Aeroporto de Lisboa abranda crescimento em Maio... para 2º mais forte dos maiores aeroportos europeus

12-07-2018 (17h56)

Aeroporto de Lisboa
Aeroporto de Lisboa

O Aeroporto de Lisboa foi em Maio o vice-campeão de crescimento dos maiores aeroportos europeus, segundo o ACI, que o colocou na segunda posição do top de crescimento dos aeroportos que anualmente têm mais de 25 milhões de passageiros, atrás apenas de Antalya.

Lisboa, como o PressTUR já tinha avançado, ainda que declarado “esgotado” quer pela empresa gestora, a ANA, do grupo francês Vinci, quer pelo Governo, manteve-se o aeroporto português (para ler mais clique: Aeroporto de Lisboa manteve-se em Maio o aeroporto português que mais cresce e Apesar de ‘esgotado’, Aeroporto de Lisboa concentra mais de 85% dos novos voos de/para Portugal) que mais cresce e ultrapassou de Janeiro a Maio os 11 milhões de passageiros, com um aumento em relação ao período homólogo de 2017 em 13,7%.

Os dados agora divulgados pelo Airports Council International (ACI) Europa mostram que o Aeroporto de Lisboa, onde a TAP é a companhia líder em número de passageiros, não só está com crescimentos mais fortes que os restantes aeroportos portugueses como, adicionalmente, é um dos aeroportos europeus que mais cresce.

No mês de Maio, mais uma vez, foi o único dos aeroportos portugueses a figurar nos Tops de crescimento do ACI, elaborados por grupos consoante a sua dimensão média e hierarquizados por crescimento relativo.

Assim, Lisboa, desde este ano incluído pelo ACI no Grupo 1 dos maiores aeroportos europeus, com mais de 25 milhões de passageiros por ano, teve em Maio o segundo crescimento mais forte, em 13,4%, aquém apenas do aumento em 32,7% de Antalya, e à frente de Moscovo Sheremetyevo, com +11,5%, Dublin, com +10,2%, e Madrid, com +9,6%.

Em valor absoluto, o PressTUR verificou que o crescimento do Aeroporto de Lisboa, em cerca de 305 mil passageiros, foi o 5º maior, a seguir a Antalya, com mais 830 mil, Frankfurt, com mais 532 mil, Madrid, com mais 434 mil, e Moscovo Sheremetyevo, com mais 376 mil.

Em função deste desempenho, o Aeroporto de Lisboa entrou para o Top20 dos aeroportos europeus no mês de Maio, em 19º maior, depois de 25º em Maio de 2017 e 26º em Maio de 2016, tendo ultrapassado, entre outros, Moscovo Domodedovo, Londres Stansted, Manchester, Oslo e Estocolmo Arlanda.

Ainda assim, Maio foi dos meses em que o Aeroporto de Lisboa teve crescimento mais fraco, abaixo do aumento médio em 13,8% do primeiro quadrimestre.

Essa, no entanto, parece ter sido a tendência dominante na Europa, como assinala o ACI, que refere que o crescimento médio foi de 6,1% em Maio, quando no primeiro trimestre tinha sido de 7,6%.

Os dados publicados pela Associação, relativos a 243 aeroportos, indicam um total de 185,2 milhões de passageiros, mais 10,6 milhões que em Maio de 2017.

Londres Heathrow manteve-se líder, com 6,67 milhões (+3,1% ou mais 200 mil que em Maio de 2017), seguido por Amesterdão Schiphol, com 6,4 milhões (+3% ou mais 186 mil), Frankfurt, com 6,1 milhões (+9,5% ou mais 532 mil), Paris Charles de Gaulle, com 6,08 milhões (+2,1% oi mais 125 mil), Istambul Ataturk, com 5,49 milhões (-0,3% ou menos 16 mil), Madrid, com 4,95 milhões (+9,6% ou mais 434 mil), Barcelona, com 4,54 milhões (+5,2% ou mais 224 mil), Londres Gatwick, com 4,1 milhões (+0,3% ou mais 12 mil), Munique, com 4,07 milhões (+3,6% ou mais 141 mil), e Roma, com 3,92 milhões (+6,8% ou mais 249 mil).

Os dados do ACI sobre os restantes aeroportos portugueses colocam o Porto em 51º maior da Europa em Maio, com 1,09 milhões de passageiros, Faro em 55º, com 971,1 mil, Funchal em 118º, com 290,7 mil, e Ponta Delgada em 146º, com 170,2 mil.

Em variação absoluta em relação a Maio de 1017, o Porto teve o 28º maior aumento do mês de Maio, com mais 122 mil (+12,6%) e Ponta Delgada teve o 133º, com mais 6,8 mil (+4,2%).

Faro teve um estagnação e o Funchal teve uma quebra na ordem de oito mil, no que foi a 22ª segunda pior variação do mês.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos europeus

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo açoriano reforça capital social da SATA Air Açores em 27 milhões de euros

16-07-2018 (16h31)

O Governo dos Açores anunciou hoje um reforço em 27 milhões de euros do capital social da SATA Air Açores, companhia aérea que assegura as ligações aéreas entre as nove ilhas açorianas, "por via da subscrição de 5.400.000 novas ações".

Lufthansa “refuta falsas alegações da Ryanair” sobre a LaudaMotion

16-07-2018 (15h28)

O Grupo Lufthansa afirmou que “são completamente infundadas” as alegações da Ryanair de que a LaudaMotion está sobre ameaça do grupo alemão, “que tenta retirar as nove aeronaves que se viu forçada a ceder à Laudamotion pela Comissão Europeia para lhe permitir reiniciar os seus serviços”.

Grupo SATA encerra contas de 2017 com prejuízos de 41 milhões de euros

16-07-2018 (13h32)

O Grupo SATA encerrou as contas de 2017 com prejuízos de 41 milhões de euros, valor que quase triplicou em relação a 2016 (14 milhões), revela o relatório e contas da companhia, a que a Lusa teve acesso.

António Teixeira é o novo presidente do conselho de administração da SATA

16-07-2018 (11h28)

O Governo dos Açores anunciou a escolha do gestor de empresas António Luís Gusmão Teixeira para a presidência do conselho de administração da SATA, substituindo Paulo Menezes, que ocupa o cargo desde o final de 2015.

TACV Cabo Verde Airlines prevê receber hoje mais um avião

16-07-2018 (11h19)

A companhia aérea TACV Cabo Verde Airlines, que no Sábado recebeu o seu primeiro avião Boeing 757, tem previsto receber hoje, segunda-feira, mais uma aeronave e assim “retomar a estabilidade operacional”.