TAP já não aceita taxa de serviço das agências portuguesas na box XP

02-01-2019 (17h29)

Desde o dia 1 que a TAP deixou de aceitar que as agências de viagens cobrem pelo seu serviço aos clientes usando a box XP, que foi uma solução encontrada quando se deu em Portugal a ‘revolução’ da remuneração das agências de viagens, da companhia de aviação, via comissões, para os clientes.

Foi a introdução da então chamada Ticket Service Fee, que com o passar dos anos passou a ser designada pela box dos sistemas globais de reservas (GDS) que os agentes utilizavam para a cobrar aos clientes.

Fontes do mercado disseram ao PressTUR que desde o primeiro dia deste ano que a TAP, que é a companhia com mais ‘peso’ nas vendas de voos pelas agências de viagens via GDS, o chamado BSP, não aceita mais a utilização da taxa XP para cobrança do serviço de pesquisa e reserva pelas agências de viagens e anunciou ao mercado que cobrará à agência o montante que esta insira nessa ‘box’, o que significará que não receberão a taxa de serviço por essa via.

As mesmas fontes indicaram que desde finais de 2017 que a TAP declarou a intenção de acabar ‘imediatamente’ com o sistema que tinha ajudado a criar para evitar ‘uma guerra’ com o seu maior canal de distribuição ao deixar de lhes pagar comissões como sempre tinha acontecido até então.

O fim da utilização da ‘taxa XP’, porém, apenas se deu cerca de um ano depois, ou seja, em finais deste ano, de acordo com as mesmas fontes, em resultado de um processo de conversações promovido pela APAVT e protagonizado pelas maiores agências de viagens portuguesas em vendas de voos, via o chamado Capítulo Aéreo da Associação.

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: APAVT

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Compra da Travelport pelo fundo Siris notificada à Autoridade da Concorrência

17-01-2019 (15h24)

O fundo de investimentos Siris Cayman Fund IV notificou a Autoridade da Concorrência (AdC) da sua proposta de compra da plataforma de comércio de viagens Travelport, divulgada em 10 de Dezembro e que tem o apoio unânime da Administração da companhia.

Macau quer atrair mais convenções, congressos e exposições

17-01-2019 (14h07)

O Governo de Macau pretende tornar o território mais competitivo na atracção de mais convenções, congressos e exposições, o segmento MICE, apesar das melhorias neste sector nos últimos anos, anunciou hoje o secretário para a Economia e Finanças daquela região.

Turistas portugueses na Dominicana voltaram em 2018 a ser mais de 40 mil

16-01-2019 (17h50)

A República Dominicana recebeu 40,5 mil turistas residente em Portugal em 2018, que foi assim o segundo ano em que teve mais de 40 mil turistas residentes em Portugal, depois de em 2009 ter atingido os 42,7 mil, que se mantém o recorde anual.

Portugal foi o 2º emissor europeu que mais cresceu para a Dominicana em 2018

16-01-2019 (17h48)

Portugal, com mais 9.188 turistas na Dominicana em 2018, teve o segundo maior aumento do ano entre 25 emissores europeus, atrás apenas de Inglaterra, de onde o destino teve um aumento de 9.980 turistas.

Newtour adopta conexões NDC para aceder aos voos do Grupo Lufthansa

16-01-2019 (13h40)

A Newtour, que integra o operador turístico Soltrópico e as agências de viagens Bestravel, assinou um acordo para poder reservar voos das companhias do Grupo Lufthansa através de conexões NDC.