Airbnb começa a vender experiências e actividades em Lisboa

14-06-2017 (16h02)

A plataforma Trips, que o Airbnb lançou em Novembro de 2016 para comercializar experiências e actividades, está a partir de hoje disponível em Lisboa, com mais de 20 propostas.

A plataforma Trips é “alimentada pela comunidade, desenhada para tornar as viagens mais simples e mágicas”, oferecendo aos viajantes acesso “a paixões e interesses locais, como a arte de fabricar violinos em Paris ou correr uma maratona no Quénia; descobrir «jóias» escondidas que apenas os locais conhecem, através de recomendações pessoais; e socializar com outros viajantes e residentes locais em eventos fascinantes”, avançava o Airbnb no lançamento da nova plataforma (clique para ler: Airbnb entra na venda de experiências e actividades).

O portal anuncia hoje que passou a incluir Lisboa na plataforma, com mais de 20 experiências, destacando cinco actividades.

A primeira é “O Guro do Peixe” em que a chef de cozinha e blogger Liliana ensina os participantes a “preparar e escolher o peixe correcto para cada prato”, levando-os depois a “um barco de peixe em conserva onde vão degustar três iguarias diferentes de peixe em conserva e aprender tudo sobre esta famosa indústria em Portugal e provar um copo de vinho branco verde fresco”.

Conhecer a “História de Fernando Pessoa” contada por Fabrizio, académico dedicado à pesquisa da vida de Pessoa, é outra opção, num passeio pelos lugares onde viveu o escritor, pelos cafés onde realizou tertúlias e onde se encontrava com amigos. “Durante a caminhada, os visitantes vão ser encorajados a explorarem o mundo de Fernando Pessoa através de escrita criativa e desenhar as suas próprias histórias de amor e intriga”.

Outra actividade disponíbel é “Costurar com as avós”, em que os participantes terão oportunidade de reunir com “um grupo de avós portuguesas especialistas na arte de bordar” revelando “os segredos do ofício, enquanto partilham as suas histórias pessoais e locais favoritos da cidade num intercâmbio multicultural e multigeracional único”.

Para conhecer as “Raízes africanas” da capital portuguesa, Naky, uma lisboeta nascido no Togo, leva os viajantes a assistir um concerto de música africana, a provar “alguns pratos da deliciosa gastronomia africana”, a fazer compras “nas lojas africanas mais autênticas da cidade” e a “aprender tudo sobre a herança africana na cidade pelos seus protagonistas – a comunidade africana de Lisboa”.

Há ainda uma proposta para visitar um “laboratório de permacultura num local único no campo, em Sintra”, onde os visitantes poderão “elaborar e provar uma refeição orgânica depois da sessão, directamente do jardim para a mesa”.

A plataforma Trips, lançada em Novembro, dispõe de mais de 1500 experiências em mais de 25 de cidades.

 

Clique para mais notícias: Airbnb

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo TAP prepara-se para entrar em bolsa a partir de 2020

22-03-2019 (18h21)

A TAP SGPS está a trabalhar para, a partir de 2020, estar pronta a avançar com uma IPO (Oferta Pública Inicial), com uma percentagem entre 15% e 30%, anunciou hoje o presidente da Comissão Executiva do grupo.

Grupo TAP tem prejuízo de 118 milhões de euros em “ano necessário”

22-03-2019 (18h06)

O Grupo TAP passou de um lucro de 21,2 milhões de euros em 2017 para um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, um ano de transformação necessária para preparar o futuro, segundo descreveram hoje Miguel Frasquilho, Antonoaldo Neves e David Neeleman.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Companhia aérea indonésia cancela encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX

22-03-2019 (14h30)

A companhia aérea indonésia Garuda anunciou hoje o cancelamento de uma encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX, aparelho ligado a dois acidentes, o mais recente dos quais a 10 de Março, na Etiópia.