“TUI está mesmo a apostar em Portugal como mercado de outgoing”

20-12-2016 (13h41)

Lars Schaefer, managing director da TUI Portugal

O novo managing director da TUI Portugal, Lars Schaefer, resumiu em conversa com o PressTUR as mudanças que a empresa tem implementado em Portugal nos últimos meses, sublinhando que uma das direcções da estratégia é "apostar no mercado português como mercado de outgoing".

Anunciado como managing director da TUI Portugal em inícios de Outubro, Lars Schaefer já foi um dos profissionais presentes no 42º Congresso Nacional da APAVT há duas semanas em Aveiro (para ler mais clique: Lars Schaefer é novo managing director da TUI Portugal).

 

PressTUR: O que é hoje a TUI?

Lars Schaefer: A TUI hoje, a nível global, consideramos que somos o número um em turismo integrado, sendo que a TUI tem as operações de toda a cadeia de valor. Temos sites online, temos agências de viagens, temos aviões, temos tour operadores em vários mercados emissores. Quer dizer, trabalhamos em muitos mercados com vários modelos de negócio: tanto tour operação como hotelaria, como cruzeiros. Basicamente a TUI é uma das poucas empresas a nível mundial que está presente em todas as áreas de turismo, isto a nível mundial.

 

PressTUR: E em Portugal?

Lars Schaefer: Em Portugal tínhamos uma entidade, que era a TUI Portugal Agência de Viagens e Turismo SA, com sede em Faro, que operava dois modelos de negócio, o incoming e o outgoing. O outgoing sob as marcas Nouvelles Frontières, como operador turístico, e TUI Viagens, como agência de viagens. Em Outubro deste ano, separámos os dois modelos de negócio, o incoming e o outgoing. A TUI Destination Services com sede em Faro continua responsável pelo incoming e continua com a mesma equipa. Para a clara separação dos dois modelos de negócio criámos uma segunda entidade, a “nova” TUI Portugal, desde Outubro responsável pelo negócio de outgoing. Acolhe a actividade de tour operação, antigamente comercializada sob a marca Nouvelles Frontières. Com a mudança de empresa, a marca Nouvelles Frontières deixou de existir – efeito de uma estratégia global de redução de marcas e foco na marca TUI. Tanto a equipa, como a lógica do negócio continuam. Com uma grande diferença: tamanho. Investimos no negócio e fazemos mais uso dos benefícios do grupo.

 

PressTUR: E você é responsável por essa nova entidade?

Lars Schaefer: Exactamente, eu sou responsável por essa empresa nova que se dedica a outgoing. Mantém-se a equipa do operador, com a Francisca Ferreira, responsável pelo operador e uma chefia nova para as agências de viagens, Cristina Sousa e Inês Pacheco.

 

PressTUR: Agências próprias?

Lars Schaefer: Sim, algumas poucas agências próprias que se dedicam sobretudo ao corporate - Lisboa, Porto os centros das operações corporate e as ilhas para dar apoio às nossas operações TUI.

 

PressTUR: E estavam no Top 20 do BSP Portugal...

Lars Schaefer: Estamos nas grandes cidades e estamos a fazer um trabalho focado com uma boa equipa e um serviço de excelência e bons clientes.

 

PressTUR: De alguma maneira é o primeiro investimento, digamos mais pesado, mais forte, da TUI no outgoing em Portugal...

Lars Schaefer: Não diria o primeiro, mas sim diria que entrámos numa fase em que a TUI está mesmo a apostar em Portugal como mercado de outgoing, sobretudo na área da tour operação. De momento, a TUI no mercado português é reconhecida como marca de incoming. Está na hora de expandir esse reconhecimento de marca também para a área de outgoing.

 

PressTUR: Fizeram-no há dois ou três anos em Espanha?

Lars Schaefer: Fizemos e estamos a fazer também em Espanha com um bom resultado. O operador turístico espanhol tem crescido consideravelmente. Oferece uma vasto leque de produtos para as agências de viagens. Cá em Portugal estamos a ganhar com isso. Estamos a desenvolver iniciativas juntos e haverá apostas inovadoras para os dois mercados.

 

Continua:

TUI Portugal quer reforçar colaboração com agências de viagens

Aposta da TUI Portugal centra-se no nicho das grandes viagens

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: TUI Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Plataforma da Solférias já permite reservar ‘fare families’ (com vídeo)

12-11-2018 (16h03)

O operador turístico Solférias anunciou que passou a ter na sua plataforma uma funcionalidade que permite a reserva ‘fare families' em programas com voos, possibilitando aos agentes de viagens oferecer mais opções aos seus clientes.

Soltrópico dá formação sobre os Emirados Árabes Unidos

12-11-2018 (12h56)

O operador turístico Soltrópico está a anunciar uma formação sobre os Emirados Árabes Unidos a decorrer no dia 14 de Novembro.

Agências de viagens europeias acusam IATA de prepotência

09-11-2018 (12h43)

A ECTAA, organização que reúne as associações de agências de viagens e operadores turísticos europeus, acusou a IATA, associação mundial de companhias de aviação, de "unilateralmente" pôr em causa aspectos importantes da regulação da sua relação comercial.

Reservas em GDS abrandam fortemente no terceiro trimestre, Amadeus

07-11-2018 (17h50)

As reservas de voos por agências de viagens através dos GDS (sistemas globais de distribuição) passaram de um crescimento médio em 4,3% no primeiro semestre para apenas 1,7% no terceiro trimestre, revelou hoje a Amadeus IT, que atribui o abrandamento, entre outros factores, ao impacto de "estratégia adoptadas por algumas companhias de aviação" na Europa Ocidental, sua maior região.

Agências e operadores turísticos estão “relativamente confortáveis”, Pedro Gordon, GEA

05-11-2018 (18h42)

“A nível de comissões acho que o mercado está mais ou menos bem regulado neste momento”, assumiu Pedro Gordon, director-geral da GEA, maior rede portuguesa de agências de viagens em número de lojas, ao pronunciar-se sobre a remuneração das agências pelas vendas de pacotes de operadores turísticos, o seu maior segmento de actividade.