Aeroportos de Lisboa e Faro podem ficar sem combustível ao início da tarde devido a greve

16-04-2019 (10h00)

Os aeroportos de Lisboa e Faro podem ficar sem combustível ao início da tarde de hoje, indicou o sindicato que decretou a greve dos motoristas de matérias perigosas.

Em declarações à agência Lusa, Francisco São Bento, do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) disse que o Governo reconheceu a necessidade de usar a figura da requisição civil, mas esta ainda não tem aplicação prática, pelo que a greve se mantém com uma adesão a 100%.

O sindicalista falava depois de o Governo ter aprovado uma resolução do Conselho de Ministros que reconhece a necessidade de requisição civil no caso da greve dos motoristas de matérias perigosas, que começou na segunda-feira.

Segundo um comunicado da presidência do Conselho de Ministros, “a greve em curso afecta o abastecimento de combustíveis aos aeroportos, bombeiros e portos, bem como o abastecimento de combustíveis às empresas de transportes públicos e aos postos de abastecimento da Grande Lisboa e do Grande Porto”.

A presidência do Conselho de Ministros acrescenta que esta decisão foi tomada “depois de se ter constatado que no dia 15 de Abril não foram assegurados os serviços mínimos” fixados pelos ministros do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e do Ambiente e da Transição Energética.

Contactado pela Lusa, Francisco São Bento diz que os serviços mínimos estão sobredimensionados e que, em greve, "nunca seria possível cumprir".

"Ao declararem serviços mínimos destas dimensões pedem que os trabalhadores funcionem em greve como num dia normal de trabalho […]. Uma vez que a consequência de uma greve é ter algum impacto para chamar a atenção de quem se pretende chamar à mesa das negociações, isto é a mesma coisa que os trabalhadores não poderem exercer o seu direito à greve", afirmou.

O representante disse ainda que a previsão do sindicato é que ao início da tarde os aeroportos de Lisboa e Faro fiquem sem combustível.

Ao início da manhã, segundo o SNMMP, cerca de 40% a 50% dos postos e abastecimento já estavam sem combustível.

A greve nacional dos motoristas de matérias perigosas, que começou às 00h00 de segunda-feira, foi convocada pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas, por tempo indeterminado, para reivindicar o reconhecimento da categoria profissional específica, tendo sido impugnados os serviços mínimos definidos pelo Governo.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Crescimento os voos Espanha - Portugal desloca-se de Lisboa para o Porto

16-07-2019 (17h59)

O Aeroporto do Porto concentrou 69% do crescimento do movimento de passageiros em voos entre Portugal e Espanha, quando há um ano, no primeiro semestre de 2018, 58,4% do crescimento estava no Aeroporto de Lisboa.

Voos entre Espanha e Portugal crescem quase 15% no 1º semestre, apesar de TAP quase estagnada

16-07-2019 (17h34)

Os aeroportos espanhóis tiveram 2,58 milhões de passageiros de voos de/para Portugal no primeiro semestre, o que representa um aumento em 14,8% ou 332,7 mil, para o qual a TAP, que já teve a liderança clara deste mercado, teve um contributo de apenas 2,5%, porque praticamente estagnou.

Atraso do B737 MAX ‘vai custar’ cinco milhões de passageiros à Ryanair em 2020/2021

16-07-2019 (13h07)

A Ryanair reviu para menos de metade, de 7% para 3%, a sua previsão de crescimento no próximo Verão, bem como reduziu em cinco milhões a previsão de passageiros transportados no exercício que termina em Março de 2021, devido aos atrasos nas entregas dos Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes fatais.

Moçambique negoceia com companhia aérea portuguesa acordo para regresso da LAM à Europa

16-07-2019 (10h51)

O governo de Moçambique anunciou hoje que está a negociar com uma companhia aérea portuguesa um acordo que vai permitir o regresso das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) ao espaço europeu a partir do primeiro trimestre de 2020.

TAP transporta campeões mundiais de hóquei em patins e de patinagem artística

16-07-2019 (09h42)

A selecção portuguesa de hóquei em patins, que Domingo se sagrou campeã do mundo, em Barcelona, e alguns medalhados portugueses de patinagem artística regressaram ontem a Portugal a bordo de um avião da TAP.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas