Presidente da APAVT reclama da TAP respeito pela “liberdade de escolha do consumidor”

20-04-2016 (14h22)

Foto: TAP
Foto: TAP

Apesar do clima de festa, como é tradição na entrega dos prémios TOP TAP, o presidente da APAVT não deixou de assinalar o desagrado das agências de viagens portuguesas relativamente a "acções pontuais da TAP" que em sua opinião "inviabilizam na sua concepção a intervenção dos agentes de viagens".

Sem deixar de enaltecer as virtualidades da “aliança entre a TAP e as agências de viagens portuguesas” e, inclusivamente, de perspectivar “uma TAP mais forte, um sector dos agentes de viagens mais robusto, e uma relação entre os dois ainda mais sólida”, Pedro Costa Ferreira também não deixou de assumir “sérias divergências relativamente a algumas acções pontuais da TAP”.

Contactado pelo PressTUR, o presidente da APAVT disse não querer especificar a que acções se referia, mantendo que se referia a medidas que “não se coadunam com o historial de relacionamento” entre a companhia aérea e as agências de viagens, porque “não servem a liberdade de escolha do consumidor”.

As suas referências levam a crer que se estava a referir a campanhas de promoções que a companhia aérea disponibiliza nos seus canais de venda directa sem possibilitar as mesmas condições aos agentes de viagens.

O que está em causa, defendeu Pedro Costa Ferreira, é preservar a liberdade de escolha dos consumidores relativamente ao canal onde preferem comprar as suas passagens.

“Nunca tivemos, e muito menos exprimimos, a vontade de sermos um canal de distribuição privilegiado. Ao invés, sempre defendemos a livre escolha do consumidor aquando da decisão de comprar”, frisou o presidente da APAVT na sua intervenção no jantar dos TOP TAP ontem em Lisboa, no Convento do Beato (ver também: Veja aqui as agências TOP para a TAP em 2015 / Fernando Pinto apresenta “equipa de trabalho da nova TAP” às agências de viagens).

Daí, prosseguiu, que a APAVT mantenha sobre este e outros temas “uma abertura total para um diálogo abrangente, consistente e construtivo”, sublinhando que “seria uma pena que esta atitude construtiva fosse confundida com fraqueza”.

“A verdade é que ao fim de tantos anos de luta e de trabalho, a única coisa que podemos afirmar com plena convicção é que os agentes de viagens não se sentem nem frágeis, nem tão pouco cansados”, concluiu o dirigente.


Ver também:

“Precisamos da ajuda de vocês” — Fernando Pinto às agências de viagens de Portugal e do Brasil

TAP fez mais charters no 1º trimestre de 2016 do que em todo o ano passado – David Neeleman

Fernando Pinto apresenta “equipa de trabalho da nova TAP” às agências de viagens

Veja aqui as agências TOP para a TAP em 2015

 

Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotéis no Sal e na Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o Fim de Ano – presidente da AAVTCV

10-12-2018 (12h58)

Os hotéis das ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o réveillon, e os principais mercados emissores são o Reino Unido e Portugal, segundo Mário Sanches, presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV).

Cabo Verde deve apostar na “diversidade e qualidade da oferta” turística – presidente da AAVTCV

10-12-2018 (12h56)

Mário Sanches, presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV), considera que Cabo Verde deve apostar na criação de "roteiros e alternativas capazes de acrescentar valor e interesse para que consigamos atrair mais turistas e novos mercados".

Siris e Evergreen Coast assinam acordo para comprar a Travelport

10-12-2018 (11h55)

A Siris Capital Group e Evergreen Coast Capital Corporation assinaram um acordo para comprar a Travelport Worldwide Limited por 4,4 mil milhões de dólares, cerca de 3,86 mil milhões de euros.

Travelport partilha insights do NDC - Por Ian Heywood

07-12-2018 (17h01)

A 23 de Outubro anunciámos que a nossa solução NDC estava operacional numa agência de viagens baseada no Reino Unido, a Meon Valley Travel, e que tivemos êxito em tornar-nos o primeiro operador GDS a gerir uma reserva comercial de voos utilizando o standard técnico NDC da IATA.

Musement (TUI) assina acordo para vender excursões e actividades no Google

07-12-2018 (14h44)

A Musement, uma startup tecnológica especializada na venda de excursões, passeios e actividades, comprada pelo Grupo TUI em Setembro, assinou um acordo para integrar a sua oferta na Reserve with Google, uma solução que irá permitir vender através do Google Search, Maps e Assistente.