Aeroportos espanhóis somam mais 2,5 milhões de passageiros no primeiro bimestre

13-03-2018 (14h47)

Foto: AENA
Foto: AENA

Valência, Sevilha e Tenerife Norte têm aumentos acima de 20%

Os aeroportos espanhóis ultrapassaram os 30 milhões de passageiros nos primeiros dois meses do ano, por um aumento médio em 9% que significou mais 2,5 milhões de embarques e desembarques, apesar de se tratar de um período de época baixa.

Dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, consultados pelo PressTUR, mostraram que maiores aumentos dos primeiros dois meses ocorreram nos dois maiores aeroportos da rede, Madrid, com mais 620,9 mil (+8,4%, para 8,048 milhões), e Barcelona, com mais 486,7 mil (+8,7%, para 6,092 milhões).

Depois estiveram os aeroportos de Valência e Sevilha, respectivamente 10º e 11º em número de passageiros, o primeiro com mais 203 mil passageiros que há um ano (+27,7%, para 936,5 mil) e o segundo com mais 210,2 mil (+32,4%, para 858,5 mil.

O 5º maior aumento do bimestre foi o do aeroporto de Gran Canária,3º maior aeroporto espanhol, com mais 145,8 mil passageiros (+6,8%, para 2,3 milhões), seguido pelos mais 124,3 mil em Tenerife Norte, 12º maior aeroporto da AENA, que foi um dos que fechou o bimestre a crescer acima de 20%, em 20,4%.

Também com aumentos acima de cem mil passageiros nos primeiros dois meses deste ano estiveram Málaga, 4º maior de Espanha, com mais 116,8 mil (+6,6%, para 1,899 milhões), e Palma de Maiorca, 6º maior, com mais 123,7 mil (+9,1%, para 1,486 milhões).

Entre os maiores aumentos de passageiros do primeiro bimestre figuram seguidamente os mais 58,3 mil (+6,5%, para 952,6 mil) em Fuerteventura, 9º maior do período, os mais 51,8 mil (+18,3%, para 334,8 mil) em Ibiza, 15º maior, os mais 45,6 mil (+3,3%, para 1,417 milhões) em Alicante, 7º maior, e os mais 42,6 mil (+7,3%, para 624,1 mil) em Bilbau, 13º maior.

Os dados da AENA evidenciaram também que o crescimento em 9% nos primeiros dois meses do ano foi potenciado pelos voos domésticos, que tiveram um aumento de passageiros m 15,5% ou 1,42 milhões, para 10,62 milhões, enquanto em voos internacionais o aumento foi em 5,8% ou 1,1 milhões, para 20,11 milhões.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos de Espanha

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair lança-se na venda de bilhetes para eventos desportivos

14-12-2018 (17h12)

A Ryanair anunciou que começou a comercializar bilhetes para eventos desportivos, designadamente para jogos de futebol das primeiras divisões espanhola e francesa.

Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país

14-12-2018 (16h59)

O Presidente do Brasil, Michel Temer, assinou uma medida provisória que abre espaço para que estrangeiros assumam 100% do controlo do capital das companhias aéreas do país.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

Ultimas Noticias