“TUI está mesmo a apostar em Portugal como mercado de outgoing”

20-12-2016 (13h41)

Lars Schaefer, managing director da TUI Portugal

O novo managing director da TUI Portugal, Lars Schaefer, resumiu em conversa com o PressTUR as mudanças que a empresa tem implementado em Portugal nos últimos meses, sublinhando que uma das direcções da estratégia é "apostar no mercado português como mercado de outgoing".

Anunciado como managing director da TUI Portugal em inícios de Outubro, Lars Schaefer já foi um dos profissionais presentes no 42º Congresso Nacional da APAVT há duas semanas em Aveiro (para ler mais clique: Lars Schaefer é novo managing director da TUI Portugal).

 

PressTUR: O que é hoje a TUI?

Lars Schaefer: A TUI hoje, a nível global, consideramos que somos o número um em turismo integrado, sendo que a TUI tem as operações de toda a cadeia de valor. Temos sites online, temos agências de viagens, temos aviões, temos tour operadores em vários mercados emissores. Quer dizer, trabalhamos em muitos mercados com vários modelos de negócio: tanto tour operação como hotelaria, como cruzeiros. Basicamente a TUI é uma das poucas empresas a nível mundial que está presente em todas as áreas de turismo, isto a nível mundial.

 

PressTUR: E em Portugal?

Lars Schaefer: Em Portugal tínhamos uma entidade, que era a TUI Portugal Agência de Viagens e Turismo SA, com sede em Faro, que operava dois modelos de negócio, o incoming e o outgoing. O outgoing sob as marcas Nouvelles Frontières, como operador turístico, e TUI Viagens, como agência de viagens. Em Outubro deste ano, separámos os dois modelos de negócio, o incoming e o outgoing. A TUI Destination Services com sede em Faro continua responsável pelo incoming e continua com a mesma equipa. Para a clara separação dos dois modelos de negócio criámos uma segunda entidade, a “nova” TUI Portugal, desde Outubro responsável pelo negócio de outgoing. Acolhe a actividade de tour operação, antigamente comercializada sob a marca Nouvelles Frontières. Com a mudança de empresa, a marca Nouvelles Frontières deixou de existir – efeito de uma estratégia global de redução de marcas e foco na marca TUI. Tanto a equipa, como a lógica do negócio continuam. Com uma grande diferença: tamanho. Investimos no negócio e fazemos mais uso dos benefícios do grupo.

 

PressTUR: E você é responsável por essa nova entidade?

Lars Schaefer: Exactamente, eu sou responsável por essa empresa nova que se dedica a outgoing. Mantém-se a equipa do operador, com a Francisca Ferreira, responsável pelo operador e uma chefia nova para as agências de viagens, Cristina Sousa e Inês Pacheco.

 

PressTUR: Agências próprias?

Lars Schaefer: Sim, algumas poucas agências próprias que se dedicam sobretudo ao corporate - Lisboa, Porto os centros das operações corporate e as ilhas para dar apoio às nossas operações TUI.

 

PressTUR: E estavam no Top 20 do BSP Portugal...

Lars Schaefer: Estamos nas grandes cidades e estamos a fazer um trabalho focado com uma boa equipa e um serviço de excelência e bons clientes.

 

PressTUR: De alguma maneira é o primeiro investimento, digamos mais pesado, mais forte, da TUI no outgoing em Portugal...

Lars Schaefer: Não diria o primeiro, mas sim diria que entrámos numa fase em que a TUI está mesmo a apostar em Portugal como mercado de outgoing, sobretudo na área da tour operação. De momento, a TUI no mercado português é reconhecida como marca de incoming. Está na hora de expandir esse reconhecimento de marca também para a área de outgoing.

 

PressTUR: Fizeram-no há dois ou três anos em Espanha?

Lars Schaefer: Fizemos e estamos a fazer também em Espanha com um bom resultado. O operador turístico espanhol tem crescido consideravelmente. Oferece uma vasto leque de produtos para as agências de viagens. Cá em Portugal estamos a ganhar com isso. Estamos a desenvolver iniciativas juntos e haverá apostas inovadoras para os dois mercados.

 

Continua:

TUI Portugal quer reforçar colaboração com agências de viagens

Aposta da TUI Portugal centra-se no nicho das grandes viagens

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: TUI Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva às Maldivas agentes de viagens que mais venderem o destino

20-02-2019 (14h02)

O operador turístico Solférias anunciou que vai oferecer oito lugares numa viagem de familiarização (fam trip) às Maldivas às oito agências de viagens que mais venderem os seus programas para este destino.

Potenciais compradores da Travelport perspectivam crescimento mais agressivo

19-02-2019 (17h21)

Impulsionar a indústria da distribuição de viagens para uma espécie de “versão 2.0”, significando ter um crescimento mais agressivo, é a perspectiva apontada por Frank Baker, co-fundador do Siris Capital Group, uma das sociedades de investimento que tem em curso uma proposta de aquisição da Travelport apoiada pela administração da companhia.

Sem charters semanais para Punta Cana, turismo português para a Dominicana cai 55%

19-02-2019 (16h29)

Portugal foi o quarto país europeu com a maior quebra de turistas na Dominicana este Janeiro, reflectindo a inexistência de voos semanais para Punta Cana, ao contrário do ano passado, que foi o primeiro desde 2011 em que os operadores turísticos tiveram voos mesmo em época baixa.

Carlson Wagonlit Travel passa a ser só CWT

19-02-2019 (16h16)

A Carlson Wagonlit Travel, uma das maiores agências de viagens corporate do mundo, presente em Portugal associada à Springwater Turismo, anunciou uma mudança de designação oficial para CWT, que era já a sigla mais utilizada para a designar, embora não assumida oficialmente.

Springwater vai finalmente apostar na “aproximação/integração” Geostar - Top Atlântico

15-02-2019 (16h35)

O grupo espanhol Wamos, do fundo suíço Springwater, vai avançar finalmente para a “aproximação/integração” das suas redes em Portugal, a Top Atlântico comprada ao antigo GES e a Geostar comprada ao grupo Sonae em 2015.