Aeroportos da Turquia e Rússia lideram crescimento na Europa... com Lisboa e Atenas

14-06-2018 (13h47)

A Turquia e a Rússia tiveram seis dos dez grandes aeroportos europeus com crescimentos de passageiros mais fortes no primeiro quadrimestre, segundo os dados publicados pelo Airports Council International (ACI) Europa, que mostram que da Europa Ocidental apenas Lisboa e Atenas figuraram nos Tops de crescimento do mês de Abril.

O ACI, que elabora os Tops de crescimento por grupos consoante o número anual de passageiros, indica que o Grupo 1, dos que têm mais de 25 milhões de passageiros por ano, onde inclui Lisboa, teve um aumento médio de passageiros em Abril de 4,1%, o Grupo 2, dos que têm entre dez milhões e 25 milhões, onde está o Porto, teve +5,1%, o Grupo, com cinco milhões a dez milhões de passageiros, onde se inclui Faro, teve +6,4%, e o Grupo 4, dos que têm menos de cinco milhões de passageiros por ano, onde estão Funchal e Ponta Delgada, teve um aumento médio em 7,6%.

Os cinco que mais cresceram no Grupo 1 foram Antalya, com +18,7%, Moscovo Sheremetyevo, com +14,8%, Istambul Sabiha Gokcen, com +11,7%, Istambul Ataturk, com +10,7%, e Lisboa, com +9,1%.

Os líderes de crescimento do Grupo 2, por sua vez, foram Ancara, com +30,1%, Kiev, com +21,8%, Moscovo Vnukovo, com +19,4%, Varsóvia, com +14,8%, e Atenas, com +13,7%.

Segundo o ACI, em Abril os aeroportos europeus tiveram um aumento médio de passageiros em 5%, ‘puxado’ pelos aeroportos em países fora da União Europeia, que tiveram um aumento em 10,4%, enquanto os de países da UE tiveram um aumento médio em 3,4%.

A informação do ACI assinala que o aumento médio dos cinco maiores aeroportos europeus enfraqueceu para 2,4%, designadamente pelo impacto das greves na Air France, que levou a que Paris Charles de Gaulle, tradicionalmente segundo maior aeroporto europeu, tivesse uma queda em 3,5% e caísse para a 4ª posição.

A penalizar esteve ainda a queda de passageiros em 2,2% em Londres Heathrow, que ainda assim se manteve o maior aeroporto europeu, com 6,58 milhões de passageiros, seguido por Amesterdão Schiphol, que teve um aumento em 3%, para 6,02 milhões, Istambul Ataturk, com +10,7%, para 5,96 milhões, Paris Charles de Gaulle, com -3,5%, para 5,75 milhões, e Frankfurt, com +5,8%, para 5,74 milhões.

A segunda metade do Top10 inclui Madrid, com 4,8 milhões (+7%), Barcelona, com 4,23 milhões (+3,1%), Munique, com 3,79 milhões (+2%), Londres Gatwick, com 3,74 milhões (-1,4%), e Roma Fiumicino, com 3,67 milhões (+5,9%).

Abril deste ano foi um mês penalizado pelo efeito alteração da data da Páscoa, uma vez que esse ‘pico’ das viagens ocorreu principalmente em Março, quando há um ano tinha sido em Abril.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aeroportos europeus

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar voos com Alemanha

16-01-2019 (17h45)

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, disse hoje que o Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar ligações aéreas com a Alemanha, origem/destino que para este Inverno tem programados 177 voos regulares por semana de/para Lisboa, operados pelas transportadoras TAP, easyJet, Eurowings, Lufthansa e Ryanair.

Newtour adopta conexões NDC para aceder aos voos do Grupo Lufthansa

16-01-2019 (13h40)

A Newtour, que integra o operador turístico Soltrópico e as agências de viagens Bestravel, assinou um acordo para poder reservar voos das companhias do Grupo Lufthansa através de conexões NDC.

Iberia lança novo website corporativo

16-01-2019 (12h34)

A companhia de aviação espanhola Iberia lançou um novo website corporativo, que diz ter um design mais moderno e intuitivo, fornecendo informações completas sobre a empresa.

Presidente da TAP sinaliza que resultados de 2018 interrompem trajectória “positiva e crescente”

15-01-2019 (18h01)

O ano de 2018 será um “intervalo de curtíssimo prazo” na trajectória dos resultados da TAP, que a médio e longo prazo é “positiva e crescente”, afirmou hoje o presidente do Conselho de Administração do Grupo TAP, Miguel Frasquilho.

TAP prevê ter “em breve” voos em code-share Lisboa – Pequim, via Xi’an, diz Miguel Frasquilho

15-01-2019 (17h17)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, disse hoje que a companhia prevê ter “em breve”, previsivelmente “em Fevereiro ou Março”, um acordo de code-share com a Beijing Capital Airlines para vender os seus voos entre Lisboa e Pequim, via Xi’An.