Airbnb geriu alojamento de quase 1,4 milhões de pessoas em Portugal este Verão

17-09-2018 (14h09)

A plataforma de alojamento Airbnb geriu o alojamento de quase 1,4 milhões de pessoas em Portugal entre 1 de Junho e 31 de Agosto, mais 18% que no período homólogo do ano passado.

Portugal, de acordo com a informação divulgada pela plataforma, “continua a ser um dos destinos mais populares da Europa entre os viajantes de todo o mundo, que gastaram uma média de 82 euros por noite”.

Lisboa, Porto e Lagos permanecem no topo dos destinos mais visitados através da plataforma, seguindo-se Albufeira, Portimão, Faro, Ponta Delgada, Quarteira, Vila Nova de Gaia e Tavira.

As localidades com maior crescimento da procura entre os viajantes que escolheram Portugal para suas férias este Verão, por sua vez, foram Moura (Beja), Vendas Novas (Évora), Paços de Ferreira, Leça do Bailio e Canelas (Porto).

“Portugal é um dos destinos de Verão favoritos entre os viajantes que usam o Airbnb, tanto estrangeiros como portugueses”, afirmou Arnaldo Muñoz, Country Manager para Portugal da Airbnb Marketing Services, citado no comunicado.

“O número de portugueses que ficaram em alojamentos anunciados na Airbnb este Verão aumentou 32%”, acrescentou o executivo.

Este Verão, o Airbnb contabilizou cerca de 230 mil portugueses a utilizar a sua plataforma para reservar alojamento, “incluindo 66 mil famílias”.

Portugal foi o destino mais procurado pelos portugueses este Verão, seguindo-se Espanha, Itália, França, Croácia, Reino Unido, EUA, Grécia, Alemanha e Holanda.

A nível global, a plataforma de alojamento Airbnb geriu o alojamento de 60 milhões de hóspedes este Verão.

O dia 11 de Agosto, em que o Airbnb celebrou uma década de actividade, foi o dia com mais hóspedes em alojamento anunciado na sua plataforma, com um total de 3,5 milhões.

O Airbnb, que tem cinco milhões de anúncios em 81 mil cidades, sublinha que nos últimos dez anos os anunciantes na sua plataforma ganharam colectivamente mais de 41 mil milhões de dólares.

No ano passado, a plataforma geriu o alojamento em Portugal de mais de 2,6 milhões de turistas de mais de 150 países (clique para ler: Airbnb geriu alojamento de mais de 2,6 milhões de turistas em Portugal em 2017).

 

Clique para ver mais: Airbnb

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva agentes de viagens portugueses à Tailândia

18-09-2019 (18h16)

O operador turístico Solférias levou um grupo de agentes de viagens portugueses a conhecer a Tailândia, um dos novos destinos da sua programação, proporcionando-lhes um circuito que incluiu praias, cidade e natureza.

Ryanair quer que tripulantes da base de Faro aceitem alterar contratos para sazonais

18-09-2019 (18h13)

A low cost Ryanair admitiu em “nota” de distribuição restrita recuar no encerramento da base de Faro, mas dizendo que a sua continuação “poderá agora ser possibilitada pelo acordo das tripulações baseadas” na infra-estrutura “em mudar para contratos sazonais, para reflectir a natureza sazonal do tráfego de e para o Algarve”.

Ryanair invoca “razões comerciais” para cessar voos entre Lisboa e Porto

18-09-2019 (18h07)

A Ryanair decidiu abandonar a rota entre o Porto e Lisboa “por razões comerciais”, segundo fonte oficial da low cost citada pela Agência Lusa, a qual realçou que, ainda assim, continuará a “operar 57 rotas do Porto e 30 de Lisboa”.

Sindicato dos pilotos da British Airways desconvoca greve de 27 de Setembro

18-09-2019 (17h52)

O sindicato dos pilotos da British Airways (BALPA) desconvocou a greve prevista para 27 de Setembro e pretende iniciar “novas negociações” com a empresa sobre as condições laborais, segundo anunciou hoje.

SATA abre programa de pré-reformas para funcionários com mais de 59 anos

18-09-2019 (17h39)

A Administração do grupo SATA abriu um programa de reformas antecipadas para os trabalhadores com mais de 59 anos, no âmbito do processo de reestruturação da companhia aérea açoriana, noticiou a Lusa, que cita uma comunicação interna a que teve acesso.

Noticias mais lidas