Solférias mantém expectativas para Ásia, Índico e Médio Oriente apesar do novo coronavírus

28-02-2020 (13h13)

As expectativas do operador turístico Solférias sobre as vendas para destinos da Ásia, Índico e Médio Oriente “mantêm-se” similares ao começo do ano, apesar de um abrandamento das reservas, disse ao PressTUR Ricardo Freixinho, gestor de produto e contratação.

O surto do coronavírus “criou um pouco de abrandamento nas reservas” e, sobretudo, fez o telefone tocar. “Temos recebido muitas chamadas, muitas perguntas sobre alteração de reservas”, disse Ricardo Freixinho.

“O que é possível alterar, alteramos, mas depende das condições das reservas, porque enquanto não houver da parte governamental alguma informação que proíba as viagens, os seguros não protegem, e, por isso, temos que nos sujeitar às regras das companhias aéreas e os hotéis”, explicou o executivo, que falava ao PressTUR ontem em Lisboa, numa apresentação para agentes de viagens sobre a programação da Solférias para destinos da Ásia, Índico e Médio Oriente.

Ricardo Freixinho admite que poderá sentir menos impacto nas reservas que outros operadores turísticos porque os destinos asiáticos são uma aposta recente na Solférias: “se quisermos ser optimistas, o que podemos dizer é que é mais um ano que se adiou o lançamento destes destinos”.

Os destinos onde o operador verificou um abrandamento de reservas foram Vietname e Tailândia, mas “os outros não, tudo o que seja Índico continua com crescimentos bastante interessantes”.

As principais novidades do operador para esta área do globo são os programas para a Coreia do Sul, China e Qatar, destacou o gestor de produto, acrescentando que também foi reformulada toda a programação para as Filipinas e Malásia.

As Maldivas foram o destino da Ásia, Índico e Médio Oriente mais vendido pela Solférias em 2019. Seguiram-se Tailândia, Maurícia, Seicheles, Indonésia e Vietname.

“As Maldivas, entre todos os destinos da Solférias, já está no Top10, e estamos a falar de um destino de linha regular que está a concorrer com destinos charter dentro do próprio operador”, enfatizou Ricardo Freixinho.

A Indonésia, por sua vez, “tem sido uma agradável surpresa”, depois de em 2019 ter “crescido pouco em relação ao ano anterior, este ano está com uma curva ascendente muito interessante de antecipação nas reservas”.

Questionado se prevalece a procura por destinos de praia, o gestor de produto da Solférias afirmou que “a praia tem o mesmo nível de comportamento, com um crescimento interessante, mas temos reparado – e daí a nossa aposta também – a procura pelos circuitos, que em muitos casos terminam na praia. O Vietname, que tem tido um comportamento muito interessante, é exemplo do crescimento da procura pelos circuitos”.

A Solférias organizou ontem em Lisboa um evento para agentes de viagens onde juntou 20 fornecedores de hotéis e companhias aéreas para a apresentar a sua oferta para a Ásia, Índico e Médio Oriente.

Na quarta-feira, o operador turístico realizou o evento no Porto, onde juntou cerca de 200 participantes, segundo Ricardo Freixinho.

 

Clique para ver mais: Solférias

Clique para ver mais: Agência&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Plano de redução de pessoal da Viajes El Corte Inglés afecta 1.900 trabalhadores

26-03-2020 (14h16)

A espanhola Viajes El Corte Inglés, também presente em Portugal, apresentou um ERTE (em Espanha, de Expediente de Regulação Temporária de Emprego), que abrange 1.900 trabalhadores.

Covid-19 mata mais 44 na Alemanha que já lamenta 198

26-03-2020 (11h17)

A Alemanha anunciou hoje um aumento de 44 vítimas mortais pela covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 198 o total de mortos, ainda assim uma baixa taxa de letalidade se comparada com outros países.

Travelport lança hub de informação para ajudar empresas a lidar com a crise da Covid-19

26-03-2020 (11h10)

A multinacional tecnológica Travelport, da qual faz parte o GDS Galileo, líder entre as agências de viagens portuguesas, lançou uma plataforma para fornecer informação útil e dados actualizados para ajudar as empresas a lidar com a crise provocada pela Covid-19.

Fusão Globalia e Barceló notificada à Concorrência

26-03-2020 (10h17)

A fusão das divisões de viagens dos grupos espanhóis Globalia e Barceló foi notificada à Autoridade da Concorrência (AdC), segundo um aviso publicado.

Microempresas turísticas em dificuldades excluídas da linha de apoio de 60 milhões de euros

25-03-2020 (14h58)

A linha de apoio à tesouraria de microempresas do turismo afectadas pelos efeitos económicos da pandemia da covid-19 exclui empresas em dificuldade, segundo o despacho do Governo hoje publicado, com efeitos retroactivos.

Noticias mais lidas