ANA vê com “surpresa e apreensão” medidas propostas pela Agência do Ambiente

31-10-2019 (09h58)

Imagem: ANA Aeroportos
Imagem: ANA Aeroportos

A ANA Aeroportos de Portugal declarou hoje que “vê com surpresa e apreensão algumas das medidas propostas” pela Agência Portuguesa do Ambiente, que viabilizou o aeroporto do Montijo mas impôs medidas para minimizar o impacte ambiental que ascendem a 48 milhões de euros.

A gestora dos aeroportos portugueses, ao reagir esta manhã em comunicado, revelou que “avaliará detalhadamente dentro do prazo legal definido”, que é de dez dias úteis.

“Em conformidade com o procedimento aplicável, a ANA Aeroportos de Portugal irá analisar a exequibilidade, equilíbrio e benefício ambiental dessas medidas, bem como as suas implicações tendo por base os pressupostos acordados anteriormente para o projecto”, sublinha o comunicado.

As medidas impostas pela Agência Portuguesa do Ambiente incluem apoio financeiro para construção de isolamento acústico em edifícios públicos e privados, reforço da mobilidade fluvial e constituição de um mecanismo financeiro para a gestão da área afectada a gerir pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (clique para ler: Agência do Ambiente aprova aeroporto do Montijo mas impõe medidas de 48 milhões de euros).

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Mundomar convida agentes de viagens a conhecer o Sky Princess

22-11-2019 (15h25)

A Mundomar, representante da Princess Cruises em Portugal, levou agentes de viagens a conhecer o Sky Princess, embarcação de classe Royal entregue à companhia em Outubro deste ano.

SANA Hotels vai investir mais de 400 milhões de euros nos próximos 4/5 anos

22-11-2019 (13h24)

O administrador da SANA Hotels, Carlos Silva Neves, anunciou que a rede hoteleira tem previsto investir mais de 400 milhões de euros nos próximos quatro a cinco anos em hotéis em Portugal, Marrocos e Geórgia.

Lacerda Machado afasta possibilidade da TAP aumentar oferta para Faro

22-11-2019 (11h40)

O administrador não executivo da TAP Diogo Lacerda Machado declarou ter “dúvidas que faça sentido acrescentar mais” capacidade aérea para Faro, onde o número de assentos oferecidos pela companhia aumentou 43%.

TAP vai começar “a ganhar sustentadamente dinheiro”, diz administrador Lacerda Machado

22-11-2019 (10h54)

O administrador não executivo da TAP Diogo Lacerda Machado afirmou que o Estado português é "o dono do futuro da transportadora" e garantiu que a companhia vai começar "a ganhar sustentadamente dinheiro".

Ministro Siza Vieira clarifica que é a Esquadra 101 de Sintra que vai ser deslocada para Beja

22-11-2019 (10h44)

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital clarificou que é a Esquadra 101 de Sintra que irá ser deslocada para Beja, ao contrário do que, por lapso, referiu inicialmente.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas