Sabre ‘vira o bico ao prego’ e declara-se “totalmente empenhado” na NDC da IATA

10-10-2017 (15h23)

O Sabre, segunda maior empresa mundial de tecnologia de distribuição de produtos turísticos, anunciou uma reviravolta na sua forma de encarar a New Distribution Capability (NDC) da IATA, passando da sua contestação à promessa de total empenho em fazê-la funcionar.

“As pessoas estão focadas [actualmente] em gerar criação de valor para as companhias aéreas tal como para as agências de viagens”, argumentou Sean Menke, que se dirigia a um audiência de profissionais da indústria reunidos em Dallas, EUA, para rematar: “é como faremos o NDC funcionar”.

O executivo assegurou de seguida o empenho da companhia em liderar o desenvolvimento da próxima geração de soluções de distribuição e comercialização alavancadas na NDC “em moldes que beneficiarão as companhias aéreas, os retalhistas e os consumidores”.

Citado em comunicado, Sean Menke começou por sustentar que o desenvolvimento dos standards NDC “foi apenas o primeiro passo numa série de alterações com impacto na forma como as companhias aéreas colocam no mercado os seus serviços e como as agências de viagens comercializam esses serviços aos consumidores”, pois há várias outras funções que as agências de viagens, nomeadamente as TMC (do inglês para travel management companies), desempenham para os seus clientes.

O executivo acrescentou então que o Sabre tem um historial de fazer confluir os interesses dos fornecedores e dos distribuidores de viagens e “encontrar formas da tecnologia fazer avançar a indústria” e realçou que os diálogos que estão em curso hoje em dia com as companhias aéreas e as agências de viagens “são muito diferentes das nossas discussões de inclusivamente há poucos anos”.

Sem entrar em especificações o CEO do Sabre anunciou de seguida que “nos próximos meses, estaremos a falar mais sobre como o traremos para o mercado, mas não qualquer intenção de abdicar do papel de liderança tecnológica que historicamente temos desempenhado”.

A justificar a alteração posição, o executivo apontou como forças ‘disruptoras’ do mercado o continuado crescimento das low cost e a queda dos preços da aviação.

Aliás, Menke sublinhou mesmo que embora haja a percepção que a consolidação tem sido o que tem gerado resultados financeiros, em sua opinião, “o impacto real na economia das companhias aéreas decorre do crescimento explosivo das low cost, que de forma impressionante têm feito avançar o mercado de lazer e impulsionado com êxito preços e competição tanto no segmento business quanto no lazer”.

“Estes factores — que vemos a vários níveis em todas as regiões do globo — requerem das companhias tradicionais a diferenciação das suas ofertas e que encontrem formas de gerar aumento de receita mesmo competindo por viajantes preço-conscientes”, prosseguiu Menke para posicionar a companhia como facilitadora dessa mudança.

A NDC começou com um discurso público acerca do desenvolvimento de um novo nível de standards tecnológicos para permitir às companhias aéreas disponibilizarem produtos e serviços mais ‘costumizados’, como as ‘família de tarifas’ (branded fares), serviços complementares (ancillary services) e tendências de comercialização digital que “caracterizam” a moderna aviação, , argumentou, para garantir de seguida:

“Nós estamos totalmente empenhados não apenas em incorporar os standards NDC, mas em dar-lhes [também] uma aplicação mais vasta de forma a que companhias aéreas, agências e consumidores obtenham a totalidade dos benefícios que a NDC tenciona atingir”.

 

Clique para mais notícias: NDC

Clique para mais notícias: Sabre

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Está pronto para a era do NDC? – por Ian Heywood

21-09-2018 (16h36)

Com a New Distribution Capability (NDC) da IATA ainda a ser essencialmente um conjunto de interrogações, mas já a ‘abalar’ o mundo da comercialização de viagens, o PressTUR publica as reflexões de Ian Heywood, Global Head of Product & Marketing, Air Commerce da Travelport.

GeoStar apoia seis startups na preparação de produtos-piloto

21-09-2018 (09h49)

A rede de agências de viagens GeoStar anunciou que vai apoiar seis startups na preparação de produtos-piloto, no âmbito do programa de inovação The Journey.

Soltrópico retoma webinares em Outubro com um tema por mês

20-09-2018 (11h43)

O operador turístico Soltrópico vai retomar as acções de formação online para agentes de viagens a partir de Outubro, com um tema por mês.

easyJet atinge novo recorde de passageiros transportados num dia

19-09-2018 (08h58)

A low cost easyJet, terceira maior companhia de aviação em Portugal, anunciou que atingiu um novo recorde de passageiros transportados num só dia, com 330 mil em 1.941 voos a 14 de Setembro.

APECATE marca 7º Congresso para a ilha do Faial, Açores

18-09-2018 (19h28)

A ilha do Faial, no grupo central dos Açores, vai sediar o 7º Congresso da Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE), entre 30 de Janeiro e 1 de Fevereiro de 2019.