Springwater vai finalmente apostar na “aproximação/integração” Geostar - Top Atlântico

15-02-2019 (16h35)

O grupo espanhol Wamos, do fundo suíço Springwater, vai avançar finalmente para a “aproximação/integração” das suas redes em Portugal, a Top Atlântico comprada ao antigo GES e a Geostar comprada ao grupo Sonae em 2015.

A perspectiva é avançada na comunicação interna de Eduardo Montes, presidente da Administração do grupo Wamos, a anunciar que Gonçalo Salgado, que dirigia a Geostar, “decidiu enveredar por um novo caminho profissional” e que dessa forma deixará a empresa a 28 de Fevereiro.

Na sequência desta saída, o Conselho de Administração do Grupo Wamos nomeou Martins Jesus CEO do Grupo Springwater Tourism Portugal.

A fusão entre a antiga Espírito Santo Viagens e a Geostar foi um desejo acalentado nomeadamente pelo antigo CEO da holding de viagens do antigo GES e actual presidente da CTP, Francisco Calheiros (para ler mais clique: Compra da GeoStar é “um passo importantíssimo” “tentado várias vezes no passado” – CEO).

‘Surpreendentemente’, no entanto, depois de conseguir concretizar a compra também da Geostar, a Springwater decidiu manter as empresas separadas, transferindo Martins Jesus de CEO da Geostar para ‘o lugar’ de Francisco Calheiros, que deixou o grupo, e promovendo Gonçalo Salgado a nº 1 da Geostar.

A comunicação interna de Eduardo Montes a propósito da saída de Gonçalo Salgado evidencia que o processo de “aproximação/integração” até já começou, com a “integração da área de back-office da GeoStar na área de Serviços Partilhados da SWT [Springwater Turismo, antiga Espírito Santos Viagens]” que indica estará concluída “ainda no decorrer do 1º trimestre de 2019”.

Eduardo Montes anuncia então que dado esse passo “será lançado um estudo - para o qual contaremos com a colaboração de uma prestigiada empresa internacional de consultadoria – visando a avaliação da possibilidade de uma maior aproximação/integração de diferentes áreas das duas empresas, e consequente captação de sinergias”.

A rede de agências de viagens Top Atlântico (sem incluir a Top Atlântico DMC nem a Top Partner - Viagens e Soluções Empresariais, que facturaram respectivamente 20 milhões e 18,28 milhões de euros) realizou 14,47 milhões de euros de vendas e prestações de serviços em 2017 e apresentou um lucro líquido de 1,75 milhões.

A Geostar (Raso - Viagens e Turismo), por sua vez, teve vendas de 22,08 milhões de euros e lucros de 627,3 mil euros.

 

Para ler mais clique:

Springwater confirma compra da GeoStar. Facturação do grupo passa os 500 milhões

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Springwater Turismo

Clique para mais notícias: Geostar

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Travelplan alerta agentes de viagens para entrada em vigor da "ecotaxa" no México

20-03-2019 (16h18)

O operador turístico Travelplan está a alertar os agentes de viagens para a entrada em vigor de um imposto de saneamento ambiental no México, designado "ecotaxa", no valor de cerca de 1 euro por quarto, por noite.

RAVT organiza XIV Convenção no Grande Hotel do Luso

20-03-2019 (10h00)

A RAVT vai organizar a sua XIV Convenção no Grande Hotel do Luso, no dia 4 de Maio, reunindo as agências de viagens da rede e vários fornecedores.

Travelport e Japan Airlines juntam-se para criar um GDS líder no Japão

19-03-2019 (18h25)

A Travelport e a Japan Airlines assinaram um acordo para lançar uma joint venture que visa desenvolver um GDS líder no Japão, através da integração das plataformas Travelport Japan e a Axess International Network.

CEAV e APAVT promovem encontro entre agentes de viagens portugueses e fornecedores

18-03-2019 (17h27)

A associações de agências de viagens de Espanha e Portugal, CEAV e APAVT, que no ano passado criaram uma aliança ibérica, vão promover no dia 27 de Março um encontro entre agentes de viagens portugueses e diversos fornecedores.