Aeroporto de Lisboa teve o 3º crescimento mais forte dos grandes aeroportos europeus em 2018

12-02-2019 (15h24)

Aeroporto de Lisboa
Aeroporto de Lisboa

O Aeroporto de Lisboa, que terminou 2018 com crescimentos modestos, teve mesmo assim o 3º crescimento mais forte de passageiros entre os grandes aeroportos europeus, segundo informação do Airports Council International Europe (ACI Europa), que representa 500 aeroportos em países europeus.

Lisboa, apesar dos constrangimentos de capacidade que se agravaram ao longo do ano, terminou 2018 com um aumento médio de passageiros em 8,9%, apenas superado pelos +21,1% de Antalya e pelos +14,3% de Moscovo Sheremetyevo, que foram os líderes em crescimento entre os aeroportos europeus com mais de 25 milhões de passageiros por ano.

Assim, com o total recorde de 29,03 milhões de passageiros, o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, foi o 20º maior aeroporto da Europa no ano de 2018, depois de ter sido 22º em 2017 e 25º em 2016.

Os dados do ACI, baseados relativamente a Portugal nos dados da ANA/Vinci que o PressTUR avançou em inícios de Janeiro (para ler mais clique: Aeroporto de Lisboa cresceu 8,9% em 2018 e somou 29,031 milhões de passageiros), permitem ver que Lisboa foi não só o grande aeroporto europeu com o 3º crescimento de passageiros mais forte do ano, como teve mesmo o 14º maior aumento de passageiros em 2018 entre 237 aeroportos com dados publicados pelo ACI, com mais cerca de 2,37 milhões.

Mais nenhum aeroporto português atingiu no ano de 2018 os tops de crescimento elaborados pelo ACI, com base em crescimentos relativos por grupos consoante o tráfego anual, com 5,5% para o grupo 1, dos aeroportos com mais de 25 milhões de passageiros por ano, no qual inclui Lisboa, 6,7% no grupo 2, dos aeroportos com dez milhões a 25 milhões de passageiros por ano, onde inclui o Porto, 6,5% no grupo 3, dos aeroportos com cinco milhões a dez milhões de passageiros por ano, no qual inclui Faro, e 6,7% no grupo 3, dos aeroportos com menos de cinco milhões de passageiros por ano, no qual inclui Funchal e Ponta Delgada.

Os dados publicados pelo ACI Europa mostram os aeroportos portugueses foram ‘perdendo gás’ ao longo do ano e que o desempenho médio em 2018 foi ‘inflacionado’ pela evolução no primeiro semestre, por que no 4º trimestre os aeroportos portugueses já tiveram aumento de passageiros (+6,3%) abaixo da média da Europa (+6,4%) e, especialmente, da média na União Europeia (+6,6%).

Aliás, pelos dados do ACI, com um aumento médio de passageiros em 5,1%, os aeroportos portugueses já tiveram um desempenho no segundo semestre inferior à média europeia (+5,6%) e à média dos aeroportos da União Europeia (+5,4%).

Dados de 237 aeroportos europeus publicados pelo ACI Europe indicam que em 2018 foi superada pela primeira vez a marca dos dois mil milhões de passageiros num ano, com um total de 2,09 mil milhões, por um aumento médio em 6,1% ou quase 120 milhões.

Um comunicado do ACI aponta no entanto para um total recorde de 2,34 mil milhões de passageiros em aeroportos europeus no ano de 2018, apesar, segundo realça ter havido moderação do crescimento face a 2017, mas mantendo-se ainda assim “muito dinâmico”, em especial tendo em conta as condições económicas subjacentes e as “tensões geopolíticas”.

“Uma vez mais o tráfego de passageiros mostrou uma resiliência notável”, comentou o director-geral do ACI Europe, Olivier Jankovec, que destacou que os aeroportos europeus tiveram mais 136,6 milhões de passageiros que em 2017 e que isso significa que em apenas cinco anos o tráfego cresceu 36%, com mais de 629 milhões de passageiros adicionais, 445 milhões deles na União Europeia.

O comunicado do ACI sublinha os crescimentos registados pelos aeroportos de regiões da Europa do Leste e do Sul, bem como Áustria e Luxemburgo, destacando os aumentos a dois dígitos em Vilnius (+30,9%), Bratislava (+18,1%), Riga (+15,7%), Budapeste (+13,5%), Talin (+13,4%), Malta (+13,2%), Varsóvia Chopin (+12,8%), Milão Malpensa (+11,5%), Luxemburgo (+12,2%), Atenas (+11,2%), Viena (+10,8%) e Helsínquia (+10,4%).

 

Para ler mais sobre os aeroportos portugueses em 2018 clique:

Aeroporto de Lisboa cresceu 8,9% em 2018 e somou 29,031 milhões de passageiros

Aeroporto do Porto ficou ‘em cima’ dos 12 milhões de passageiros em 2018

Sem Lisboa e Porto, crescimento dos aeroportos ANA/Vinci ficou em 0,02% em 2018

Crescimento do Aeroporto de Faro 'disparou' para 19% em Dezembro mas Lisboa Abrandou para 2,2%

 

Clique para mais notícias: Aeroportos europeus

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

DECO recebeu mais de quatro mil queixas relativas a transporte aéreo em 2018

19-04-2019 (18h19)

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) recebeu mais de quatro mil reclamações relacionadas com transportes aéreos em 2018 e, no primeiro trimestre deste ano, elevam-se a 674.

Air Europa aumenta capacidade da rota de São Paulo Guarulhos com voos em B787-9

18-04-2019 (13h29)

A rota Madrid - São Paulo Guarulhos é uma das seis rotas que a Air Europa indicou passará a ter os seus voos em Boeing B787-9, substituindo o B787-8 de menor capacidade.

Aeroporto de Hong Kong contrata Travelport promoção da conectividade multi-modal

18-04-2019 (11h37)

A multinacional tecnológica para o turismo e transportes Travelport anunciou ter assinado um acordo para promover os serviços de conectividade multi-modal do Aeroporto Internacional de Hong Kong (HKIA) junto de viajantes da Ásia, Europa e América do Norte.

Jet Airways suspende todos os voos

18-04-2019 (09h47)

A Jet Airways, que já foi a maior companhia de aviação privada da Índia, com uma frota de 123 aviões e 23 mil trabalhadores, suspendeu todos os voos, por não ter como pagar o combustível e outros serviços.

Voo da Lufthansa Lisboa - Munique desviado hoje para Sevilha para abastecer (Actualiza)

17-04-2019 (19h01)

O voo LH1793 da Lufthansa que saiu hoje de manhã de Lisboa para Munique foi desviado para Sevilha para abastecer.