Operadores turísticos alemães destacam Grécia e ‘forte regresso’ do Egipto

10-02-2017 (15h08)

A TUI Alemanha está com um aumento das reservas para a Grécia em 41%, segundo noticiou o site de notícias de turismo alemão "FVW", que aponta ainda como destinos ganhadores as Canárias e Espanha continental, "que continuam com forte procura", Itália e Croácia, "com aumentos de reservas a dois dígitos", e um recrudescimento da procura do Egipto, que já levou a TUIfly a retomar os voos para Hurghada.

Este panorama, porém, segundo indica a notícia, não se cinge à TUI, embora neste caso tenha o peso de se tratar do líder de mercado, pois o ‘cenário' é semelhante em outros ‘pesos pesados' da operação turística na Alemanha.

O Thomas Cook Alemanha apontou Espanha como o destino líder em procuram seguido por Grécia, Turquia, Alemanha, Itália e Croácia, enquanto o DER Touristik indicou ter uma duplicação das reservas para a Grécia, que o Egipto regista um ‘regresso em grande', "enquanto Espanha, Portugal e Itália permanecem populares".

A tendência transmitida pelo "FVW" é "fortes reservas" para destinos do Mediterrâneo (em que incluem Portugal), com predomínio dos destinos ocidentais face aos orientais, reflectindo as dificuldades que ainda encontram na venda de Turquia.

E exemplo dessa tendência é que, segundo avança a notícia, o operador FTI atingiu um novo recorde de vendas num só dia, a 31 de Janeiro, com mais de 30 mil reservas, por fortes vendas para Espanha, Grécia e Egipto.

O FTI é um dos casos em que é mais saliente a perspectiva de um recrudescimento significativo este ano da procura do Egipto, com a notícia a avançar que o operador só para as férias da Páscoa acrescentou mais 14 voos.

Outra análise avançada pelo "FVW", desta feita com base nos dados na plataforma de reservas de pacotes turísticos Traveltainment, aponta o ‘regresso' do Egipto como uma das tendências marcantes das reservas para o próximo Verão, a par de um forte aumento da procura da Grécia e de um eventual "sell out" de Maiorca e Canárias.

A notícia diz que as reservas de pacotes para voos para Hurghada duplicaram em Janeiro, recuperando do ‘afundanço' de há um ano, e acrescenta que, assim, Hurghada subiu a 3º aeroporto com mais procura.

Destaque, na mesma notícia, é a procura de férias de Verão na Grécia, que se manteve forte ainda que sem atingir em Janeiro os ‘extremos' que se verificaram em Dezembro, ainda assim com as reservas de pacotes com destino a Kos a duplicarem, Heraklion a terem um aumento em 36% e Rhodes em 44%.

Já Maiorca e Canárias, de acordo com a mesma informação, tiveram um enfraquecimento, com decréscimos das reservas em 12% no caso de Palma, 11% para Fuerteventura, 8% para Las Palmas e Tenerife sul e 3% para Arrecife.

A conclusão do "FVW" é de que tendo em conta os fortes aumentos de procura dos destinos espanhóis nos meses anteriores, as quedas em Janeiro poderão reflectir o início do esgotamento da capacidade.

A situação ‘mais negra' mantém-se a Turquia, com as reservas para Antalya a registarem uma quebra em 32% em Janeiro, porém, como assinala o "FVW", com a Riviera da Turquia a manter-se o segundo destino mais procurado.

 

Ver também:

Grécia é o destino vencedor do Verão 2017 para o 2º maior grupo emissor europeu

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Plataforma da Solférias já permite reservar ‘fare families’ (com vídeo)

12-11-2018 (16h03)

O operador turístico Solférias anunciou que passou a ter na sua plataforma uma funcionalidade que permite a reserva ‘fare families' em programas com voos, possibilitando aos agentes de viagens oferecer mais opções aos seus clientes.

Soltrópico dá formação sobre os Emirados Árabes Unidos

12-11-2018 (12h56)

O operador turístico Soltrópico está a anunciar uma formação sobre os Emirados Árabes Unidos a decorrer no dia 14 de Novembro.

Agências de viagens europeias acusam IATA de prepotência

09-11-2018 (12h43)

A ECTAA, organização que reúne as associações de agências de viagens e operadores turísticos europeus, acusou a IATA, associação mundial de companhias de aviação, de "unilateralmente" pôr em causa aspectos importantes da regulação da sua relação comercial.

Reservas em GDS abrandam fortemente no terceiro trimestre, Amadeus

07-11-2018 (17h50)

As reservas de voos por agências de viagens através dos GDS (sistemas globais de distribuição) passaram de um crescimento médio em 4,3% no primeiro semestre para apenas 1,7% no terceiro trimestre, revelou hoje a Amadeus IT, que atribui o abrandamento, entre outros factores, ao impacto de "estratégia adoptadas por algumas companhias de aviação" na Europa Ocidental, sua maior região.

Agências e operadores turísticos estão “relativamente confortáveis”, Pedro Gordon, GEA

05-11-2018 (18h42)

“A nível de comissões acho que o mercado está mais ou menos bem regulado neste momento”, assumiu Pedro Gordon, director-geral da GEA, maior rede portuguesa de agências de viagens em número de lojas, ao pronunciar-se sobre a remuneração das agências pelas vendas de pacotes de operadores turísticos, o seu maior segmento de actividade.