Aeroportos portugueses crescem no Verão ligeiramente menos que a média do grupo Vinci

14-10-2019 (15h31)

Os aeroportos portugueses geridos pela ANA cresceram no terceiro trimestre, que corresponde ao Verão, época mais forte da aviação no Hemisfério Norte, duas décimas abaixo do aumento médio de passageiros no conjunto dos aeroportos geridos pelo grupo Vinci, embora com Lisboa e Porto a terem crescimentos mais fortes.

A informação do grupo Vinci, vencedor da privatização da ANA Aeroportos, indica que os aeroportos sob sua gestão somaram 72,072 milhões de passageiros no terceiro trimestre, com um aumento médio em 6,9%, com o seu primeiro mercado em número de passageiros, Portugal, a registar um aumento em 6,7%, com o qual totalizou 18,425 milhões.

A mesma informação mostra que o crescimento mais moderado do conjunto dos aeroportos em Portugal geridos pela Vinci ficou a dever-se à evolução mais fraca em Faro, com aumento em 2,1%, na Madeira, em que nem houve aumento (-0,0%), e aumento mais fraco também nos Açores (+4,9%).

Mas os dois maiores aeroportos portugueses continuaram a apresentar dos crescimentos mais fortes dos aeroportos geridos pela Vinci, com +7,7% em Lisboa e +11,3% no Porto.

Para o acumulado dos primeiros nove meses do ano, os dados da Vinco indicam um aumento médio de passageiros em 6,8%, com o qual atinge um total de 195,508 milhões, mas neste caso com o mercado português a registar crescimento mais forte, em 7%, somando 45,887 milhões de passageiros.

Este aumento em 7% no acumulado dos primeiros nove meses do ano é suportado pelos aumentos em 7% em Lisboa e 10,5% no Porto, e reduzido pela evolução em Faro (+4,5%), na Madeira (+1,3%) e nos Açores (+6,7%).

Depois de Portugal, o segundo maior mercado da Vinci em número de passageiros é o Reino Unido, com 42,235 milhões nos primeiros nove meses deste ano, e seguem-se Japão, com 39,091 milhões, Chile, com 18,748 milhões, França, com 16,739 milhões, Cambodja, com 8,816 milhões, Estados Unidos, com 7,648 milhões, Brasil, com 5,652 milhões, Sérvia, com 4,75 milhões, República Dominicana, com 4,225 milhões, Suécia, com 1,754 milhões, e Costa Rica, com 962 mil.

Os aeroportos do Cambodja são os que registam o crescimento mais forte do período, com um aumento em 15,3%, e seguem-se República Dominicana, com +10,6%, e Chile, com +10%.

O Brasil, onde tem a gestão do Aeroporto de Salvador, é o único mercado onde a Vinci tem quebra de passageiros nos primeiros nove meses deste ano, em 3,6%, com -4,2% no 3º trimestre, que justifica com a falência da Avianca Brasil.

 

Para ver mais sobre os aeroportos portugueses clique:

Aeroportos portugueses tiveram pela primeira vez mais de seis milhões de passageiros num mês

Lisboa teve o 9º maior aumento de passageiros dos aeroportos europeus em Agosto

Lisboa e Porto atingem Tops de crescimento dos aeroportos europeus no mês mais forte da aviação

 

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Vinci

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Construção de aeroporto no Montijo depende da aprovação do projeto de execução e respetivo relatório ambiental

22-01-2020 (18h05)

A construção de um aeroporto civil no Montijo, declarada na terça-feira ambientalmente viável pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), só pode avançar após aprovação dos respetivos projecto de execução e relatório de conformidade ambiental.

Portugal é “um mercado muito importante” onde a Globalia quer crescer — Javier Hidalgo, CEO

22-01-2020 (14h32)

A Globalia, dona da Air Europa e dos hotéis Be Live, entre outras empresas de turismo, como o operador Travelplan, presente em Portugal, vê o país como um mercado "muito importante" onde ambiciona crescer em várias áreas de negócio, disse ao PressTUR Javier Hidalgo, CEO do grupo.

Wizz Air começa a voar de Viena para Faro a partir de Julho

22-01-2020 (13h46)

A Wizz Air, que se apresenta como a maior low cost da Europa Central e do Leste, lança este ano a rota Viena – Faro, bem como prevê reforçar o número de voos das rotas Viena – Porto, que iniciou em meados de Dezembro passado, e Viena – Lisboa.

Sul-africana SAA cancela voos enquanto aguarda injeção de capital

21-01-2020 (18h36)

A companhia aérea estatal sul-africana South African Airways (SAA) anunciou hoje o cancelamento de 38 voos para poupar capital enquanto espera uma injeção de emergência do Governo para salvar da bancarrota.

Lisboa e Porto reforçaram em 2019 o domínio do tráfego aéreo em Portugal

21-01-2020 (17h53)

Os aeroportos de Lisboa e do Porto tornaram-se em 2019 ainda mais decisivos para a evolução do tráfego aéreo em Portugal, concentrando praticamente três quartos dos passageiros em aeroportos portugueses, num total de 44,27 milhões de passageiros, com um aumento médio em 8,1%, enquanto o crescimento do conjunto dos aeroportos geridos pela ANA/Vinci foi de 6,9%.

Noticias mais lidas