Voos da LATAM entre Lisboa e São Paulo estão “acima das expectativas” – Thibaud Morand

11-10-2018 (01h23)

Os voos da LATAM Airlines entre Lisboa e São Paulo, que começaram a 3 de Setembro, cinco vezes por semana, estão “acima das expectativas”, com um load factor acima de 85%, disse esta quarta-feira Thibaud Morand, director Comercial da LATAM Airlines para Espanha.

“Tal como nestas primeiras semanas de operação, as reservas para o futuro estão a decorrer bem, estamos muito contentes e com muito boas perspectivas para esta rota”, disse Thibaud Morand aos jornalistas, num evento de apresentação da nova rota em Lisboa, em que juntou agências de viagens, operadores turísticos e outros parceiros.

A companhia aérea prevê transportar mais de cem mil passageiros por ano na rota Lisboa - São Paulo, que está a operar em aviões Boeing B767 com capacidade para 191 passageiros em económica e 30 em premium business.

Quase todas as vendas em Portugal para os voos da LATAM entre Lisboa e São Paulo são feitas através de agências de viagens, disse o executivo, como aliás já havia dito ao PressTUR, em finais de Junho, Rodrigo Contreras, director da companhia aérea para a Europa, (clique para ler: LATAM já vende Lisboa – São Paulo e “está a correr muito bem” / Diversidade é o ‘trunfo’ da LATAM para entrar nos voos Lisboa – São Paulo).

Thibaud Morand frisou que, desde o início da operação, foram “muito bem acolhidos pelos agentes de viagens e pela APAVT”, e acrescentou que “é fundamental que tenhamos a melhor relação, para que nos apoiem e para que nós também os possamos apoiar”.

Questionado sobre a possibilidade de iniciar operações no Porto, um desafio deixado no discurso de Francisco Pita, Chief Commercial Officer da ANA, gestora dos aeroportos portugueses, Thibaud Morand respondeu que “de momento ainda não estamos a contemplar o Porto”.

“Para nós já foi um grande trabalho iniciar esta operação para Lisboa e queremos consolidar esta operação antes de começar qualquer outra operação”, acrescentou.

Sobre um eventual reforço em Lisboa, Thibaud Morand disse que a companhia está “sempre a pensar em colocar mais voos para Lisboa, inclusivamente mais operações, mas é preciso ir por fases e, neste momento, ainda estamos a começar”.

 

Continua:

Rota da LATAM entre Lisboa e São Paulo contribui para “mais qualidade de serviço aos nossos clientes” – APAVT

 

Ver também:

LATAM aumenta capacidade em 8% em Setembro e sofre queda acentuada da ocupação dos voos

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: LATAM Airlines

Clique para ver mais: APAVT

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

APG Portugal acrescenta Adria Airways e Jeju Air ao seu programa de interline

11-12-2018 (16h28)

As companhias de aviação Adria Airways, da Eslovénia, e Jeju Air, da Coreia do Sul, passaram a integrar o programa de emissão de bilhetes interline da APG Portugal.

Roadshow “Os Especialistas” visita seis cidades em Fevereiro

11-12-2018 (15h27)

O roadshow “Os Especialistas”, que junta fornecedores de produtos e serviços para agências de viagens, vai percorrer seis cidades portuguesas de 18 a 28 de Fevereiro, contando assim com menos duas sessões que na edição de 2018.

Bestravel chega às 53 lojas com nova agência em Lousada

11-12-2018 (14h40)

O grupo de agências de viagens Bestravel chegou às 53 lojas com a inauguração de uma nova agência em Lousada, no distrito do Porto.

Hotéis no Sal e na Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o Fim de Ano – presidente da AAVTCV

10-12-2018 (12h58)

Os hotéis das ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o réveillon, e os principais mercados emissores são o Reino Unido e Portugal, segundo Mário Sanches, presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV).

Cabo Verde deve apostar na “diversidade e qualidade da oferta” turística – presidente da AAVTCV

10-12-2018 (12h56)

Mário Sanches, presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV), considera que Cabo Verde deve apostar na criação de "roteiros e alternativas capazes de acrescentar valor e interesse para que consigamos atrair mais turistas e novos mercados".