Agência Europeia para Segurança da Aviação desaconselha voos comerciais sobre o Iraque

09-01-2020 (14h00)

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (AESA) desaconselha as companhias aéreas a efectuarem voos comerciais sobre o espaço aéreo do Iraque, na sequência da escalada do conflito entre Estados Unidos e Irão.

A recomendação foi assumida pelo porta-voz da Comissão Europeia para as políticas regionais e transportes, Stefan de Keersmaecker, na conferência de imprensa diária, em Bruxelas.

“A AESA contactou diferentes autoridades nacionais de aviação e recomendou que evitassem a operação de voos comerciais no espaço aéreo iraquiano como medida de precaução. Alguns estados-membros já deram informação às suas companhias aéreas e algumas companhias aéreas já deram passos no sentido de ajustarem as suas rotas”, disse aquele responsável.

Ainda segundo Keersmaecker, na sexta-feira vai realizar-se uma “reunião extraordinária de peritos europeus de segurança da aviação, que vão avaliar os possíveis riscos e implicações resultantes da recente escalada de violência e ameaças naquela região e vão decidir sobre possíveis medidas comuns futuras”.

Na quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump disse que o país está pronto a “abraçar a paz com todos os que a buscam" e apostar na renegociação do acordo nuclear assinado por vários países com o Irão em 2015, mas, entretanto, anunciou novas e "poderosas" sanções contra Teerão.

Mais de uma dúzia de mísseis iranianos foram lançados na madrugada de quarta-feira contra duas bases iraquianas com tropas norte-americanas lá estacionadas, em Ain al-Assad (oeste) e Erbil (norte).

O ataque foi reivindicado pelos Guardas da Revolução iranianos como uma “operação de vingança”, em retaliação pela morte do general Qassem Soleimani, comandante da sua força Al-Quds, na sexta-feira, num ataque aéreo em Bagdade ordenado por Trump.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Delta Air Lines prolonga período para remarcar viagens

06-04-2020 (17h53)

A  Delta Air Lines prolongou o período durante o qual é possível remarcar viagens para dois anos, e abdica das taxas de alteração de data a clientes afectados pela pandemia do novo coronavírus.

Companhias de aviação cortam mais 11,1 milhões de lugares esta semana, OAG

06-04-2020 (16h14)

A empresa especializada em dados para a aviação comercial OAG revelou hoje que as companhias aéreas ‘riscaram’ só esta semana 11,1 milhões de lugares de avião, representando uma redução da capacidade em 22,7%, com especial incidência na Europa e na América do Norte, que são actualmente as regiões onde a pandemia de covid-19 está mais intensa.

Há seis voos programados entre Angola e Portugal até 17 de Abril

06-04-2020 (16h00)

Um total de seis voos charter entre Portugal e Angola estão agendados entre hoje e 17 de Abril, cinco dos quais entre Luanda e Lisboa e um para o Porto.

Maior aeroporto europeu fecha uma pista e reduz área de actividade

06-04-2020 (15h41)

O aeroporto de Londres Heathrow, o maior da Europa, com 80,88 milhões de passageiros e 475,8 mil voos a aterrarem e descolarem em 2019, vai fechar uma das duas pistas e suspender a actividade de passageiros em dois terminais, devido à quebra de tráfego provocada pela pandemia de covid-19.

NAV Portugal prevê quebras de tráfego aéreo de 85% a 95% em Abril

06-04-2020 (13h27)

A NAV Portugal anunciou que prevê quebras de tráfego aéreo “a rondar os 85% e 95%” em Abril, depois de na última semana de Março ter verificado um decréscimo de 85%.

Noticias mais lidas