019 (17h45)

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, disse hoje que o Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar ligações aéreas com a Alemanha, origem/destino que para este Inverno tem programados 177 voos regulares por semana de/para Lisboa, operados pelas transportadoras TAP, easyJet, Eurowings, Lufthansa e Ryanair.

Newtour adopta conexões NDC para aceder aos voos do Grupo Lufthansa

16-01-2019 (13h40)

A Newtour, que integra o operador turístico Soltrópico e as agências de viagens Bestravel, assinou um acordo para poder reservar voos das companhias do Grupo Lufthansa através de conexões NDC.

Iberia lança novo website corporativo

16-01-2019 (12h34)

A companhia de aviação espanhola Iberia lançou um novo website corporativo, que diz ter um design mais moderno e intuitivo, fornecendo informações completas sobre a empresa.

Presidente da TAP sinaliza que resultados de 2018 interrompem trajectória “positiva e crescente”

15-01-2019 (18h01)

O ano de 2018 será um “intervalo de curtíssimo prazo” na trajectória dos resultados da TAP, que a médio e longo prazo é “positiva e crescente”, afirmou hoje o presidente do Conselho de Administração do Grupo TAP, Miguel Frasquilho.

TAP prevê ter “em breve” voos em code-share Lisboa – Pequim, via Xi’an, diz Miguel Frasquilho

15-01-2019 (17h17)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, disse hoje que a companhia prevê ter “em breve”, previsivelmente “em Fevereiro ou Março”, um acordo de code-share com a Beijing Capital Airlines para vender os seus voos entre Lisboa e Pequim, via Xi’An.